abandono-animais-curitiba-pandemia-coronavirus

Durante pandemia do coronavírus, abandono de animais aumenta 50% em Curitiba

A crise provocada pela pandemia do novo coronavírus aumentou em 50% o número de abandono de animais em Curitiba. Com a medida do isolamento social, outra preocupação da DPMA (Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente) é a alimentação de animais que moram nas ruas.

Com isso, a rotina dos agentes da delegacia mudou. Agora, todos os dias, eles distribuem alimentos para animais abandonados de bairros próximos.

“Agora nossa rotina é sair da delegacia alimentando os animais do bairro Barreirinha, Cachoeira e Almirante Tamandaré. No começo nós percebemos que só a ração eles não aceitavam, depois colocamos arroz e agora conseguimos carne moída. Enquanto perdurar essa pandemia, essa será nossa rotina.”

DELEGACIA ARRECADA DOAÇÕES PARA ALIMENTAR ANIMAIS ABANDONADOS

Segundo o delegado Mateus Laiola, durante a pandemia houve um aumento de 50% nos abandonos. Por isso, a medida tenta amenizar os impactos da crise provocada pelo coronavírus.

“No cenário de abandono, existem os cães comunitários que eram alimentados pelas pessoas e em razão do isolamento social e da crise econômica, aumentou a necessidade de alimentação dos animais.”

Mas o trabalho só é possível através de doações, por isso, Laiola fez uma parceria com um petshop de Curitiba que se comprometeu a doar pacotes de ração até que a crise acabe. Outro caso é de um açoúgue que está doando carne para a distruibição.

“Acredito que ações não só nesse momento, é essencial para que nós cresçamos. É um momento de reclusão e de reflexão, mas considero fundamental que nós pensemos em alternativas para olhar para o nosso próximo“, disse Vanessa Melo, diretora da Casa do Produtor que está ajudando na ação da DPMA.

Delegado da DPMA durante entrega de ração (Foto: Reprodução/Instagram)

Laiola ainda lembrou que a participação de todos é importante para tentar amenizar os impactos sofridos pelos animais. Já que a ação da delegacia não consegue abranger um número grande de bairros, a dica é deixar no portão de casa um pote com água e comida.

“O número de denúncia a maus tratos é 181 e tem o site também que é 181.pr.gov.br“, relembrou Laiola.

PITBULLS SÃO RESGATADOS EM PIRAQUARA

Nesta terça-feira (31), a DPMA resgatou dois pitbulls que foram abandonados em uma residência de Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba. Quem estava alimentando os animais e fez a denúncia foi uma vizinha.

“Não havia ninguém no local, mas vamos trabalhar para responsabilizar por maus-tratos quem deixou eles na residência”, disse Laiola.

Veja imagens do trabalho abaixo!

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Matheus Laiola (@delegado.matheuslaiola) em

Casos confirmados de coronavírus em Curitiba chegam a 75

Coronavírus em Curitiba: 75 casos confirmados e quatro pessoas em estado grave

Os casos do novo coronavírus (Covid-19) em Curitiba avançaram de 71 para 75 em um dia, segundo boletim divulgado pela Secretaria Municipal da Saúde.

Esse foi o segundo dia seguido com queda nas confirmações, descendo de cinco nessa sexta-feira (27) para quatro neste sábado.

Entre as cidades paranaenses, Curitiba lidera o número de casos confirmados de coronavírus com 54,3% dos 137 casos da doença no estado.

Ainda são analisados 156 pacientes sob suspeita do coronavírus na capital paranaense, enquanto 480 pessoas já tiveram seus exames descartados.

Mas o número de pessoas internadas em estado graves nas UTIs de Curitiba subiu de duas para quatro nas últimas 24 horas. Outro paciente está internado, mas seu quadro é estável e sem risco de morte.

Para a  infectologista da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) Marion Burger, o aumento do número de casos descartados e suspeitos se deve ao novo critério de monitoramento definido pelo Ministério da Saúde no dia 23 de março.

“A partir da nova definição passamos a monitorar prioritariamente os óbitos e casos graves de infecção respiratória – Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG)”, explicou Burger.

Além disso, Burger confirmou que exames em oito mortes de moradores de Curitiba por doenças respiratórias deram negativo para a presença de coronavírus.

Empresário de Araucária, Região Metropolitana de Curitiba, irá doar mil máscaras para a FAS auxiliar grupos de risco em Curitiba

Empresário confecciona mil máscaras para doação à grupos de risco em Curitiba

Durante a pandemia de coronavírus, uma das principais discussões dentro da esfera governamental é entre manter a quarentena e reduzir a disseminação da doença ou colocar os impactos econômicos em primeiro lugar e isolar apenas idosos e outras pessoas dos grupos de risco.

Mas o empresário do setor de lavanderia industrial Eduardo Negri resolveu ir além dessa discussão. Quando a pandemia teve início no Brasil, Negri se questionou como poderia auxiliar a sociedade nesse momento complexo.

“Pesquisando o que eu podia fazer eu cheguei a uma fala do Ministro da Saúde sobre a falta das máscaras e ensinando as pessoas a fazerem suas próprias máscaras. Dessa forma ficou mais fácil para que eu ajudasse, porque já está no meu negócio, algo que eu só adaptei e foi por isso que eu escolhi esse lado”, explicou o empresário.

A fala de Luiz Henrique Mandetta fez com que a empresa sediada em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, produzisse máscaras de algodão. Esse material não é utilizado pelos médicos, mas auxilia a proteger pessoas em grupos de riscos, como idosos e gestantes.

Nesta sexta-feira (27), Eduardo entregou a primeira leva com 500 máscaras para a FAS (Fundação de Ação Social), sendo que as outras serão encaminhadas na próxima semana. As máscaras serão distribuídas pela FAS em albergues e asilos de Curitiba.

“Eu acredito que seja essencial a assistência social. Nós estamos vivendo um momento que nunca vivemos antes e vamos ter que agir de uma forma que nunca agimos, não podendo deixar tudo na mão do Estado pra que ele resolva. O Estado não estava preparado para um momento desses e ainda não sabe como vai agir, porque tudo é novo. Nós vamos ter que fazer um pacto social, ajudando uma as outras”, pontuou Negri.

“UMA VIDA É MUITO IMPORTANTE”

Empresário de Araucária, Região Metropolitana de Curitiba, irá doar mil máscaras para a FAS auxiliar grupos de risco em Curitiba
Lavanderia industrial irá produzir mil máscaras para doar para a FAS auxiliar asilos e albergues de Curitiba. (Divulgação)

Recentemente estados como Mato Grosso, Rondônia e Santa Catarina seguiram a orientação do presidente da República, Jair Bolsonaro, e reabriram parcialmente seus comércios, medida oposta às orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde).

Negri defende as orientações da OMS e afirma ser importante que o Estado pense em formas de manter a economia estável, sem ir contra as medidas sanitárias adotadas para resguardar à população do coronavírus.

“Se o pessoal da saúde apontar que tem uma quarentena, o pessoal da economia tem que achar quais saídas econômicas dentro desse cenário. Se não fica muito fácil, apontar que a solução é não fazer a quarentena, mas eles não estão utilizando a criatividade para salvar vidas. Uma coisa não pode pesar mais do que a outra, não pode virar as costas para a saúde e achar que a economia é o mais importante. Uma vida é muito importante”, explicou Negri.

O empresário também destacou que o caminho para a retomada econômica não é politizar o debate e sim, buscar na assistência social uma forma de acelerar o combate ao coronavírus e manter a renda das famílias carentes.

“Temos que virar um só e tirar esse peso do Estado e despolitizar a questão, não é hora de achar culpados e criticando as medidas por serem lentas ou drásticas. O cidadão comum vai ter que entrar nessa guerra e ter que se doar, cada um da forma como consegue. Sozinho o Estado não vai dar conta de resolver essa questão”, finalizou Negri.

Caso alguma empresa ou iniciativa individual tenha se interessado em repetir o processo ou até mesmo estabelecer uma parceria com a lavanderia industrial de Negri, o empresário pode ser contatado pelo e-mail lavclean@lavcleanlavanderia.com.br.

coronavírus paraná casos confirmados

Casos de coronavírus confirmados sobem para 71 em Curitiba

Curitiba registrou a menor alta diária nos casos de coronavírus das últimas semanas. Segundo boletim da Secretaria Municipal da Saúde divulgado nesta sexta-feira (27), a capital paranaense somou mais cinco ocorrências confirmadas, passando para 71 ocorrências totais.

Já os casos suspeitos caíram de 175 para 68, chegando a marca de 368 ocorrências descartadas. Também foram registradas 20 pessoas recuperadas da doença.

Mas a médica infectologista Marion Burger afirmou que os casos confirmados são provenientes das semanas anteriores, sinalizando que os números de casos confirmados devem registrar crescimento nos próximos dias.

Outro fato que corrobora com a média infectologista é que apenas na última semana o Lacen (Laboratório Central do Estado do Paraná) começou a analisar as amostras de pacientes de Curitiba. O retorno com os resultados demora em média duas semanas.

QUADROS GRAVES APRESENTAM MELHORAS

Curitiba apresenta apenas dois casos graves de coronavírus. Um paciente de 49 anos que está internado no Hospital do Trabalhador, que está em quadro estável, mas que ainda inspira cuidados, além do médico da UPA Boqueirão, Jamal Munir Bark, que segue internado desde o dia 19 no Hospital Marcelino Champagnat.

Mesmo com o quadro ainda considerado grave, Jamal tem mostrado melhoras e conseguiu acordar em alguns momentos nesses últimos dias.

Cerca de 80% dos casos confirmados do coronavírus em Curitiba não apresentam gravidade, possibilitando aos pacientes que cumpram a quarentena de 14 dias de forma domiciliar.

Rede de supermercados paranaense vai medir temperatura dos clientes

Uma rede de supermercados paranense vai medir a temperatura dos clientes e funcionários, antes deles terem acesso a uma das 62 lojas do grupo como medida de enfrentamento ao coronavírus. A ação acontece nos comércios do Paraná e de São Paulo.

Desde o início da pandemia, o Grupo Muffato adotou uma série de medidas de proteção tanto dos funcionários, como clientes para garantir segurança em seus estabelecimentos.

“O objetivo é otimizar o atendimento da população, abastecendo da forma mais ágil e segura os clientes, com o cuidado de resguardar a saúde de nossa equipe, que desempenha um papel fundamental neste momento sem precedentes do País”, diz o diretor Everton Muffato.

Além de medir a temperatura dos clientes, o Grupo Muffato também tem oferecido máscaras e luvas aos profissionais em contato com o público, instalou barreiras de proteção nos caixas e intensificou a limpeza de carrinhos e cestas de compras.

Também tem orientado os clientes a priorizarem as compras nos horários de contra-fluxo, quando há menor movimento: das 8h às 10h e das 13h às 17h.

Coronavírus em Curitiba

Coronavírus: Casos aumentam 17% e chegam a 66 confirmações em Curitiba

Os casos de coronavírus seguem em alta em Curitiba. Segundo boletim divulgado pela Secretaria Municipal da Saúde nesta quinta-feira (26), dez novas ocorrências da doença foram registradas, totalizando 66 na capital paranaense.

Esses números equivalem a 62,2% (106) de todos os casos confirmados de coronavírus no Paraná, segundo a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde).

As novas ocorrências foram registradas em cinco mulheres e cinco homens, com idade entre 29 e 61 anos. Além disso, outros 175 casos estão sendo investigados e outros 293 já foram descartados.

Até o momento quatro pacientes estão internados pela doença, dois deles em estado grave. Mas dos 77% dos casos diagnosticados foram classificados como leve, possibilitando que essas pessoas cumprissem isolamento de 14 dias em casa.

Dentro desse isolamento residencial, 14 pessoas já foram liberadas e puderam retomar o contato com seus familiares e ter livre circulação dentro de casa.

coronavírus paraná casos confirmados

Curitiba registra dez casos de coronavírus em 24 horas e chega a 56 ocorrências totais

Curitiba segue puxando os casos do novo coronavírus (Covid-19) no Paraná. Das 97 ocorrências confirmadas da doença no estado, 56 foram registradas na capital paranaense, sendo dez nas últimas 24 horas.

Segundo boletim da Secretaria Municipal da Saúde os novos casos foram registrados em três mulheres e sete homens, com idades que variam entre 30 e 77 anos. Ainda são investigados outros 135 ocorrências, sendo que outras 250 já foram descartadas.

Os números divulgados pelo município diferem dos apresentados pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), que aponta 60 casos confirmados e outros 328 em investigação.

GRAVIDADE DAS OCORRÊNCIAS

Ainda segundo a Secretaria Municipal da Saúde, 80% dos casos registrados em Curitiba foram de gravidade menor, permitindo o isolamento domiciliar por 14 dias.

Atualmente cinco pacientes estão internados, sendo apenas o caso do médico da UPA Boqueirão Jamal Munir Bark é apontado como grave. Jamal está internado no Hospital Marcelino Champagnat desde o dia 19 de março.

Greca Curitiba fundo Lei do Zoneamento obras Linha Verde ligeirão

“Nós continuamos em casa”, diz Rafael Greca em relação à pandemia de coronavírus

Na manhã desta quarta-feira (25), Rafael Greca afirmou que a Prefeitura de Curtiba segue as medidas repassadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) em relação à pandemia de coronavírus. “Em repeito aos curitibanos, nós continuamos em casa”, disse Greca no final do pronunciamento.

Na noite de ontem, em pronunciamento em rede nacional, o presidente Jair Bolsonaro orientou os governadores e prefeitos do país para cessarem o isolamento social para pessoas com menos de 60 anos, indo contra o Ministério da Saúde.

“Nossa vida tem que continuar, os empregos devem ser mantidos, assim como os sustentos das famílias. Algumas autoridades devem abandonar o terreno de terra arrasada”, apontou o presidente no discurso em rede nacional.

RAFAEL GRECA DIZ QUE NÃO HAVERÁ HOSPITAL NA ARENA DA BAIXADA

Além de orientar os curitibanos a ficarem em casa, Rafael Greca também anunciou algumas medidas:

  • garantia da merenda escolar para alunos carentes;
  • crédito de R$ 70 reais para a compra de mantimentos nos armazéns da família;
  • assepsia da cidade, com água misturada com hipoclorito de sódio;
  • máscaras escudo estão sendo feitas em impressoras 3D, para distribuição para funcionários da saúde;

O prefeito também foi enfático em dizer que não haverá hospital na Arena da Baixada. “Não precisamos disso, a estrutura de saúde de Curitiba é formidável. Um hospital improvisado é um perigo para todos.”

GOVERNO DO PARANÁ MANTÉM ISOLAMENTO SOCIAL

Mesmo sendo aliado de Jair Bolsonaro, o Governo do Paraná anunciou nesta quarta-feira (25) que irá manter o planejamento de contingência contra o coronavírus. O governador Carlos Massa Ratinho Junior também decidiu seguir as orientações do Ministério da Saúde e continuar com o planejamento em relação à pandemia do coronavírus.

CORONAVÍRUS EM CURITIBA: RECOMENDAÇÕES

coronavirus-prevenção-1024x407
Formas para evitar a transmissão do coronavírus. (Reprodução / Ministério da Saúde)

Na semana passada, a Prefeitura de Curitiba criou um canal de teleatendimento à população. Profissionais da área da Saúde atendem pessoas com sintomas de doenças respiratório e esclarecem dúvidas. Para entrar em contato, é só ligar para (41) 33350-9000.

Por fim, a Secretaria Municipal da Saúde reforça é a principal orientação é todos ficarem em casa. Nesse cenário, tornam-se necessárias as medidas de higiene como lavar a mão com água e sabão ou álcool gel, além de evitar contatos físicos.

“Se alguém apresentar quadro que sugerem infecção respiratória, essa pessoa deve ficar isolada, em casa, por 14 dias”, completa a infectologista Marion Burger.

coronavírus general positivo

Coronavírus: General Heleno é a 16ª pessoa da comitiva presidencial com a doença

General de Exército e Ministro de Estado Chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, general Augusto Heleno, confirmou pelo twitter, na manhã desta quarta-feira (18), que seu segundo exame para Covid-19 deu positivo.

O general aguarda agora a contraprova da Fiocruz para confirmar o diagnóstico.

Na postagem, o general de 72 anos afirma ainda que não tem nenhum sintoma da doença e que permanece em casa em isolamento.

 

Dessa forma, general Augusto Heleno é a 16ª pessoa da comitiva presidencial que esteve no EUA, no inicio do mês, com a confirmação de coronavírus.

BOLSONARO TESTA NEGATIVO PARA COVID-19

Ontem à noite presidente Jair Bolsonaro o  utilizou suas redes sociais para comunicar que seu segundo teste realizado não apontou a presença da doença.

Na comitiva presidencial que viajou para Miami, Flórida, para encontrar com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foram confirmados como coronavírus:

  • Fabio Wajngarten, secretário de Comunicação da Presidência da República ;
  • Nelsinho Trad, senador (PTB-MS);
  • Nestor Forster, embaixador e encarregado de negócios do Brasil nos EUA;
  • Karina Kufa, advogada e tesoureira do Aliança pelo Brasil;
  • Sérgio Lima, publicitário e marqueteiro do Aliança pelo Brasil;
  • Samy Liberman, secretário-adjunto de comunicação da Presidência;
  • Alan Coelho de Séllos, chefe do cerimonial do Itamaraty;
  • Robson Andrade, presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI);
  • Marcos Troyjo, secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia;
  • Flávio Roscoe, presidente da Federação das Indústria do Estado de Minas Gerais;
  • Além de quatro integrantes não-identificados da equipe de apoio do voo presidencial aos EUA.

Até o momento, o Ministério da Saúde confirmou 291 casos do novo coronavírus (Covid-19) no Brasil, embora existam outros 8891 ocorrências sob suspeita.

jair bolsonaro, sae, secretaria de assuntos estratégicos, ministério, bruno grossi, ministério da economia, governo federal

Jair Bolsonaro afirma que segundo teste de coronavírus deu negativo

Cercado de especulações após 15 membros de sua comitiva aos Estados Unidos testarem positivo para o coronavírus, o presidente da República, Jair Bolsonaro, utilizou suas redes sociais na noite desta terça-feira (17) para comunicar que seu segundo teste realizado não apontou a presença da doença.

Dessa forma, Bolsonaro está liberado para cumprir normalmente sua agenda presidencial. No próximo sábado (21), o presidente irá completar 65 anos de idade.

Na comitiva presidencial que viajou para Miami, Flórida, para encontrar com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foram confirmados como coronavírus:

  • Fabio Wajngarten, secretário de Comunicação da Presidência da República ;
  • Nelsinho Trad, senador (PTB-MS);
  • Nestor Forster, embaixador e encarregado de negócios do Brasil nos EUA;
  • Karina Kufa, advogada e tesoureira do Aliança pelo Brasil;
  • Sérgio Lima, publicitário e marqueteiro do Aliança pelo Brasil;
  • Samy Liberman, secretário-adjunto de comunicação da Presidência;
  • Alan Coelho de Séllos, chefe do cerimonial do Itamaraty;
  • Robson Andrade, presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI);
  • Marcos Troyjo, secretário especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia;
  • Flávio Roscoe, presidente da Federação das Indústria do Estado de Minas Gerais;
  • Além de quatro integrantes não-identificados da equipe de apoio do voo presidencial aos EUA.

Até o momento, o Ministério da Saúde confirmou 291 casos do novo coronavírus (Covid-19) no Brasil, embora existam outros 8891 ocorrências sob suspeita.