Baleia é encontrada morta no litoral do Paraná

Uma baleia foi encontra da morta litoral no Paraná, na tarde deste sábado (14).

Banhistas avistaram a baleia, já na areia da praia de Jamail-Mar, balneário que fica entre Praia de Leste e Matinhos.

 

Curiosos pararam para ver a baleia que tem aproximadamente 4 metros.

Segundo os banhistas, a baleia já está em estado de decomposição e um mau cheiro incomoda quem passa pelo local.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas ainda não se tem informações da espécie da baleia e nem da causa da morte do animal.

 

Edital para obra do binário da Praia de Leste é lançado

Foi publicado pelo DER o edital para tirar do papel o binário de Praia de Leste, no litoral do estado. O lançamento da licitação reacende a esperança pelo fim das extensas filas, já típicas da temporada e que ainda serão realidade no verão que se avizinha, uma vez que não há previsão para o início dos trabalhos.

A obra no balneário de Praia de Leste, em Pontal do Paraná, pode acabar com os congestionamentos e dificuldades de acesso ao município, que atualmente é feito em estrada de mão dupla e pista simples e registra filas de duas, três horas em épocas de alto movimento.

O projeto elaborado tem capacidade para absorver a média de 25 mil veículos ao dia que circulam na região durante a temporada e em outros momentos de procura ampliada.

O binário de Praia de Leste deve ter extensão de pouco mais de dois quilômetros e será formado pela PR-412 e a rua Iguaçu. Segundo o edital, disponível no portal Compras Paraná (www.comprasparana.gov.br), as vias devem passar por restauração, readequação e serão urbanizadas com calçadas, ciclovia e acostamento. A licitação prevê ainda a melhoria da sinalização e serviços de pavimentação e drenagem.
A obra deve ter valor máximo de R$ 9,8 milhões e o critério para a definição do vencedor é o menor preço, desde que sejam atendidos todos os demais requisitos. As empresas interessadas têm prazo até 25 de outubro para enviar as propostas e os documentos de habilitação.

Os trabalhos têm duração prevista de seis meses após a emissão da ordem de serviço, mas é impossível dizer em quanto tempo essa autorização pode sair.