Ministério da Saúde intensifica vacinação contra febre amarela no Sul

O vírus da febre amarela está em circulação nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná e pode causar surtos da doença se a população não estiver vacinada até dezembro.

O alerta, da coordenadora-geral substituta do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Francieli Fantinato, foi feito durante palestra na XXI Jornada Nacional de Imunizações, que ocorre em Fortaleza (CE) até o dia 7 de setembro.

O risco mobilizou o Ministério e as secretarias de saúde dos três estados a realizarem, desde agosto, uma campanha de intensificação da vacinação. A doença registra maior incidência entre dezembro e maio.

A medida é preventiva e tem o objetivo de imunizar a população entre os nove meses e 60 anos de idade incompletos. Além da busca ativa por não vacinados, o Ministério da Saúde e os estados pretendem fortalecer a vigilância de macacos.

A região Sul tem recomendação para vacinação contra a febre amarela desde 2018.

Em todo o país, a cobertura vacinal contra a doença é de 64%. Apenas os estados de Goiás, Roraima e Distrito Federal alcançaram a meta de vacinar 95% da população. Por enquanto, o Nordeste não tem recomendação para vacina.

O alerta leva em conta a previsão de rotas de dispersão do vírus, ocorrência de casos e a baixa cobertura vacinal nos estados do Sul.
“Existe a circulação do vírus da febre amarela nos corredores ecológicos. Nos três estados há áreas em que a população precisa ser vacinada imediatamente. Em outras, a previsão é que o vírus chegue até dezembro. Se a população não for vacinada rapidamente poderá ocorrer surtos da doença.”

Quem viajar para os locais onde a vacina é recomendada, a orientação é tomar a dose pelo menos dez dias antes do deslocamento.

No Paraná, de 1º de julho de 2018 ao mesmo período deste ano, foram confirmados 17 casos de febre amarela com uma morte.

Até 30 de agosto, duas pessoas morreram em Santa Catarina por conta da doença. Além disso, há o registro de cinco mortes de macacos por febre amarela (um em Garuva, um em Indaial, um no Jaraguá do Sul e dois em Joinville.

O evento foi promovido pela Sbim (Sociedade Brasileira de Imunizações).

Antes de duelo histórico contra o Boca Juniors, Athletico oficializa meia do Grêmio

Athletico encara o Boca Juniors nesta quinta-feira (9), às 21h30, na La Bombonera, em Buenos Aires. 2 mil torcedores athleticanos são esperados na Argentina.

A partida não será televisionada. Para assistir o duelo, é preciso acompanhar o Facebook da Conmebol.

O duelo fecha a fase de grupos da Libertadores 2019 põe frente à frente os dois melhores times do Grupo G.

O Furacão é líder da chave com 9 pontos, enquanto os argentinos somam um ponto a menos e só perdem a posição se o Tolima golear o Jorge Wilstermann por 8 a 0. Vale lembrar que quem terminar na liderança, terá vantagem de decidir as oitavas de final dentro da própria casa.

Os argentinos devem entrar em campo querendo revanche, já que perderam por 3 a 0 na Arena da Baixada. Na ocasião, o atacante Marco Rúben marcou os três gols do Furacão (veja) e elevou o patamar da equipe, tornando o Rubro-Negro uma das sensações da temporada. Para muitos, foi a melhor atuação de um clube brasileiro no torneio.

Sem o zagueiro Thiago Heleno e o volante Camacho, Paulo André e Wellington devem iniciar o jogo como titular. Já por outro lado, o técnico Tiago Nunes terá a volta do meio campista Lucho González, que deve atuar mais próximo do ataque.

Pelo lado dos argentinos, a dúvida de Gustavo Alfaro é a escalação de Carlitos Tévez. Caso opte pelo experiente atacante, o meia Almendra deve perder espaço.

BOCA JUNIORS x ATHLETICO

Data, local e hora: quinta-feira (09/05/2019), às 21h30 (horário de Brasília, em Buenos Aires).

Arbitragem: Carlos Orbe apita a partida e será auxiliado por Byron Romero e Christian Lescano. Todos são do Equador.

Boca Juniors: Andrada; Buffarini, Lisandro López, Izquierdoz e Más; Marcone, Nández e Almendra (Tévez); Villa, Zárate e Benedetto. Técnico: Gustavo Alfaro.

Athletico: Santos; Jonathan, Paulo André, Léo Pereira e Renan Lodi; Wellington, Bruno Guimarães e Lucho González; Nikão, Rony e Marco Rúben. Técnico: Tiago Nunes.

REFORÇO

O Athletico anunciou oficialmente o meia Thonny Anderson nesta quinta-feira (9). O jogador vem do Grêmio por empréstimo ao Furacão até dezembro, mas não poderá atuar na Libertadores 2019 por já ter defendido a equipe gaúcha na competição.

Bicampeão gaúcho e campeão da Recopa Sul-Americana, Thonny se destaca por ter presença de área. Apesar de ser meia, ele foi bastante utilizado pelo técnico Renato Gaúcho como referência no ataque. Neste caso, o reforço do Furacão deve ser utilizado como reserva de Marco Rúben.

Paraná Clube está próximo de acertar primeiro reforço para zaga

O Paraná Clube já está pensando na Série A do ano que vem e está próximo de acertar o primeiro reforço para a temporada 2018. De olho no mercado, o Tricolor estaria negociando com o zagueiro Charles, de 29 anos, que estava no Joinville. O clube não confirma.

Natural de Blumenau, em Santa Catarina, o defensor foi revelado pelo JEC. Além disso, já defendeu a camisa do Paysandu, Fortaleza, Ceará, Juventus-SC e Nagoya Grampus, do Japão. No segundo semestre deste ano, o jogador fez oito partidas pelo Joinville.

Se fechar a contratação, Charles deverá suprir a demanda no setor com as saídas de Eduardo Brock, que acertou com o Goiás, e Iago Maidana, que pertence ao São Paulo e também deve deixar a equipe paranista.

 

Paraná Clube anuncia reforço no ataque

O Paraná Clube anunciou a contratação do centroavante Alemão, para sequência do Campeonato Brasileiro da Série B. O jogador é formado na base do Santos e estava no Eindhoven, da Holanda.

O atleta chega como opção para o setor, já que o tricolor encontra dificuldades para achar um camisa nove ideal. Alemão já está em Curitiba, passou pelos exames de rotina e iniciou os treinamentos no CT Ninho da Gralha.

Como atuava no futebol holandês, o jogador aguarda a abertura da janela de transferências internacionais, no próximo dia 20, para ser inscrito na Série B. Se for regularizado até o dia 22, o centroavante poderá estrear diante do Criciúma, na 10ª rodada. O duelo está agendado para a sexta-feira (23), em Santa Catarina.

“Chego com muita vontade de ajudar os companheiros, sabendo que a Série B é um campeonato difícil e de muita visibilidade”, destacou o reforço.

Além do recém-contratado, o Paraná Clube tem disponíveis no ataque os jogadores Daniel Morais, Felipe Alves, Pedro, Nathan, Rafinha, Rafhael Lucas e Robson.

 

Cria do Santos

Alemão foi revelado na base do Santos e construiu uma carreira com muitos gols em diversas equipes do interior paulista. O atacante também balançou as redes no futebol internacional, atuando na Itália, Méximo e Holanda.

“É uma grande oportunidade de voltar a jogar no meu País e por um clube de uma camisa tão respeitada”, ressaltou.

 

Perfil

Nome: José Carlos Tofolo Júnior

Idade: 28 anos (02/03/1989, Valinhos-SP )

Altura: 1,85m

Peso: 79kg

Posição: atacante

Clubes: Santos-SP, Udinese-ITA, Vicenza-ITA, Guaratinguetá-SP, Ponte Preta-SP, Vitória-BA, Chapecoense-SC, Portuguesa-SP, Cruz Azul-MEX, Figueirense-SC, Botafogo-SP, FC Eindhoven-HOL e Paraná Clube

 

 

 

 

 

Daniel reforça o meio-campo Coxa Branca

O meia Daniel, cujo vínculo ainda pertence ao São Paulo, é mais um reforço para o Coritiba e pode ser o camisa 10 que o treinador Paulo Cesar Carpegiani tem pedido para a diretoria. A contratação do meia de 23 anos, que deve ser apresentado antes do clássico Atletiba do final de semana, vinha se arrastando havia um mês. Antes de liberar o jogador para o Coxa, o São Paulo, a exemplo do que tem feito em outras situações, estendeu o vínculo do atleta.

Em entrevista ao site oficial do clube, Daniel disse que está pronto para jogar. “Minha questão é mais o ritmo de jogo, fiz uma boa pré-temporada, então fisicamente estou bem, o que pode atrapalhar um pouco é o ritmo de jogo, mas isso vamos pegando com as partidas”, comentou.

Daniel surgiu no Botafogo, onde fez uma boa temporada até se lesionar e em seguida ir para o São Paulo. No Tricolor paulista ele teve poucas oportunidades, mas quer recomeçar no Coxa. “É uma oportunidade muito boa, sempre observei o Coritiba, uma equipe que respeito e aqui quero ganhar tudo o que for possível”, disse.

“Sou um jogador técnico, rápido e decisivo, tem tudo para eu me encaixar no grupo e no time também e juntos trazermos mais vitórias”, concluiu.

Toulouse faz jogo duro, mas libera William Matheus

Depois de muita conversa, idas e vindas, o Toulouse da França liberou e o ala-esquerdo William Matheus já acertou sua contratação com o Coritiba. O atleta havia sido emprestado ao Fluminense no ano passado, onde fez uma boa temporada e chamou a atenção da diretoria alviverde para a vaga de Carlinhos. Na última semana, quando tudo parecia acertado, o time francês colocou mais barreiras para a liberação e aumentou a pedida. Matheus terá contrato até dezembro de 2019.

Em entrevista ao globoesporte.com, o diretor de futebol Alex Brasil disse as negociações paralelas com Ronaldinho Gaúcho fizeram os franceses crescerem o olho. “Foi um trabalho de todos, uma negociação difícil que teve idas e vindas. O fato de ter repercutido o nome do Ronaldinho Gaúcho, a Toulouse cresceu o olho, mas conseguimos inverter tudo. Foi uma negociação difícil, mas o atleta abdicou de coisas na França para nos ajudar. Agora, o atleta vem em definitivo”, disse Brasil

O diretor revelou também que Matheus chegou a ficar treinando escondido do grupo em Foz, onde aconteceu a pré-temporada.  “Desde Foz, ele está escondido treinando a parte física. Claro que, em momentos de trabalho com bola, não deixamos fazer. O atleta está desde a segunda semana com os jogadores. Mas não poderíamos divulgar porque traria problemas com o Toulouse”, concluiu.

Montillo volta ao Brasil e reforça o Botafogo

Após ser recebido com grande festa no aeroporto, o meia Walter Montillo realizou exames médicos na tarde desta quinta-feira (29) e assinou contrato de um ano com o Botafogo, em General Severiano. O vínculo foi oficializado no Centro de Memória do clube com toda a diretoria. A entrevista coletiva do atleta está prevista para janeiro.

“A expectativa é grande. É um desafio muito lindo para mim, com 32 anos. Vou trabalhar duro e forte para essa equipe que fez um grande trabalho em 2016. Não venho fazer outra que não seja mostrar o meu futebol e ajudar”, disse o jogador.

“Para mim é uma hora vestir essa camisa. É muita história. Sou muito honrado de usá-la, com humildade e felicidade. Tomara que, com muito trabalho, possa levar essa camisa  a grandes conquistas”, disse ao site oficial do clube.

O atleta, com grande temporada no Cruzeiro, passou pelo San Lorenzo (ARG), Morelia (MEX), Universidad Chile,  Santos e Shandong Luneng.

Paraná contrata atacante do Figueirense e o experiente Cristian

O Paraná concretizou duas contratações para o segundo turno do Brasileirão da Série B.  A diretoria definiu na quinta-feira (11), duas novas contratações para dar mais opções ao técnico Marcelo Martelotte. O meia Cristian, 36 anos, e o atacante Guilherme Queiroz, 26 anos, chegaram e já se colocaram à disposição da comissão técnica para o jogo do próximo dia 19 (às 20h30), contra o Brasil de Pelotas, na Vila Capanema. Com 26 pontos e em 9º lugar, o Tricolor larga na segunda metade da competição visando, inicialmente, a reaproximação do G4.

“Havia a necessidade de qualificarmos nosso grupo. Com a saída do Marcelinho, que rescindiu seu contrato, trouxemos o Guilherme Queiroz, que ano passado fez uma ótima temporada na Portuguesa”, destacou o superintendente de futebol Hélcio Alisk. Na Lusa, Queiroz marcou 12 gols em 19 jogos, em 2015, quando foi o artilheiro da Série C. No início do ano, o Tricolor já havia sondado a possibilidade de contratá-lo, mas o jogador se transferiu para o Figueirense. “Agora, surgiu a oportunidade e avançamos rapidamente na negociação”, disse Hélcio, ao site oficial do clube. O vínculo de Queiroz será até o final da temporada.

Já o meia Cristian inicia a sua terceira passagem pelo clube. Ele chega com a missão de tentar arrumar o meio-campo da equipe e liderar o grupo nesta segunda metade da Série B. “Quando me ligaram, não pensei duas vezes. Conheço o clube e adoro a cidade. Tinha outras propostas, financeiramente superiores. Eu escolhi voltar ao Paraná, pois confio nas pessoas e no projeto”, disse.