Operário inicia o Paranaense com vitória sobre o Cascavel CR

O Operário bateu o Cascavel CR, por 1 a 0, neste domingo (19), no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, nos Campos Gerais. O jogo, válido pela primeira rodada do Campeonato Paranaense, foi bastante movimentado.

Apesar do placar magrinho, as duas equipes criaram várias chances claras de gol. O Operário foi o que mais assustou, mas a serpente também teve boa atuação com as investidas de Roni.

O gol da partida foi anotado no primeiro minuto da etapa final. Depois do lançamento na área, a zaga do Cascavel CR se atrapalhou para afastar a bola e Schumacher aproveitou para encher o pé e mandar para as redes.

Na próxima rodada, o Fantasma encara FC Cascavel, na quarta-feira (22), às 20h, no Olímpico. Já o Cascavel CR recebe o Paraná Clube, na quinta-feira (23), às 19h30, também no Olímpico.

Operário - Paranaense - Fantasma - Série B - Gérson Gusmão

Operário tenta se adaptar a rotina de ‘clube grande’ para brigar pelo título

O Operário Ferroviário retornou à disputa do Campeonato Brasileiro da Série B após 18 anos em 2019. Isso fez com que o Fantasma encarasse uma nova rotina na preparação para o Campeonato Paranaense deste ano.

Sai a preparação antecipada ainda em dezembro para dar lugar a pré-temporada espremida nas primeiras semanas de janeiro, tal qual os principais clubes do Brasil. Com uma excelente campanha em seu retorno à Série B, o Operário mostrou que não quer se desfazer desse novo status.

Para conseguir dar ritmo a um elenco praticamente novo em pouco tempo, nada melhor que alguém com experiência de casa. Gerson Gusmão é o técnico mais longevo entre as divisões nacionais, comandando o Fantasma desde 2016 e tem o respaldo da diretoria para os possíveis percalços das rodadas iniciais do Paranaense.

TIME BASE

Do time que chegou a um honroso décimo lugar na última Série B nomes importantes como os laterais Maílton e Allan Vieira, os zagueiros Alisson, Lázaro, Rodrigo e Chicão, além do volante Índio, não fazem mais parte do elenco. O meia Marcelo e o atacante Felipe Augusto – artilheiro do Fantasma na última Série B, ainda tem situação indefinida no elenco.

O lateral Sávio vem de empréstimo do Coritiba com o desafio de substituir Maílton, eleito melhor lateral direito da Série B e atualmente jogador do Atlético Mineiro. O zagueiro Douglas Nascimento, o lateral esquerdo Danilo, o meia Tomás Bastos e o atacante Douglas Coutinho também chegaram nesta temporada e já assumiram a condição de titulares.

No próximo domingo (19), contra o Cascavel CR, Gerson Gusmão deve escalar o Operário Ferroviário com Rodrigo Viana, Sávio, Douglas Nascimento, Sosa e Danilo; Jardel, Rafael Chorão e Tomás Bastos; Schumacher, Lucas Batatinha e Douglas Coutinho.

PALAVRA DO TÉCNICO

Operário - Paranaense - Fantasma - Série B - Gérson Gusmão
Nenhum treinador nas divisões nacionais tem mais tempo de clube do que Gerson Gusmão. (José Tramontin/OFEC)

Como estão as expectativas para o Operário dentro do Paranaense?

Nós temos uma torcida que é apaixonada e muito presente, que se acostumou nos últimos anos a comemorar as nossas conquistas. Mas eu como técnico, os jogadores e a diretoria sabemos que o clube passou por uma reformulação muito grande e toda reformulação tem incerteza no início. Então ainda estamos em um processo de conhecimento e de condicionamento dos atletas, porque tivemos pela primeira vez um período muito curto para trabalhar, então tudo é novo para o clube. Meu primeiro objetivo é chegar em uma semifinal e assim garantir uma vaga na Copa do Brasil e só depois a classificação para a final para brigar pelo título.

Como essa mudança na pré-temporada tem modificado sua forma de trabalho?

A gente espera um início de uma certa irregularidade. Sabemos que a equipe não vai estar condicionada, entrosada, preparada nas primeiras rodadas, então podemos ter um momento de oscilação. Trocamos mais de 50% do nosso grupo de jogadores e mesmo com alguns atletas permanecendo, temos novos perfis de atletas com características diferentes, que exigem um tempo de adaptação. Realmente prejudicou um pouco a maneira que a gente gosta de trabalhar, os próprios jogos treinos, que tivemos que abdicar de alguns treinamentos durante a semana para fazê-los. Quem sabe a partir da terceira rodada a equipe possa estar mais forte. Nós temos 22 jogadores e mais três goleiros e também vamos incorporar dois ou três meninos do sub-20 que voltaram da Copinha. A ideia é iniciar o Paranaense com esse grupo, deixando os reforços para a Série B.

O seu trabalho longevo ao Operário te dá maior tranquilidade em seu dia a dia no clube?

É gratificante atingir esse número. É uma situação atípica no futebol brasileiro, que a gente gostaria que mudasse. Até porque traz uma responsabilidade grande, porque você sempre tem que estar em evidência e as pessoas sempre esperam quando vai acabar essa longevidade. Eu tenho uma voz muito ativa junto do presidente, o que me dá liberdade para escolher quais atletas que quero contratar, sendo esse um dos motivos que me fazem permanecer aqui. Eu recebi outros convites, tive algumas propostas muito boas, mas reconheço que o Operário me oportunizou, fora a liberdade que tenho aqui e dificilmente terei em outro clube. A partir do momento que você sabe que não serão uma ou derrotas que vão custar seu emprego, você pode colocar suas ideias sem medo de ser demitido.

coritiba copinha ceará paraná clube athletico copa são paulo de futebol júnior

Paranaenses estreiam nesta segunda na terceira fase da Copinha

A terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior começa nesta segunda-feira (13) e quatro paranaenses entram em campo em busca de vaga nas oitavas de final.

O primeiro clube a entrar em campo pela Copinha será o Athletico Paranaense, que enfrenta o Tupi-MG no Estádio Novelli Júnior em Itu. O duelo será realizado às 17h30 e terá transmissão do SporTV.

O Athletico chegou até a terceira fase após ser líder de seu grupo na primeira fase e eliminar nos pênaltis o Bahia na segunda fase.

Também nesta segunda-feira, o Londrina entra em campo contra a Ponte Preta, às 18h, no Estádio Zezinho Magalhães, em Jaú. O duelo terá transmissão da FPF TV em seu canal no Facebook Watch.

Londrina e Ponte Preta se enfrentaram na primeira fase e os paranaenses bateram a equipe campineira por 1 a 0. Após terminar a fase de grupos na liderança, o Tubarão venceu o Timon-MA por 2 a 1 na segunda fase.

O último paranaense a entrar em campo nesta segunda é o Paraná Clube, que enfrenta o Red Bull Brasil, às 20 h, no Estádio Benito Agnelo Castellano, em Rio Claro. O duelo também será transmitido pela FPF TV.

Paraná Clube e Red Bull Brasil também já se enfrentaram na primeira fase do torneio, com a equipe campineira vencendo os paranistas por 2 a 0. O Tricolor terminou a fase de grupos como vice-líder de sua chave e eliminou o Vitória nos pênaltis na segunda fase.

O único paranaense a entrar em campo nesta terça-feira (14) é o Coritiba, que encara o São Bento, às 19 h, no Canindé, em São Paulo.  A partida também será transmitido pela FPF TV.

Esse duelo também irá servir de reencontro da primeira fase, quando a equipe sorocabana bateu o Coxa por 2 a 0 e terminou na liderança do grupo. Na segunda fase, o Coritiba derrotou o Ceará por 3 a 1.

Operário - Santa Cruz - Copinha - Copa São Paulo de Futebol Júnior

Operário perde para o Santa Cruz nos pênaltis e está fora da Copinha

A classificação do Operário para a terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior parou nas mãos do goleiro Rokenedy. Com dois pênaltis defendidos, o Santa Cruz venceu a equipe paranaense por 4 a 2 nas penalidades e avançou na Copinha neste domingo (12).

Com a eliminação do Operário, o futebol paranaense segue com quatro equipes na terceira fase da Copinha. O Paraná Clube encara o Red Bull Brasil, o Londrina mede forças contra a Ponte Preta, o Athletico Paranaense enfrenta o Tupi-MG, enquanto o Coritiba duela contra o São Bento.

No tempo normal, Alemão abriu o placar para o Operário, enquanto Felipe Almeida empatou para o Santa Cruz.

Alemão foi o primeiro a bater e acertou o poste direito, André preferiu escolher o chute firme no meio do gol, Gabriel fez o primeiro do Operário ao bater forte no canto esquerdo, enquanto Edemilson pegou muito embaixo da bola e isolou a cobrança.

Com dois a dois no placar das penalidades, Petric bateu firme no canto direito, Igor deslocou o goleiro e acertou o canto esquerdo, mas Rokenedy pegou dois pênaltis seguidos do Operário (Gabriel Vieira e Léo) e garantiu o Santa Cruz na terceira fase da Copinha.

Em um gramado muito pesado devido às fortes chutas que caem em São Paulo e região metropolitana, a partida teve dois tempos distintos.

A primeira etapa foi movimentada, com ambas as equipes buscando o gol. O Operário saiu na frente com Alemão, que aproveitou bola ajeitada de cabeça por Douglas para mandar para o fundo do gol.

Mas o Santa Cruz foi buscar o empate ainda na primeira etapa. Após erro na saída de bola, Paulo Victor fez grande lançamento e encontrou Felipe Almeida na área, que limpou a jogada e finalizou firme para o fundo das redes.

Já o segundo tempo foi mais truncado, com boas incursões das equipes às áreas adversárias, muito pelo cansaço físico da maratona de jogos e do gramado molhado no Estádio Municipal Antônio Soares de Oliveira.

Alemão terminou a Copinha como artilheiro do Operário com dois gols anotados. Foto: José Tramontin/OFEC

TERCEIRA FASE

O Santa Cruz irá enfrentar o vencedor do duelo entre o São Paulo e Flamengo de Guarulhos, que será realizado ainda neste domingo.

A FPF (Federação Paulista de Futebol) ainda não confirmou os horários e locais dos jogos da terceira fase e deve divulgar essas informações apenas ao final da segunda fase neste domingo (12).

Athletico Paranaense - Gama - Copa São Paulo de Futebol Júnior - Vinicius Mingotti - Jundiaí - Paraná Clube - Londrina,- Operário - Coritiba - Copinha

Paranaenses começam a jogar neste sábado a segunda fase da Copinha

Todos os cinco times paranaenses avançaram para a segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior e começam neste sábado (11) a buscar o título dentro do mata-mata da Copinha.

O Paraná Clube será o primeiro a entrar em campo, enfrentando às 11h (horário de Brasília), o Vitória, no Estádio Zezinho Magalhães em Jaú.

Vale lembrar que o Paraná Clube foi o time paranaense que mais sofreu na primeira fase, tendo que segurar um empate com dez homens em campo contra o Velo Clube para avançar na competição.

Na sequência mais um duelo entre o futebol paranaense com o baiano, entre Athletico Paranaense e Bahia, às 16h, no Estádio Jayme Cintra em Jundiaí.

O Athletico terminou a primeira fase com 100% de aproveitamento, tendo marcado 11 gols em seus três jogos na etapa prévia da Copinha.

Ainda neste sábado, o Londrina entra em campo para encarar o Timon-MA, no Estadio Municipal Breno Ribeiro do Val em Osvaldo Cruz.

O Londrina chegou a poupar cinco de seus titulares no último jogo da chave contra o Osvaldo Cruz, tendo vencido seus outros dois compromissos no grupo contra São José-RS e Ponte Preta.

Já neste domingo (12), será a vez de Coritiba e Operário entrarem em campo pela segunda fase da Copinha.

O Coritiba segue na capital paulista, mas troca o Canindé pelo Nicolau Alayon para enfrentar o Ceará às 11h, em busca de vaga na terceira fase. O Coxa perdeu a chance de liderar sua chave na última rodada, quando foi derrotado pelo São Bento.

Já o Operário trocou de município na região metropolitana de São Paulo, saindo de São Bernardo para jogar em Guarulhos. Seu adversário será o Santa Cruz às 15h, tentando manter sua invencibilidade conquistada na primeira fase da Copinha.

Operário - Palmeira - Santa Cruz - Copinha - Copa São Paulo de Futebol Júnior

Operário vence Palmeira e enfrenta o Santa Cruz na segunda fase da Copinha

Com maior tranquilidade do que nas rodadas anteriores da Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Operário venceu por 3 a 1 o Palmeira-RN, nesta sexta-feira (10).

Rodrigo (duas vezes) e Alemão marcaram os gols da vitória do Operário, enquanto Evandro diminuiu para o Palmeira.

O resultado garantiu o Operário na segunda fase da Copinha como segundo colocado do Grupo 29, independente do resultado entre São Paulo e E.C. São Bernardo. O adversário do Fantasma será o Santa Cruz.

PRÓXIMOS JOGOS

A FPF (Federação Paulista de Futebol) ainda não divulgou os horários e os locais de todos os jogos da segunda fase da Copinha.

O Operário pode enfrentar o Santa Cruz ainda em São Bernardo, no Estádio Municipal 1º de Maio, ou migrar para Guarulhos e jogar no Estádio Municipal Antônio Soares de Oliveira.

O JOGO

O primeiro tempo foi dominado pelo Operário, que sofreu pressão apenas em jogadas de bola parada do Palmeira. Em pelo menos duas oportunidades, o goleiro Wellington salvou a equipe potiguar, mas aos 40 minutos não conseguiu evitar o primeiro gol do Fantasma.

Após cruzamento da esquerda, Rodrigo completou rente a trave para abrir o placar da partida.

O cenário não mudou na segunda etapa e o Operário seguiu na pressão até marcar o seu segundo gol aos 11 minutos. Alemão aproveitou rebote na pequena área e finalizou firme no canto esquerdo.

O Fantasma ainda faria o seu terceiro gol aos 29 minutos. Wellington espalmou para frente e Rodrigo ganhou da marcação para empurrar para a meta vazia.

Só que o Operário teve que jogar os minutos finais da partida com dez em campo, após a expulsão de Zé Márcio por entrada violenta.

Com um a mais em campo, o Palmeira diminuiu o placar nos acréscimos, com boa finalização de média distância de Evandro.

Operário - E.C. São Bernardo - São Paulo - Palmeira - Copa São Paulo de Futebol Júnior - Copinha

Operário busca empate e segue vivo por classificação na Copinha

Mais uma vez o Operário mostrou a força de seu elenco na Copa São Paulo de Futebol Júnior e buscou o empate em 2 a 2 contra o E.C. São Bernardo, após estar perdendo por 2 a 0, em duelo realizado na noite desta terça-feira (7).

Felipe e Robinho (contra) abriram o placar para o E.C. São Bernardo, enquanto Jefferson e Tibagi empataram para o Operário.

Independente do resultado do jogo entre São Paulo e Palmeira, no duelo que complementa a rodada do Grupo 29, o Operário garante vaga na segunda fase da Copinha se bater a equipe potiguar na última rodada.

PRÓXIMOS JOGOS

As equipes voltam a campo na próxima sexta-feira (10), pela terceira e decisiva rodada do Grupo 29.

O Operário enfrenta o lanterna Palmeira, às 19h15. Já o E.C. São Bernardo encara o favorito São Paulo, às 21h30.

Todos os jogos do Grupo 29 são realizados em São Bernardo, no Estádio Municipal 1º de Maio.

O JOGO

O E.C São Bernardo começou melhor o jogo, tendo como arma a pressão na saída de bola da equipe paranaense. Em uma dessas jogadas, os paulistas abriram o placar. Após passe errado, Caio recuperou a posse e cruzou rasteiro para Felipe, que limpou a jogada e finalizou firme para o fundo das redes aos dez minutos.

A equipe paulista seguiu melhor e conseguiu ampliar o placar em um grande erro de Robinho aos 19 minutos. Após cruzamento da direita, o lateral tentou cortar de primeira, mas acertou o joelho na bola e mandou ela no ângulo.

Depois dos gols sofridos, o Operário passou a atacar mais no jogo e aos 44 minutos conseguiu diminuir o placar. Em boa jogada de Gabriel, o meia encontrou Jefferson que finalizou colocado para vencer Vitor.

O segundo tempo mostrou as equipes mais abertas para buscar o gol adversário. Mas foi o Operário quem balançou as redes. Aos 17 minutos, Tibagi aproveitou rebote na entrada da área e bateu com efeito para mandar a bola no canto esquerdo e empatar o duelo.

O Operário acabou ficando com dez jogadores em campo aos 33 minutos, quando Fernando fez falta quase na risca da da grande área, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Mesmo com uma pressão do E.C. São Bernardo, o Operário se segurou na defesa e levou um importante ponto na briga por uma vaga na segunda fase da Copinha.

Operário - São Paulo - Copa São Paulo de Futebol Júnior - São Bernardo

Operário segura São Paulo e aumenta suas chances de classificação na Copinha

O futebol paranaense segue fazendo bom papel na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Neste sábado (4), o Operário segurou a pressão do São Paulo e empatou em a 0 a 0 com a equipe paulista, em resultado que aumentou suas chances de classificação para a segunda fase da Copinha.

Os próximos adversários do Operário no Grupo 29 são o Esporte Clube São Bernardo e o Palmeira-RN. Caso o Fantasma vença ambos os adversários, deve ao menos se classificar com um dos melhores segundos colocados.

PRÓXIMOS JOGOS

As equipes voltam a campo na próxima terça-feira (7), pela segunda rodada do Grupo 29.

O Operário enfrenta os donos da casa E.C. São Bernardo, às 19h15. Já o São Paulo enfrenta o Palmeira-RN, às 21h30.

Todos os jogos do Grupo 29 são realizados em São Bernardo, no Estádio Municipal 1º de Maio.

O JOGO

O primeiro tempo da partida foi equilibrado, com nenhuma das equipes criando grandes chances de gol e o empate sem gols sendo o resultado mais justo.

Mas o São Paulo voltou com outro ritmo do intervalo e passou a dominar as ações do jogo na segunda etapa. Só que a falta de pontaria dos atacantes do Tricolor Paulista fizeram a diferença para o resultado final.

Quando as finalizações foram para a meta, foi o goleiro Fabrício quem evitou o gol do São Paulo, realizando ao menos duas intervenções de dificuldade.

Operário empata com Figueirense no último jogo da temporada

O Operário encerrou a temporada, neste sábado (30), com empate, em 1 a 1, contra o Figueirense, no estádio Orlando Scarpelli. Os gols foram anotados por Luís Ricardo, contra (Operário) e Fellipe Mateus (Figueirense).

O Fantasma encerra a Série B do Campeonato Brasileiro com 50 pontos, na 10ª colocação.

O JOGO 

O primeiro tempo foi agitado, com as duas equipes arriscando bastante, mesmo assim não teve gol na etapa inicial.

Já no segundo tempo, o Fantasma não demorou muito e abriu o placar aos 15 minutos. Após cobrança de escanteio, Luís Ricardo tentou tirar e marcou um gol contra.

Depois disso, o Figueirense reagiu e chegou ao empate aos 28 minutos. Fellipe Mateus mandou uma bomba e deixou tudo igual.

Operário - Ponte Preta - Série B - Felipe Augusto

Felipe Augusto brilha e Operário bate Ponte Preta para entrar no G-4

Com dois gols do artilheiro Felipe Augusto, o Operário Ferroviário venceu a Ponte Preta de virada por 2 a 1, na noite desta segunda-feira (16), e entrou pela primeira vez no G-4 do Campeonato Brasileiro da Série B.

O placar foi aberto por Edson, mas Felipe Augusto virou o placar e chegou a oito gols na Série B.

O duelo válido pela 23ª rodada foi realizado no Germano Krüger, em Ponta Grossa.

Com um jogo a mais do que os rivais, o Operário subiu quatro posições com a vitória e precisa de uma combinação de resultados para continuar no G-4.

Empate entre Coritiba e CRB, que o Paraná Clube não vença o Guarani e o Botafogo-SP não some os três pontos contra o Vila Nova.

Já a Ponte Preta permanece na décima posição e se afasta do G-4 da Série B. A equipe campineira ficou a quatro pontos de distância para o Operário e pode se distanciar ainda mais do grupo de classificados ao final da rodada.

PRÓXIMOS JOGOS

O Operário entra em campo no dia 24 de setembro (terça-feira), quando viaja até Ribeirão Preto para enfrentar o Botafogo-SP. O duelo será realizado no Santa Cruz às 19h15.

A Ponte Preta continua sua jornada pelo estado e enfrenta no dia 25 (sábado), o Paraná Clube na Vila Capanema, às 19h15.

O JOGO

Operário - Ponte Preta - Série B - Felipe Augusto
Felipe Augusto chegou aos oito gols na Série B e está empatado na terceira posição dos artilheiros. Foto: José Tramontin/OFEC

A primeira chance de perigo do jogo foi criada pelo Operário. Após jogada de Marcelo, Felipe Augusto recebeu o cruzamento no primeiro poste e escorou com perigo acima do gol de Ivan.

O Operário seguiu na pressão e aos 13 minutos, Allan Vieira bateu forte uma falta na intermediária e Ivan espalmou para o alto, a bola atingiu o travessão e voltou para as mãos do goleiro.

Ivan apareceu bem novamente aos 22 minutos. Rodrigo aproveitou rebote, fez o corte em Camilo e bateu cruzado para boa defesa do goleiro.

A primeira boa jogada da Ponte Preta no jogo foi aos 25 minutos. Em falta fechada de Everton, a bola passou por todos e Rodrigo Viana teve que se esticar para espalmar para a linha de fundo.

Felipe Augusto apareceu bem aos 38 minutos. Após escanteio de Mailton, o atacante apareceu livre de marcação e cabeceou para o chão. Ivan fez a defesa com o pé para salvar a Ponte Preta.

A última chance de perigo do primeiro tempo foi da Ponte Preta. Após bom lançamento de Everton, Roger saiu na cara de Rodrigo Viana. O goleiro conseguiu fechar o espaço e fez boa defesa na finalização do atacante.

Logo no primeiro minuto do segundo tempo, Marcelo aproveitou rebotes na entrada da área e finalizou forte. A bola desviou em Reginaldo e Ivan teve que se esticar para fazer boa intervenção.

Aos quatro minutos, Edson apareceu para abrir o placar. Após cruzamento, o volante apareceu livre na pequena área, fez o giro e bateu por cobertura sob Rodrigo Viana.

Mas o Operário empatou dois minutos depois. Lucas Batatinha puxou contra-ataque e achou Felipe Augusto na esquerda. O atacante bateu firme na saída de Ivan para igualar o marcador.

E aos dez minutos, o Operário foi buscar a virada. Dessa vez foi Felipe Alves quem puxou o contra-golpe e acionou Felipe Augusto. O atacante invadiu a área e finalizou firme para fazer o seu segundo gol na partida.

Felipe Alves quase ampliou o marcador aos 13 minutos. Após roubada de bola, o meia-atacante foi em velocidade para a grande área e bateu perto do poste esquerdo de Ivan.

Aos 15 minutos, foi a vez da Ponte Preta chegar perto do gol. Em boa tabela entre Roger e Diego Renan, o lateral recebeu na entrada da área e bateu para boa defesa de Rodrigo Viana.

O Operário ainda teve que atuar os minutos finais com dez jogadores em campo. O zagueiro Alisson entrou de sola em Diego Renan e recebeu o vermelho direto.