procon, multa, reclamações, promoção, black friday, uber eats, aplicativos, big mac, mc donald's, mcdonald's, mcdonalds, bk friday, bk, burger king, promoção, promoções, burger king, bk friday, mequi friday

Black Friday: Burger King e McDonald’s podem ser multados por falhas em promoções

Promoções relacionadas à Black Friday, como a BK Friday, do Burger King, e a Méqui Friday, do McDonald’s, são alvos de reclamações de clientes frustrados nas redes sociais e nos órgãos de defesa do consumidor, como o Procon. Eles responderão a processos administrativos e podem ser multados.

De acordo com o Procon do Paraná, um levantamento prévio deve ser divulgado na segunda-feira (2). No entanto, o órgão confirma que redes de fast food, como Burger King e McDonald’s, estão no centro das reclamações. Reclamações também podem ser registradas por meio da plataforma online do Procon-PR.

As duas concorrentes apostaram alto na divulgação de promoções da Black Friday, mas o resultado frustrou a expectativa de parte dos clientes. Filas enormes foram registradas em lojas de diversas capitais.

Tanto o Burger King quanto o McDonald’s já foram notificados pelo Procon-SP. Durante as fiscalizações, o órgão encontrou problemas principalmente relacionados à parceria com o Mercado Pago.

De acordo com a fundação, as empresas notificadas deverão prestar esclarecimentos e vão responder a processos administrativos. A depender da apuração, as empresas podem receber multas.

Procon-SP notifica Burger King e McDonald’s

Empresas apresentaram problemas na oferta de lanches durante a Black Friday e responderão a processos administrativos.O consumidor com problemas na Black Friday pode acessar nosso site (www.procon.sp.gov.br) ou baixar o aplicativo para fazer sua reclamação.

Publicado por Procon-SP em Sexta-feira, 29 de novembro de 2019

 

Ratinho Junior autoriza novas promoções e progressões para servidores

O governador Ratinho Junior autorizou, nesta segunda-feira (5), o pagamento das progressões e promoções de carreira do Quadro Próprio dos Servidores da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, da Secretaria da Fazenda, da Procuradoria-Geral do Estado e do Departamento de Trânsito do Paraná. Segundo o Governo, a implantação dos avanços representa um incremento mensal de R$ 2,6 milhões na folha do Estado.

O Governo já havia autorizado a promoção e progressão para o Quadro Próprio do Poder Executivo, da Secretaria da Saúde e também de agentes das polícias. No total, 20 mil servidores já foram beneficiados.

Com investimento previsto de R$ 277 milhões na Lei de Diretrizes Orçamentárias deste ano para a implantação de novas concessões para os profissionais que já cumpriram os requisitos para a aquisição desses direitos, até o final do ano cerca de 40 mil servidores serão contemplados.

“Não é nada mais do que a nossa obrigação, ressarcir os servidores com aquilo que eles têm de direito. Esse é um compromisso sagrado, mas que só é possível dentro de uma organização financeira. Sem criar falsa expectativa nem colocar a situação financeira do Estado em risco”, disse Ratinho Junior.

Apenas com promoções e progressões ligadas à Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento, na administração direta e também em autarquias como Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) e Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), o investimento é de R$ 780 mil.

Para o secretário da pasta, Norberto Ortigara, o anúncio é fundamental para manter o servidor motivado. “O Paraná moderno é feito de conhecimento, com o ser humano pesquisando soluções novas diariamente”, ressaltou.

O benefício contempla também auditores fiscais ligados à Secretaria da Fazenda, procuradores-gerais do Estado e profissionais do Detran-PR, totalizando pouco mais de R$ 1,8 milhão na folha mensal.

O diretor-geral da Secretaria da Fazenda, Fernades dos Santos, explica que o montante representa um aumento de 1,2% para servidores ativos e inativos. “Esse pacote abrange praticamente todos os servidores da ativa. Para efeito de comparação, o impacto de quase R$ 280 milhões em 2019 é como se o Governo tivesse dado um aumento de 1,2% para ativos e inativos”, explicou.

Na Secretaria da Saúde serão implantadas 664 promoções e progressões a servidores que adquiriram o direito entre janeiro e julho. Além disso, há mais 2.468 avanços previstos, de julho até dezembro.

Anteriormente, agentes das polícias também foram beneficiados com a liberação de avanços de carreira que começam a ser pagos imediatamente. Na PM, além das promoções de 51 Oficiais e 248 Praças, foram liberadas 1.972 progressões.

O despacho governamental também garante a implantação e o pagamento de todas as promoções e progressões de todos os militares que cumpriram os requisitos legais em 2018 e em 2019.

Neste ano, na categoria de praças policiais e bombeiros militares, serão 1.455 promoções até dezembro. Com relação às progressões, o total de beneficiados chegará a 2.461. São 1.972 contemplados já na próxima folha e outros 489 até o final do ano.

Metade dos consumidores vão gastar mais de R$ 600 na Black Friday, diz pesquisa

Mais de 100 milhões de brasileiros devem aproveitar as promoções da Black Friday este ano e metade deles pretende gastar mais de R$ 600, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Boa Vista SCPC.  Para outros 11% o ticket médio deve ficar entre R$ 501 e R$ 600.

Neste ano, a data promocional cai no dia 23 de novembro.

Ainda de acordo com o levantamento,  64% dos consumidores pretendem pagar as compras da Black Friday parcelando o valor, enquanto 36% pagarão à vista. Dos que irão parcelar o pagamento das compras nesta data, 27% farão de 2 a 3 vezes; 32% entre 4 e 12 vezes e 5% acima de 12 vezes. Para isso, 44% utilizarão o cartão de crédito, seguido por boleto bancário (18%). As outras formas de pagamento mais utilizadas serão em dinheiro (13%) e cartão de débito (9%).

Dos que farão compras na Black Friday, 63% afirmam que já compraram em anos anteriores nesta mesma data, e 81% destes declaram ser vantajoso aproveitar a ocasião para fazer compras, principalmente por obter descontos (redução de preços, juros menores, isenção de juros etc), em 76% dos casos. Ainda de acordo com a pesquisa da Boa Vista, para 56% as compras na Black Friday serão planejadas. 37% de oportunidade. 6% de ocasião e para 1% por impulso.

Quando o assunto é o local da compra, 60% pretendem comprar em e-commerces e 40% em lojas físicas, dos quais 25% concentrarão as compras nas grandes redes varejistas/lojas de departamentos de shoppings e 22% nas demais lojas de shoppings centers.

Itens procurados

Entre as principais categorias de produtos que os consumidores pretendem comprar, destacam-se: 51% eletrônicos e eletrodomésticos (empatados), 42% celulares, 38% itens de moda e acessórios, 33% informática, 32% itens de casa e decoração e 17% produtos de saúde, cosméticos e perfumaria.

A pesquisa identificou também que 58% dos consumidores irão comprar produtos que ainda não possuem. 38% comprarão produtos para substituir outros ou repor o que já possuem e apenas 4% comprarão por motivo de lançamento ou por desejarem estar na moda/antenado(a) com as novidades.

Dos 29% que não farão compras na Black Friday, 20% alegam que o endividamento é o principal motivo para não consumir nesta data. O aumento dos preços/inflação aparece como segundo motivo (18%), seguido da contenção de despesas (17%), pagamento de outras contas da casa (15%), desemprego (12%); não ter o hábito de fazer compras nesta data/sem vantagem (12%) e redução da renda/salário (6%).

A pesquisa foi realizada com cerca de 1.200 entrevistados, em todo o país, entre os meses de setembro e outubro.

Vendas na Black Friday devem crescer 4,5%, prevê SPC

Uma pesquisa do Boa Vista SCPC projeta um crescimento em torno de 4,5% das vendas na Black Friday deste ano, que será no dia 23, na comparação com a de 2017.

Com isto, o desempenho do comércio na data deve superar o das demais datas comemorativas deste ano. Na Páscoa, as vendas registraram alta de 3,2%; no Dia das Mães, 4%; no Dia dos Namorados, 2,2%; 2,8% no Dia dos Pais; e 2,2% no Dia das Crianças.

Entre os motivos para o otimismo, os economistas apontam a melhora das condições de financiamento. Diante inadimplência baixa, os bancos mostram-se dispostos a aumentar a oferta de empréstimos. Por parte dos consumidores, as taxas de juros menores e a melhora da confiança tendem a elevar a demanda por crédito.

Entre os itens mais vendidos na data, destacam-se eletrônicos e eletrodomésticos, itens de valor mais elevado cujas vendas dependem das condições do crédito.

Além disto, ano após ano os consumidores têm aproveitado as promoções da Black Friday para já antecipar as compras de Natal, o que também vem favorecendo o movimento do comércio na data.

Ainda assim, de acordo com a Boa Vista SCPC, mesmo diante da antecipação das vendas de Natal para a Black Friday, a melhora do cenário econômico já aponta para um aumento significativo do movimento do comércio na principal data do ano para o setor.

Procon divulga lista de sites para evitar na Black Friday

O Procon de São Paulo divulgou, nesta terça-feira (13), a lista dos sites que devem ser evitados pelos consumidores durante as promoções da Black Friday, que será na sexta-feira, dia 23 de novembro.

A lista inclui os sites que tiveram reclamações de consumidores registradas junto ao órgão, que foram notificados e não responderam ou não foram encontrados.  O documento aponta 500 lojas virtuais, organizado por ordem alfabética pelo nome fantasia da empresa.

No Brasil é comum que as ofertas comecem a ser divulgadas na quinta-feira (22) e, algumas lojas, fazem a “Black Week”, com ofertas durante toda a semana.

É importante que o consumidor verifique a legitimidade do e-commerce, cheque o prazo do frete e a disponibilidade do produto divulgada pela loja.

É possível ver opiniões de outros consumidores da loja escolhida em sites como Reclame Aqui e Proteste.

 

Consumidor

De acordo com uma pesquisa do Ibope Conecta, os produtos mais procurados pelos consumidores nessa promoção são eletroeletrônicos e eletrodomésticos. O levantamento foi encomendado pelo Mercado Livre.

Ainda segundo o levantamento, 79% dos entrevistados afirmaram que pretendem aproveitar as promoções neste ano e 31% querem comprar aparelhos celulares e 11% almejam eletrodomésticos. A internet deve ser a principal forma de compra.

 

Liquidações agitam o comércio de Curitiba

Por Narley Resende

Redes de varejo fazem, nesta sexta-feira, sua liquidações de início de ano. Algumas lojas amanheceram com filas e outras, como a Magazine Luíza, por exemplo, já tinham fila de clientes desde a noite de quinta-feira. A rede realiza a tradicional liquidação desde 1994, e promete descontos que podem chegar a 70%. Outras grandes redes de varejo, especialmente de eletrodomésticos, também realizam queima de estoque nesta semana, com descontos que variam de 50% a até 80%.

Neste ano, as redes Ponto Frio e Casas Bahia abriram as portas de lojas já às 7 horas da manhã para receber os clientes. Segundo a ViaVarejo, responsável pelas duas redes, o corte nos preços pode chegar a 60% em produtos de tecnologia, linha branca, eletroportáteis, informática, smartphones e móveis.

Mercados, como Carrefour e Condor, também prometeram reduzir preços nesta sexta. O Carrefour anunciou o chamado Liquida Geral, que vai oferecer valores especiais em diversas categorias, incluindo produtos eletrônicos, de bazar e roupas. A rede paranaense Condor informou que os descontos serão válidos para todos os departamentos das lojas.

As liquidações de começo de ano são uma forma de as empresas se desfazerem do estoque de fim de ano e renovar os produtos no ano novo. Portanto, o consumidor precisa estar atento e verificar a qualidade do produto e se ele não está com defeito.

Na fila desde a madrugada desta sexta-feira, Amir Ali se programou para a promoção. “Estou monitorando o preço de uma TV Smart de 32 polegadas desde dezembro. Quase comprei por R$ 1099,00, mas me falaram que hoje estaria por R$ 899,00. Vamos ver se não é propaganda enganosa”, disse.

O gerente de uma das lojas que aderiu à liquidação, Lucas Aires, disse que o movimento atingiu a expectativa. Ele garantiu que todos os produtos são embalados, com garantia e que os descontos são reais, de até 70%. “É uma tradição da nossa loja, somos pioneiros nisso e é uma ótima ferramenta para atrair clientes”.

Black Friday deve movimentar R$ 130 milhões no comércio do Paraná

A previsão de compras a serem realizadas nesta sexta-feira (24), durante as promoções da Black Friday no Paraná, chega a R$ 130 milhões, de acordo com a estimativa gerada a partir do histórico das edições anteriores e no tráfego do portal BlackFriday.com.br, idealizador da ação no Brasil.

Para evitar casos de fraude nas compras online, o Procon divulgou uma lista de sites que devem ser evitados pelos consumidores.  A “lista negra” aponta 518 lojas virtuais, que tiveram reclamações de consumidores, foram notificadas, mas não responderam ou não foram encontradas.

A pesquisa sobre a variação dos preços, também é necessária, de acordo com o órgão. “Em outros Procons pelo Brasil, não são poucos os relatos e constatação da prática de maquiagem de preços, ou seja, as empresas aumentam previamente o valor dos produtos para oferecer descontos no momento da realização da promoção”, orienta a diretora Cláudia Silvano.

“É necessário também observar se nos sites constam todos os dados do fornecedor e desconfiar se apenas for informado um telefone celular para contato. O fornecedor deve ter CNPJ e é possível verificá-lo no site da Receita Federal”, afirma a nota divulgada.

O Procon recomenda o acompanhamento dos preços por pesquisa prévia e frequente dos produtos e, além disso, checar se o site é brasileiro para evitar lidar com Código do Consumidor de outros países.

Em Maringá, os lojistas estão otimistas com as vendas. O gerente da Casas Bahia, Isaac Reded, calcula que o faturamento deve triplicar com os descontos ofertados pela rede durante a campanha. “Os itens mais procurados, geralmente, são os de telefonia. Em seguida aparecem TVs e produtos de informática”, afirmou o gerente ao Metro Maringá.

O evento chegou ao Brasil em 2010, por iniciativa de uma empresa especializada em descontos na Internet. A primeira Black Friday no Brasil foi totalmente online. As promoções acontecem anualmente na quarta sexta-feira de novembro, sendo realizada agora também em lojas físicas.

Caso o consumidor sinta-se prejudicado, pode denunciar ao Procon através do número: 0800 41 1512.

Procon orienta os consumidores sobre cuidados na Black Friday

O Procon-PR orienta os consumidores a pesquisarem antes da compra na Black Friday, que acontece nesta próxima sexta-feira, dia 24.

O evento reúne lojas físicas e virtuais com descontos em produtos, com destaque aos eletroeletrônicos (computadores, celulares, tablets e eletrodomésticos).

“Em outros Procons pelo Brasil, não são poucos os relatos e constatação da prática de maquiagem de preços, ou seja, as empresas aumentam previamente o valor dos produtos para oferecer descontos no momento da realização da promoção”, orienta a diretora do Procon, Cláudia Silvano.

O órgão afirmou que pretende evitar que o consumidor faça um mau negócio, seja enganado e lesado por descontos falsos. Em compra pela internet, a orientação é utilizar os buscadores de preços e também pesquisar em vários sites e até mesmo em lojas físicas.

É necessário também observar se nos sites constam todos os dados do fornecedor e desconfiar se apenas for informado um telefone celular para contato. O fornecedor deve ter CNPJ e é possível verificá-lo no site da Receita Federal.

O Secretário da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Artagão Júnior, lembra que os consumidores devem evitar compras impulsivas. “Antes de efetuar a compra é preciso que o consumidor avalie a real necessidade do produto neste momento a fim de evitar compra que pode resultar em dívida para o próximo ano”, aconselha ele.

O evento chegou ao Brasil em 2010, por iniciativa de uma empresa especializada em descontos na Internet. A primeira Black Friday no Brasil foi totalmente online. As promoções acontecem anualmente na quarta sexta-feira de novembro, sendo realizada agora também em lojas físicas.

Começa a programação de natal nos shoppings de Curitiba

Redação com assessorias

O comércio aposta que o Natal de 2017 será de recuperação da economia, mas ainda em um cenário onde o consumidor não terá o mesmo poder de compra dos anos que antecederam a crise. Para atrair os clientes, as tradicionais promoções com sorteios de carros importados e apresentações natalinas que encantam adultos e crianças.

No Shopping Mueller, a programação começa nesta semana com o trono do papai noel, ursos gigantes, balões suspensos e brinquedos gira-gira. E a partir do dia 23, a decoração Túnel de Luz, com milhares de microlâmpadas que acendem conforme a música toca, prometem encantar os visitantes. Para atrair clientes, o shopping vai sortear três carros de luxo: um Mini Cooper, uma BMW 320i Sport, e uma Mercedes-Benz Gla 200.

No Park Shopping Barigui, o “Incrível Jardim de Natal” começa no dia 16 de novembro, com  apresentações do espetáculo musical “Believe in Shine”. Inspirada nos jardins europeus, a decoração traz um gazebo que guarda e protege as raízes da árvore de Natal. Em uma varanda superior acontece o espetáculo musical com números de dança e um show de luzes e cores. Até o Natal, serão 16 apresentações gratuitas dos dias 07 a 23 de dezembro, a partir das 20h30

O Pátio Batel  traz  o “SHOW DE NATAL COM A AURORA BOREAL”, com  20 músicos, 9 bailarinos e direção de Regina Vogue. As apresentações acontecem do dia 14 de novembro a 21 de dezembro, todas as terças e quintas, às 20hs. E na exposição “Aurora Borealis”,  Marco Brotto, o “caçador de Auroras Boreais”, mostra as fotos das incríveis viagens para registrar o fenômeno. Para as crianças, além do tradicional papai noel, tem o Cineminha do Noel, com o filme a Fazenda das Renas.

No PolloShop, o clima de Natal toma conta dos corredores com decoração natalina e a promoção que terá o sorteio de um Jeep Compass zero quilômetro.

Segundo o CEO do PolloShop, Ivo Orlando Petris, a expectativa é de aumento nas vendas, já que o clima positivo de compras está voltando. “É uma data que sempre agita o shopping e, neste ano, com esse cenário de recuperação sendo formado, temos expectativas que o Natal de 2017 seja melhor em comparação ao do ano passado. Temos investido em novidades no shopping, e também temos inovado e investido nas mídias sociais, para aproximar o cliente e atrair ainda mais pessoas para o Pollo”, afirma.

Começa a programação de natal nos shoppings de Curitiba

 

Redação com assessorias

O comércio aposta que o Natal de 2017 será de recuperação da economia, mas ainda em um cenário onde o consumidor não terá o mesmo poder de compra dos anos que antecederam a crise. Para atrair os clientes, as tradicionais promoções com sorteios de carros importados e apresentações natalinas que encantam adultos e crianças.

No Shopping Mueller, a programação começa nesta semana com o trono do papai noel, ursos gigantes, balões suspensos e brinquedos gira-gira. E a partir do dia 23, a decoração Túnel de Luz, com milhares de microlâmpadas que acendem conforme a música toca, prometem encantar os visitantes. Para atrair clientes, o shopping vai sortear três carros de luxo: um Mini Cooper, uma BMW 320i Sport, e uma Mercedes-Benz Gla 200.

No Park Shopping Barigui, o “Incrível Jardim de Natal” começa no dia 16 de novembro, com  apresentações do espetáculo musical “Believe in Shine”. Inspirada nos jardins europeus, a decoração traz um gazebo que guarda e protege as raízes da árvore de Natal. Em uma varanda superior acontece o espetáculo musical com números de dança e um show de luzes e cores. Até o Natal, serão 16 apresentações gratuitas dos dias 07 a 23 de dezembro, a partir das 20h30

O Pátio Batel  traz  o “SHOW DE NATAL COM A AURORA BOREAL”, com  20 músicos, 9 bailarinos e direção de Regina Vogue. As apresentações acontecem do dia 14 de novembro a 21 de dezembro, todas as terças e quintas, às 20hs. E na exposição “Aurora Borealis”,  Marco Brotto, o “caçador de Auroras Boreais”, mostra as fotos das incríveis viagens para registrar o fenômeno. Para as crianças, além do tradicional papai noel, tem o Cineminha do Noel, com o filme a Fazenda das Renas.

No PolloShop, o clima de Natal toma conta dos corredores com decoração natalina e a promoção que terá o sorteio de um Jeep Compass zero quilômetro.

Segundo o CEO do PolloShop, Ivo Orlando Petris, a expectativa é de aumento nas vendas, já que o clima positivo de compras está voltando. “É uma data que sempre agita o shopping e, neste ano, com esse cenário de recuperação sendo formado, temos expectativas que o Natal de 2017 seja melhor em comparação ao do ano passado. Temos investido em novidades no shopping, e também temos inovado e investido nas mídias sociais, para aproximar o cliente e atrair ainda mais pessoas para o Pollo”, afirma.