detran, paraná, pr, detran-pr, prazos, cnh, carteira vencida, transferência, coronavírus, covid-19

Detran prorroga prazos para renovação, transferências e primeira CNH

O Detran-PR (Departamento de Trânsito do Paraná) estendeu os prazos para a realização de serviços como renovação de carteira de habilitação vencida, transferência de veículos e recursos de infrações. As unidades do órgão estão fechadas devido à pandemia do coronavírus.

A decisão de prorrogar os prazos atende a deliberação do Contran (Conselho Nacional de Trânsito).

Conforme o Detran, a renovação da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) teve o prazo prorrogado por tempo indeterminado. A medida atende as carteiras vencidas desde 19 de fevereiro.

Nos casos de primeira habilitação, o prazo para conclusão do processo foi adiado para um prazo de 12 a 18 meses. Os prazos para transferência de veículos também estão suspensos.

Além disso, ficam interrompidos por tempo indeterminado a suspensão e cassação da CNH. Isso ocorre porque o prazo para apresentar recursos e defesas foi estendido até que seja controlado o surto do coronavírus.

De acordo com o Detran-PR, a maior parte dos serviços do órgão pode ser acessada pelo site. Além disso, é possível resolver pendências pelo aplicativo Detran InteliGente, ou pelo telefone 0800 643 7373.

coronavírus, casos, sms, secretaria municipal da saúde, prefeitura de curitiba, paraná, exames, lacen, laboratório, casos confirmados, casos suspeitos

Coronavírus: Paraná tem 18 novos casos suspeitos e investigações chegam a 72

Um novo boletim divulgado na tarde desta sexta-feira (13) pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) aponta 18 novos casos suspeitos do novo coronavírus no Paraná. Assim, as investigações em andamento para possíveis infecções pelo Covid-19 chegam a 72. De ontem (12) para hoje (13), o número de casos confirmados continua sendo seis.

Dos 72 casos em investigação, 31 estão em Curitiba. Além disso, há 9 investigações em Londrina, na região norte, e 8 em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná. Entre os casos confirmados, são 5 na capital e um em Cianorte, na região noroeste.

Conforme a Sesa, todos os pacientes infectados pelo novo coronavírus (Covid-19) estão em isolamento domiciliar. Não houve alterações significativas no quadro de saúde deles de quinta (12) para sexta-feira (13).

CASOS INVESTIGADOS NO PARANÁ

  • Curitiba: 31
  • Londrina: 9
  • Ponta Grossa: 8
  • Maringá: 6
  • Foz do Iguaçu: 5
  • Cascavel: 5
  • Cianorte: 2
  • São José dos Pinhais: 1
  • Guarapuava: 1
  • Turvo: 1
  • Umuarama: 1
  • Apucarana: 1
  • Santo Antônio do Paraíso: 1

CORONAVÍRUS: CINCO CASOS DESCARTADOS

Conforme a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), de ontem (12) para hoje (13) cinco investigações foram descartadas. Assim, 34 casos já foram descartados por exames desde o início do surto do novo coronavírus (Covid-19).

A novidade deste boletim é a primeira aparição de Umuarama. A cidade da região noroeste, que não tinha nenhuma suspeita até então, agora tem um casos em investigação.

ATUALIZAÇÃO DIÁRIA

De acordo com a Secretaria da Saúde do Paraná, os dados sobre o coronavírus são atualizados diariamente.

Os números são referentes aos levantamentos feitos até o meio-dia. Registros que aconteçam após esse horário, portanto, são confirmados oficialmente no boletim seguinte.

A Sesa não soube informar se haverá atualizações no final de semana. O comitê de contingência ao coronavírus está reunido nesta tarde para definir os próximos passos.

coronavírus, casos, sms, secretaria municipal da saúde, prefeitura de curitiba, paraná, exames, lacen, laboratório, casos confirmados, casos suspeitos

Coronavírus: Paraná investiga 25 casos suspeitos

Subiu para 25 o número de casos suspeitos do Novo Coronavírus investigados no Paraná. Os números foram atualizados nesta sexta-feira (6) pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde).A cidade com o maior número de investigações em andamento é Curitiba, com 13 suspeitas.

Além disso, há quatro casos suspeitos em Londrina, três em Maringá, dois em Foz do Iguaçu, dois em Cascavel e um em Santo Antônio do Paraíso.

Conforme o boletim de hoje, não há casos confirmados no Paraná.

81% DOS CASOS DE CORONAVÍRUS SÃO LEVES

As autoridades da saúde do Paraná emitiram uma nota nesta sexta-feira (6) para tranquilizar a população em relação ao iminente avanço do Novo Coronavírus no Brasil. Conforme a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), 81% das infecções são leves.

Por isso, a maioria dos casos demanda apenas o isolamento domiciliar. A taxa de mortalidade é baixa e os casos mais graves tendem a afetar pessoas com comorbidades ou com baixa imunidade.

De acordo com a Secretaria da Saúde do Paraná, os pacientes que suspeitam de infecção pelo Novo Coronavírus devem procurar uma UBS (Unidade Básica de Saúde) ou uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento). Além disso, é possível procurar um pronto socorro da rede particular.

Conforme as autoridades da saúde, apenas após a classificação de risco é feito o encaminhamento para um hospital de referência. Mas isso só acontece quando é constatada a necessidade.

coronavírus, casos, sms, secretaria municipal da saúde, prefeitura de curitiba, paraná, exames, lacen, laboratório, casos confirmados, casos suspeitos

Coronavírus: Paraná investiga 20 casos suspeitos; um é descartado em Curitiba

O Paraná investiga 20 casos suspeitos do Novo Coronavírus (Covid-19). As informações foram atualizadas nesta quinta-feira (5) pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde).

Conforme boletim publicado hoje, oito novos casos entraram na lista de análise. Enquanto isso, um caso foi descartado pelas autoridades da saúde. Trata-se de uma paciente de Curitiba, de 25 anos, que visitou recentemente França e Alemanha. Ela foi diagnosticada com Influenza A, e por isso houve o descarte para o Covid-19.

O Paraná não tem nenhum caso confirmado do Novo Coronavírus. De acordo com o Ministério da Saúde, são 8 casos confirmados no Brasil. São seis pessoas infectadas pelo Novo Coronavírus (Covid-19) em São Paulo, uma no Rio de Janeiro e uma no Espírito Santo.

CORONAVÍRUS: CASOS SUSPEITOS NO PARANÁ

De acordo com a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), Curitiba lidera a lista de casos suspeitos no Paraná. Entre as oito novas investigações incluídas no boletim de hoje (5), cinco estão na capital. Londrina, na região norte, é responsável pelas outras três investigações.

Os 20 casos suspeitos do Novo Coronavírus (Covid-19) no Paraná estão distribuídos da seguinte forma:

  • Curitiba (11)
  • Londrina (4)
  • Maringá (2)
  • Foz do Iguaçu (2)
  • Cascavel (1)
coronavírus, paraná, casos suspeitos, em análise, investigação, curitiba, sesa, pr, covid-19
Lista foi atualizada pela Secretaria da Saúde do Paraná: 8 novos casos suspeitos de coronavírus (Covid-19) e um descartado. (Reprodução/Sesa)
fies fundo de financiamento estudantil inscrições prazos acabam hoje

Inscrições do Fies vão até hoje (12) e resultado sai no dia 26

As inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) terminam hoje (12). Neste semestre, o programa vai ofertar 70 mil vagas em instituições privadas de ensino superior. O resultado sai no dia 26 de fevereiro. Para se candidatar, os estudantes devem acessar a conta única do governo federal.

O portal faz parte do plano de transformação digital do governo, de oferecer todos os serviços públicos federais por meio de um único login, que é o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF), e uma senha. O candidato também pode acessar o portal do Fies , onde será redirecionado para o site do governo.

O programa está dividido em duas modalidades: o Fies a juros zero para quem tem renda familiar de até três salários mínimos por pessoa e o Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies) para aqueles com renda familiar per capita de até cinco salários mínimos.

MUDANÇAS

Em dezembro de 2019, o comitê gestor do Fies realizou algumas mudanças no programa, que só valerão a partir do segundo semestre deste ano.

Uma das mudanças é a possibilidade de cobrança judicial dos contratos firmados até o segundo semestre de 2017 com dívida mínima de R$ 10 mil. O ajuizamento deverá ser feito após 360 dias de inadimplência na fase de amortização, ou seja, do pagamento em parcelas dos débitos.

Hoje a cobrança de quaisquer valores é feita no âmbito administrativo. Pela resolução aprovada pelo comitê, só continua a se enquadrar nesse campo quem dever menos de R$ 10 mil. O devedor e os fiadores poderão ser acionados.

Para o P-Fies, o comitê definiu independência em relação ao Fies, para, segundo o Ministério da Educação (MEC), “dinamizar a concessão do financiamento nessa modalidade”. Não haverá exigência do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)  como pré-requisito (hoje, é idêntico ao do Fies) e nem será imposto limite máximo de renda (atualmente, é para alunos com renda per capita mensal familiar de até cinco salários mínimos). Também será possível contratar o P-Fies durante todo o ano.

As mudanças também atingiram o uso da nota do Enem como forma de ingresso ao Fies. Hoje é preciso ter nota média mínima de 450 pontos e apenas não zerar a redação para pleitear o financiamento. O comitê estabeleceu uma nota de corte também para a parte discursiva, 400 pontos, que está abaixo da nota média nacional, de 522,8. Essas mudanças valem a partir de 2021.

A nota do Enem também servirá para limitar transferências de cursos em instituições de ensino superior para alunos que possuem financiamento do Fies. Será necessário ter obtido, no Enem, resultado igual ou superior à nota de corte do curso de destino desejado.

O comitê aprovou o plano trienal 2020 a 2022 para o Fies. Nele, as vagas poderão cair de 100 mil em 2020 para 54 mil em 2021 e 2022, caso não haja alteração nos parâmetros econômicos atuais. Mas esses valores serão revistos a cada ano, podendo voltar a 100 mil vagas caso haja alteração nessas variáveis ou aportes do MEC.

porto paraná paranagua granéis líquidos klabin litoral paraná

Portos do Paraná registram aumento nas cargas de granéis

Os portos de Paranaguá e Antonina movimentaram 3,44 milhões de toneladas de carga nos primeiros 31 dias do ano. Janeiro foi um mês de alta nos volumes de carga geral e granéis líquidos, tanto importação quanto exportação. Os terminais paranaenses apostam na multimodalidade e tiveram destaque no embarque de açúcar em saca, contêineres, óleo vegetal e derivados de petróleo.

De acordo com os dados divulgados nesta segunda-feira (10), pela empresa pública Portos do Paraná, mais de 55% da movimentação (1,9 milhão de toneladas) ainda é de granéis sólidos. No entanto, os maiores crescimentos são em embarques e desembarques de granéis líquidos (25% na comparação com o mesmo mês do ano anterior) e de carga geral (aumento de 19% no período).

“Temos capacidade e estrutura para atender diferentes tipos de carga, com eficiência e agilidade. Isso é essencial porque garante que o porto mantenha a atividade, os empregos e os investimentos, sem depender de um único tipo de produto”, explica Luiz Fernando Garcia, diretor-presidente da Portos do Paraná.

“Essa multimodalidade foi essencial para alcançar a marca histórica de 53,2 milhões de toneladas movimentadas em 2019. Foi um ano com muita chuva, variações de câmbio e muita disputa no mercado internacional, o que teve impacto direto na exportação de soja, por exemplo”, completa.

LÍQUIDOS

 No primeiro mês de 2020, os portos paranaenses movimentaram 610,37 mil toneladas de granéis líquidos. No mesmo mês do ano anterior foram 487.835 toneladas.

Dentro desse segmento, os produtos que registram maior aumento são os derivados de petróleo, cujo volume exportado (103.528 toneladas) está 491% superior ao registrado em janeiro do ano passado (17.517 toneladas). Na importação, alta de 35%, passando de 275.884 toneladas em janeiro de 2019 para 371.518 toneladas em 2020.

Os operadores desses produtos, pelo Porto de Paranaguá, são a CPA, CBL, Transpetro e Cattalini – sendo a última responsável por 43% das movimentações. Segundo o gerente da Cattalini, Lucas Cézar Guzen, quando se fala em derivados de petróleo trata-se, principalmente, de Diesel (S-10 e S-500) e gasolina, especialmente de importação. “Este é um mercado que ganhou corpo nos últimos anos, principalmente pautado pela política de preços que tem sido consistente e acompanhado o mercado internacional”, comenta Guzen.

ÓLEO VEGETAL

A movimentação dos óleos vegetais, principalmente de soja, foi de 27.548 toneladas no mês de janeiro. O volume é 6% maior que o registrado nos primeiros 31 dias de 2019. Esses produtos são exportados, principalmente para a Ásia.

“A explicação para a exportação acentuada que tivemos no início do ano, diferente de anos anteriores, é que o preço do produto no mercado argentino, nosso principal concorrente nas exportações para o mercado asiático, estava superior ao preço brasileiro. Acaba-se, então, buscando o mercado brasileiro para suprir a demanda internacional”, afirma Guzen.

Os principais consumidores do óleo vegetal exportado pelo Porto de Paranaguá são China e Índia, de acordo com o gerente da Cattalini. Segundo ele, a expectativa para o ano, porém, é de redução na exportação dos óleos vegetais, motivada pelo aumento da mistura do biodiesel no óleo diesel, que previsto em decreto nacional (de 11 para 12%).

Essa redução prevista, no entanto, não incomoda o operador. A redução prevista nas exportações do óleo de soja vem ao encontro ao aumento previsto nas importações do óleo metílico, o metanol, que é um dos principais produtos utilizados na fabricação do biodiesel. Lucas Guzen estima um aumento de cerca de 10% na movimentação do metanol (vindo, principalmente de Trinidad e Tobago, Chile, Venezuela e Argentina).

Considerando todos os líquidos que movimenta, a meta da empresa é alcançar 4,4 milhões de toneladas em 2020, volume quase 15,8% maior que o movimentado em 2019 (3,8 milhões). Motivados, principalmente, pelo aumento dos derivados de petróleo.

CARGA GERAL

Em janeiro, os portos paranaenses movimentaram 917.855 toneladas de carga geral. O volume é 19% maior que o registrado no primeiro mês de 2019. Destaque para as exportações de açúcar em saca e na movimentação de contêineres, nos dois sentidos.

Nos primeiros dias do ano passado não houve nenhum embarque de açúcar ensacado. Este ano, porém, 25.077 toneladas foram exportadas para a África, gerando aumento de 17% para o segmento do açúcar em geral, mesmo o produto a granel tendo registrado queda de 10%.

A operação foi realizada pela Marcon, no Porto de Paranaguá. Segundo o gerente de operações da empresa, Jorge Maurício de Lemos, atualmente o ciclo de exportação dos ensacados não seguem mais o padrão de meses definidos. “As exportações do açúcar ensacado sempre ocorrem de abril até novembro. Porém, nos últimos anos, houve uma alteração devido às condições mercadológicas. Hoje o Brasil concorre com a índia, Tailândia, Paquistão e Vietnam, países mais próximos das áreas importadoras, cujo os fretes marítimos são mais compensadores. Isso tem afetado nossos exportadores”, explica.

África e Ásia são os principais destinos do produto que vem, principalmente, dos estados de São Paulo e do Paraná. Em saca, o açúcar exportado pelos portos paranaenses pode ser granulado ou refinado. Para 2020 é esperado um bom volume, considerando que a produção na Índia foi baixa, como afirma o representante da Marcon.

CONTÊINERES

O Paraná conta hoje com a maior capacidade para movimentação de contêineres do Brasil. O Terminal de Contêineres de Paranaguá (TCP) movimenta os mais diferentes produtos, com destaque para frango congelado na exportação e fertilizantes na importação.

Em janeiro deste ano, 74.976 TEUs (unidade de medida) foram importados e exportados via Porto de Paranaguá. O total é 20% maior que o movimentado em 2019, quando foram 62.617 TEU.

petroleiros greve petrobras petroquimicos fup tst curitiba paraná

Sindicato ignora decisão do TST e greve entra no 5º dia

A liminar concedida à Petrobras pelo TST (Tribunal Superior do Trabalho ) não havia alterado até a noite desta terça-feira (4) o panorama da greve dos petroleiros no Paraná.

Apesar da liminar, a FUP (Federação Única dos Petroleiros) informa que os grevistas devem seguir com o movimento.

Sindicatos que representam a categoria receberam a notificação oficial, que determina a manutenção imediata de 90% dos trabalhadores no desempenho normal das atribuições, mas ainda avalia a decisão.

O Sindipetro calcula uma adesão à greve nacional de 75% dos petroleiros e petroquímicos em quatro unidades do Paraná.

Uma delas é a Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados do Paraná (Fafen-PR), que pertence à Araucária Nitrogenados S.A. (Ansa), subsidiária da Petrobras.

O anúncio de fechamento dessa unidade a partir de 14 de fevereiro é uma das motivações da paralisação. Desde sábado (1.º), apenas uma equipe de contingenciamento, formada pelos trabalhadores que ocupam cargos de gestão, mantém as atividades na fábrica, em substituição aos operadores.

Também são mantidas por funcionários do corpo gestor – como supervisores, gerentes e engenheiros – a Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), em Araucária, na região metropolitana de Curitiba; a Unidade de Industrialização do Xisto (SIX), em São Mateus do Sul, na região Sul do Paraná; e o terminal aquaviário da Transpetro em Paranaguá, no litoral do estado.

Nesta terça-feira (4), o ministro Ives Gandra Martins, do TST, proibiu dirigentes sindicais de impedir o livre trânsito de bens e pessoas às unidades da Petrobras.

O eventual descumprimento implica multa diária de R$ 500 mil para sindicatos de base territorial com mais de dois mil empregados e de R$ 250 mil para os demais.

Em nota, os dirigentes da Petrobras afirmam esperar o cumprimento imediato da decisão e reforçam que os motivos alegados para o movimento grevista não atendem aos critérios legais.

Para esta quarta-feira (5), petroleiros e petroquímicos em greve na região de Curitiba programam duas atividades que envolvem a população. Assim como em outros estados brasileiros, vouchers que valem um desconto de R$ 30,00 serão distribuídos para a compra de botijões de gás de 13 quilos, que atualmente custa cerca de R$ 70,00.

A intenção é alertar a população sobre possíveis prejuízos decorrentes da política de privatização da Petrobras.

No Paraná, a ação será em Araucária, às 12h, na Praça da Bíblia, em frente à Câmara dos Vereadores, na região central da cidade.

As pessoas que conseguirem o voucher vão pagar R$ 40,00 pelo botijão, valor que seria compatível, segundo os trabalhadores do setor, o custo de produção nacional do gás de cozinha. O pagamento deve feito em dinheiro e o consumidor precisa levar o botijão vazio para a troca.

Também nesta quarta-feira (5), os petroquímicos vão fazer a segunda distribuição gratuita de feijão para a população, no mesmo local.

cafelândia, cafelandia, paraná, pr, prefeitura de cascavel, sequestro em cafelandia, sequestro em cafelândia, prefeitura de cafelândia, cárcere privado, padrasto, enteados, adolescentes, filhos,

Polícia invade casa em Cafelândia e encerra sequestro após 30 horas

Terminou às 18h20 o sequestro em Cafelândia, no oeste do Paraná. Ezequiel Basílio Mendes manteve dois enteados em cárcere privado por quase 30 horas. Com o homem irredutível, a polícia decidiu invadir o local no momento em que o sequestrador voltou a ameaçar as crianças. Não houve feridos: todos foram encaminhados a hospitais da região.

“A situação teve um desfecho bom. Não houve ferimentos: as duas crianças estão bem e o sequestrador também”, relatou o major Jorge Aparecido Fritola, comandante da operação.

De acordo com a PM-PR (Polícia Militar do Paraná), uma menina de 14 anos e um menino de 12 foram feito reféns desde o início da tarde de segunda-feira (2). Ainda não há explicação para o sequestro.

O BOPE (Batalhão de Operações Especiaisnegociou por quase 30 horas com o rapaz. No entanto, como ele não se entregou, a polícia decidiu invadir o local.

“Quando ele recuou, o grupo tático interviu usando armamento não letal e conseguiu resgatar as vítimas sem ferir o sequestrador”, concluiu Fritola.

POLÍCIA INVADIU A CASA PARA DAR FIM AO SEQUESTRO

Às 17h55, o capitão Baroncelli, da PM, havia informado que o sequestro deveria acabar antes de completar 30 horas.

“Tentamos todas as alternativas antes da invasão, mas todos acabaram sem ferimentos. Ele estava muito instável e não sabíamos o que poderia acontecer no minuto seguinte. O sequestrado se manteve o tempo todo no quarto, ou fazia as crianças de escudo”, explicou o capitão Damasceno, do BOPE.

“Foram muitas horas de negociações intensas, mas chegou um momento que não evoluímos mais. Não há nenhum motivo aparente para o sequestro“, concluiu.

PADRASTO TRATAVA ALCOOLISMO

Conforme uma assistente social que acompanha o caso, Ezequiel tem 39 anos e é alcoólatra. Ele concluiu parte do tratamento em janeiro e fazia acompanhamento desde então. De acordo com a profissional, ele tinha uma consulta marcada para as próximas semanas.

A irmã do sequestrador confirmou as informações. Ela ponderou que o homem tinha, aparentemente, um bom relacionamento com a esposa e os enteados.

De acordo com a PM-PR, o padrasto não fez nenhum exigência para dar fim ao cárcere privado. Os enteados foram amarrados e sofreram ameaças com uma faca.

BOPE LIDEROU NEGOCIAÇÕES

Uma equipe do BOPE se deslocou de Curitiba para ajudar nas negociações do sequestro. O local foi isolado. Um dos policiais conseguiu iniciar a conversa com o padrasto, que tem utilizado um espelho para se comunicar e mostrar ele e os adolescentes.

Segundo o major Fritola, o homem estava irredutível para encerrar o sequestro.

“Ele não entrou em detalhes do que seria o motivo de ele fazer as crianças de refém, nessa situação toda. Ele varia bastante o humor, as vezes ele tem picos de agressividade, de repente ele fica mais tranquilo. Então isso tem se desdobrado dessa forma”, afirmou.

O major disse que a noite toda foi de negociações e que o homem não dormiu. Apenas as crianças.

No local também estavam advogados, conselheiros tutelares e psicólogos.

A Secretaria de Segurança Pública disponibilizou um helicóptero para levar policiais de Curitiba para Cafelândia.

A aeronave e Consamu (Consórcio Intermunicipal Samu Oeste) seguiram de prontidão (no local com uma UTI móvel e uma equipe de suporte básico) para qualquer eventualidade.

sequestro cafelandia sesp heleicoptero
Reprodução/Tarobá

CRIANÇAS SÃO ATENDIDAS PELO SAMU

sequestro cafelandia faca sequestrador
Reprodução/Tarobá

Após serem libertadas pela equipe do BOPE, os adolescentes de 12 e 13 anos foram atendidos por uma equipe do Samu e encaminhados para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Cafelândia. Ambos irão receber acompanhamento psicológico.

Já Ezequiel foi detido no local e encaminhado para a Delegacia da Polícia Civil de Cafelândia. A faca utilizada pelo padrasto para ameaçar os enteados também foi apreendida.

Além de manter os enteados em cárcere, Ezequiel destruiu diversos móveis da residência. O homem será indiciado pelos crimes de cárcere privado e ameaça.

PF prende quadrilha que usava câmera para monitorar posto policial em Foz do Iguaçu

A Polícia Federal (PF) prendeu nesta terça-feira (16) uma quadrilha que usava câmaras para monitorar  um posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-277 na região de Foz do Iguaçu, oeste do Paraná.  O grupo repassava as informações para que os criminosos escapassem de fiscalizações da polícia. As investigações começaram em 2017. Foram identificados cinco núcleos criminosos que atuam no transporte de mercadorias ilícitas na região.

Em um vídeo divulgado pela PRF é possível ver o local onde uma câmera de alta resolução estava instalada. Eram fornecidos em tempo real todos os dados necessários aos criminosos para driblar a fiscalização naquele local. Durantes as investigações, foi constatado que o núcleo dava apoio a diversas organizações criminosas do país. O serviço de “monitoramento” era para diversos crimes desde de contrabandear produtos até tráfico de drogas.

Até o momento oito pessoas foram presas preventivamente e foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão nas cidades de Foz do Iguaçu, Céu Azul e Santa Terezinha do Itaipu. Grande parte dos suspeitos já tinha passagem pela prática de crimes de contrabando e descaminho, o que, segundo a PF, demonstra a dedicação à prática destes crimes de forma profissional.

No decorrer da investigação, foi constatado que os criminosos atuavam de diversas formas: desde o apoio logístico como armazenamento de mercadoria, disponibilização de olheiros, motoristas, batedores para o contrabando até a venda de produtos. Eram alvos dos grupos principalmente eletrônicos e cigarros. Carros roubados e com placas falsas também eram utilizados para a prática dos crimes.

Chamada de Operação Saúva, a ação tem, dentre outros, o objetivo de reunir informações complementares sobre a prática dos crimes de descaminho, contrabando, associação criminosa e tráfico de drogas, bem como verificar a lavagem de dinheiro por meio de ilícitos.

Instituto alerta para queda de temperatura no PR, SC e RS

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta sobre a queda da temperatura dos três estados da Região Sul que deve ocorrer entre hoje e o próximo sábado (9). Segundo o órgão, os termômetros podem registrar temperaturas abaixo dos 5ºC.

Frio pode ter causado a morte de morador de rua em praça de Curitiba

A temperatura deve cair devido a influência da formação de uma nova massa de ar polar sobre o Sul do Brasil. Segundo o Inmet, ela deve avançar e atingir também o Sudeste, parte do Centro-Oeste e até os estados de Rondônia e do Acre. Os ventos também deve ficar mais intensos, principalmente na região Sul e Sudeste, podendo atingir de 80 a 90 km/h, devido a possível formação de um ciclone extratropical sobre o Oceano Atlântico.

Foto: Reprodução / Inmet

De acordo com o alerta, as áreas que devem ser potencialmente afetadas estão entre o Planalto Norte Catarinense, Campanha, Região Metropolitana de Curitiba, Oeste Catarinense, Vale do Itajai, Grande Florianópolis, Planalto Sul Catarinense, Litoral Sul Catarinense, Encosta do Sudeste, Serra do Sudeste, Depressão Central, Encosta Inferior do Nordeste, Encosta Superior do Nordeste, Campos de Cima da Serra, Planalto Médio, Missões, Alto Uruguai, Central Paranaense, Litoral Paranaense, Norte Paranaense, Oeste Paranaense, Sudoeste Paranaense, Sul Paranaense, Litoral Gaúcho, Meio-Oeste Catarinense e Litoral Norte Catarinense.

Segundo o Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), com o afastamento das áreas chuvosas do estado para São Paulo e Oceano Atlântico, as temperaturas vão ter um declínio bem acentuado. Estão previstas geadas moderadas para os municípios próximos de Palmas e Pato Branco, no Sul, e geadas leves entre o Cascavel, Guarapuava e até na Região Metropolitana de Curitiba.