Casos confirmados de coronavírus em Curitiba chegam a 75

Coronavírus em Curitiba: 75 casos confirmados e quatro pessoas em estado grave

Os casos do novo coronavírus (Covid-19) em Curitiba avançaram de 71 para 75 em um dia, segundo boletim divulgado pela Secretaria Municipal da Saúde.

Esse foi o segundo dia seguido com queda nas confirmações, descendo de cinco nessa sexta-feira (27) para quatro neste sábado.

Entre as cidades paranaenses, Curitiba lidera o número de casos confirmados de coronavírus com 54,3% dos 137 casos da doença no estado.

Ainda são analisados 156 pacientes sob suspeita do coronavírus na capital paranaense, enquanto 480 pessoas já tiveram seus exames descartados.

Mas o número de pessoas internadas em estado graves nas UTIs de Curitiba subiu de duas para quatro nas últimas 24 horas. Outro paciente está internado, mas seu quadro é estável e sem risco de morte.

Para a  infectologista da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) Marion Burger, o aumento do número de casos descartados e suspeitos se deve ao novo critério de monitoramento definido pelo Ministério da Saúde no dia 23 de março.

“A partir da nova definição passamos a monitorar prioritariamente os óbitos e casos graves de infecção respiratória – Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG)”, explicou Burger.

Além disso, Burger confirmou que exames em oito mortes de moradores de Curitiba por doenças respiratórias deram negativo para a presença de coronavírus.

vale-alimento-armazens-da-familia

Famílias com crianças na rede municipal de Curitiba têm direito ao Vale Alimentar

Famílias com crianças matriculadas na rede municipal de Curitiba têm direito ao Vale Alimento, no valor de R$ 70 reais. A medida tenta amenizar os impactos causados pela pandemia do novo coronavírus.

A iniciativa vai compensar a falta de alimentação nas escolas e creches, no período em que os locais de ensino estão fechadas.

A medida é uma extensão de um benefício dirigido às famílias que recebem o Bolsa Família, do Governo Federal, e tem crianças matriculadas nos municípios.

Em Curitiba, são quase 17 mil crianças beneficiadas. As famílias que tem direito devem retirar os alimentos numa das 34 lojas do Armazém da Família (confira os locais aqui).

Quem tem direito ao benefício vai ficar cadastrado nos armazéns da família. O cadastro será baseado nas informações da Secretaria Municipal de Educação.

coronavírus paraná casos confirmados

Casos de coronavírus confirmados sobem para 71 em Curitiba

Curitiba registrou a menor alta diária nos casos de coronavírus das últimas semanas. Segundo boletim da Secretaria Municipal da Saúde divulgado nesta sexta-feira (27), a capital paranaense somou mais cinco ocorrências confirmadas, passando para 71 ocorrências totais.

Já os casos suspeitos caíram de 175 para 68, chegando a marca de 368 ocorrências descartadas. Também foram registradas 20 pessoas recuperadas da doença.

Mas a médica infectologista Marion Burger afirmou que os casos confirmados são provenientes das semanas anteriores, sinalizando que os números de casos confirmados devem registrar crescimento nos próximos dias.

Outro fato que corrobora com a média infectologista é que apenas na última semana o Lacen (Laboratório Central do Estado do Paraná) começou a analisar as amostras de pacientes de Curitiba. O retorno com os resultados demora em média duas semanas.

QUADROS GRAVES APRESENTAM MELHORAS

Curitiba apresenta apenas dois casos graves de coronavírus. Um paciente de 49 anos que está internado no Hospital do Trabalhador, que está em quadro estável, mas que ainda inspira cuidados, além do médico da UPA Boqueirão, Jamal Munir Bark, que segue internado desde o dia 19 no Hospital Marcelino Champagnat.

Mesmo com o quadro ainda considerado grave, Jamal tem mostrado melhoras e conseguiu acordar em alguns momentos nesses últimos dias.

Cerca de 80% dos casos confirmados do coronavírus em Curitiba não apresentam gravidade, possibilitando aos pacientes que cumpram a quarentena de 14 dias de forma domiciliar.

Coronavírus em Curitiba

Coronavírus: Casos aumentam 17% e chegam a 66 confirmações em Curitiba

Os casos de coronavírus seguem em alta em Curitiba. Segundo boletim divulgado pela Secretaria Municipal da Saúde nesta quinta-feira (26), dez novas ocorrências da doença foram registradas, totalizando 66 na capital paranaense.

Esses números equivalem a 62,2% (106) de todos os casos confirmados de coronavírus no Paraná, segundo a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde).

As novas ocorrências foram registradas em cinco mulheres e cinco homens, com idade entre 29 e 61 anos. Além disso, outros 175 casos estão sendo investigados e outros 293 já foram descartados.

Até o momento quatro pacientes estão internados pela doença, dois deles em estado grave. Mas dos 77% dos casos diagnosticados foram classificados como leve, possibilitando que essas pessoas cumprissem isolamento de 14 dias em casa.

Dentro desse isolamento residencial, 14 pessoas já foram liberadas e puderam retomar o contato com seus familiares e ter livre circulação dentro de casa.

coronavírus paraná casos confirmados

Curitiba registra dez casos de coronavírus em 24 horas e chega a 56 ocorrências totais

Curitiba segue puxando os casos do novo coronavírus (Covid-19) no Paraná. Das 97 ocorrências confirmadas da doença no estado, 56 foram registradas na capital paranaense, sendo dez nas últimas 24 horas.

Segundo boletim da Secretaria Municipal da Saúde os novos casos foram registrados em três mulheres e sete homens, com idades que variam entre 30 e 77 anos. Ainda são investigados outros 135 ocorrências, sendo que outras 250 já foram descartadas.

Os números divulgados pelo município diferem dos apresentados pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), que aponta 60 casos confirmados e outros 328 em investigação.

GRAVIDADE DAS OCORRÊNCIAS

Ainda segundo a Secretaria Municipal da Saúde, 80% dos casos registrados em Curitiba foram de gravidade menor, permitindo o isolamento domiciliar por 14 dias.

Atualmente cinco pacientes estão internados, sendo apenas o caso do médico da UPA Boqueirão Jamal Munir Bark é apontado como grave. Jamal está internado no Hospital Marcelino Champagnat desde o dia 19 de março.

Greca Curitiba fundo Lei do Zoneamento obras Linha Verde ligeirão

“Nós continuamos em casa”, diz Rafael Greca em relação à pandemia de coronavírus

Na manhã desta quarta-feira (25), Rafael Greca afirmou que a Prefeitura de Curtiba segue as medidas repassadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) em relação à pandemia de coronavírus. “Em repeito aos curitibanos, nós continuamos em casa”, disse Greca no final do pronunciamento.

Na noite de ontem, em pronunciamento em rede nacional, o presidente Jair Bolsonaro orientou os governadores e prefeitos do país para cessarem o isolamento social para pessoas com menos de 60 anos, indo contra o Ministério da Saúde.

“Nossa vida tem que continuar, os empregos devem ser mantidos, assim como os sustentos das famílias. Algumas autoridades devem abandonar o terreno de terra arrasada”, apontou o presidente no discurso em rede nacional.

RAFAEL GRECA DIZ QUE NÃO HAVERÁ HOSPITAL NA ARENA DA BAIXADA

Além de orientar os curitibanos a ficarem em casa, Rafael Greca também anunciou algumas medidas:

  • garantia da merenda escolar para alunos carentes;
  • crédito de R$ 70 reais para a compra de mantimentos nos armazéns da família;
  • assepsia da cidade, com água misturada com hipoclorito de sódio;
  • máscaras escudo estão sendo feitas em impressoras 3D, para distribuição para funcionários da saúde;

O prefeito também foi enfático em dizer que não haverá hospital na Arena da Baixada. “Não precisamos disso, a estrutura de saúde de Curitiba é formidável. Um hospital improvisado é um perigo para todos.”

GOVERNO DO PARANÁ MANTÉM ISOLAMENTO SOCIAL

Mesmo sendo aliado de Jair Bolsonaro, o Governo do Paraná anunciou nesta quarta-feira (25) que irá manter o planejamento de contingência contra o coronavírus. O governador Carlos Massa Ratinho Junior também decidiu seguir as orientações do Ministério da Saúde e continuar com o planejamento em relação à pandemia do coronavírus.

CORONAVÍRUS EM CURITIBA: RECOMENDAÇÕES

coronavirus-prevenção-1024x407
Formas para evitar a transmissão do coronavírus. (Reprodução / Ministério da Saúde)

Na semana passada, a Prefeitura de Curitiba criou um canal de teleatendimento à população. Profissionais da área da Saúde atendem pessoas com sintomas de doenças respiratório e esclarecem dúvidas. Para entrar em contato, é só ligar para (41) 33350-9000.

Por fim, a Secretaria Municipal da Saúde reforça é a principal orientação é todos ficarem em casa. Nesse cenário, tornam-se necessárias as medidas de higiene como lavar a mão com água e sabão ou álcool gel, além de evitar contatos físicos.

“Se alguém apresentar quadro que sugerem infecção respiratória, essa pessoa deve ficar isolada, em casa, por 14 dias”, completa a infectologista Marion Burger.