Almirante Tamandaré - Campo Largo - Campo Magro - Comec - linhas de ônibus

Comec irá diminuir frota de ônibus na Região Metropolitana de Curitiba

A Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba) anunciou nesta segunda-feira (23) que irá reduzir a frota de ônibus disponível à população a partir desta terça-feira (24).

A empresa justificou a decisão apontando que houve uma queda na demanda do transporte público na Grande Curitiba devido a pandemia de coronavírus, mas que irá acompanhar diariamente a situação para garantir e proporcionar um atendimento adequado.

As mudanças atingem 19 municípios da Região Metropolitana de Curitiba que terão menos veículos circulando nas ruas, gerando mudanças nos horários das linhas.

Confira abaixo as mudanças em cada uma dessas cidades:

Agudos do Sul: Linha Fazenda/Agudos irá seguir tabela de sábado;

Almirante Tamandaré: Atendimento com tabela de sábado nos picos da manhã (até às 8h) e na tarde (das 16h às 20h). No restante do dia, intervalos prolongados no serviço;

Araucária: Linha Araucária/Campo Largo não terá a disponibilidade de serviço e o atendimento será de com horário de dia útil nos nos picos da manhã (até às 8h) e na tarde (das 16h às 20h). No restante do dia, intervalos prolongados no serviço;

Balsa Nova: Todas as linhas irão seguir os horários de sábado;

Bocaiuva do Sul: Atendimento com tabela de sábado nos picos da manhã (até às 8h) e na tarde (das 16h às 20h). No restante do dia, intervalos prolongados no serviço;

Campina Grande do Sul: Atendimento com tabela de sábado nos picos da manhã (até às 8h) e na tarde (das 16h às 20h). No restante do dia, intervalos prolongados para as linhas Campina Grande do Sul/Guadalupe e Eugênia/Guadalupe. Já a linha Jardim Paulista/Roça Grande não irá operar.

Campo Largo: Atendimento com tabela de sábado nos picos da manhã (até às 8h) e na tarde (das 16h às 20h). No restante do dia, intervalos prolongados no serviço. A linha Araucária/Campo Largo não irá operar;

Campo Magro: Linha Araucária/Campo Largo não terá a disponibilidade de serviço e o atendimento será de com horário de dia útil nos nos picos da manhã (até às 8h) e na tarde (das 16h às 20h). No restante do dia, intervalos prolongados no serviço;

Colombo: Atendimento com tabela de sábado nos picos da manhã (até às 8h) e na tarde (das 16h às 20h). No restante do dia, intervalos prolongados no serviço. Já a linha Jardim Paulista/Roça Grande não irá operar;

Contenda: Atendimento será de com horário de dia útil nos nos picos da manhã (até às 8h) e na tarde (das 16h às 20h). No restante do dia, intervalos prolongados no serviço;

Fazenda Rio Grande: Atendimento com tabela de sábado, com exceção dos picos da manhã (até às 8h) e na tarde (das 16h às 20h), que terão reforço nas linhas. As linhas Fazenda/Mandirituba e Fazenda/Areia Branca não irão operar;

Itaperuçu: Atendimento será de com horário de dia útil nos nos picos da manhã (até às 8h) e na tarde (das 16h às 20h). No restante do dia, intervalos prolongados no serviço;

Mandirituba: Atendimento com tabela de sábado nos picos da manhã (até às 8h) e na tarde (das 16h às 20h). No restante do dia, intervalos prolongados no serviço. A linha Areia Branca/Fazenda Rio Grande não irá operar;

Pinhais: Atendimento com tabela de sábado nos picos da manhã (até às 8h) e na tarde (das 16h às 20h). No restante do dia, intervalos prolongados no serviço.

Piraquara: Atendimento com tabela de sábado nos picos da manhã (até às 8h) e na tarde (das 16h às 20h). No restante do dia, intervalos prolongados no serviço. Linha Quatro Barros/Piraquara irá operar com tabela de sábado e a Linha Piraquara/São José irá com a tabela de dias úteis nos picos da manhã (até às 8h) e na tarde (das 15h às 20h);

Quatro Barras: tendimento com tabela de sábado nos picos da manhã (até às 8h) e na tarde (das 16h às 20h). No restante do dia, intervalos prolongados no serviço. Linhas Borda do Campo/Guadalupe e Quatro Barras/Santa Cândida irão ter intervalo prolongado após entre os períodos de picos e após às 20h. Já a linha Quatro Barras/Piraquara irá seguir a tabela de sábado;

Quitandinha: Atendimento com tabela de sábado nos picos da manhã (até às 8h) e na tarde (das 16h às 20h). No restante do dia, intervalos prolongados no serviço;

Rio Branco do Sul: Atendimento será de com horário de dia útil nos nos picos da manhã (até às 8h) e na tarde (das 16h às 20h). No restante do dia, intervalos prolongados no serviço;

São José dos Pinhais: Atendimento com tabela de sábado nos picos da manhã (até às 8h) e na tarde (das 16h às 20h). No restante do dia, intervalos prolongados no serviço. Já a Linha Piraquara/São José irá usar a tabela de dias úteis nos horários de pico.

ônibus curitiba região metropolitana comec

Comec altera e suspende linhas de ônibus da Região Metropolitana de Curitiba

A Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba) informou que alterou e suspendeu algumas das quase 200 linhas metropolitanas. O anúncio, feito na tarde deste domingo (22), é justificado pela luta contra o coronavírus e vale, a princípio, para essa segunda-feira (23).

“É necessário racionar recursos, evitando o colapso do sistema e a paralisação dos serviços”, alega a Comec.

Três linhas não vão operar: Fazenda/Mandirituba, Fazenda/Areia Branca e Araucária/Campo Largo.

Além disso, a coordenação ainda diz que não é possível determinar e informar como serão os novos horários das linhas que atendem a Região Metropolitana de Curitiba durante a semana, mas que acompanhará a demanda para garantir reforços nos atendimentos caso seja necessário.

Por fim, a Comec avalia que o transporte coletivo deve ser utilizado por aqueles que “realmente precisam”, como profissionais da área de saúde, segurança e serviços essenciais.

Mais cedo, o prefeito de Curitiba, Rafael Greca, anunciou que os ônibus da capital teriam sua frota completa. Vale lembrar que a última sexta-feira (20) foi marcada por transtorno nos terminais da cidade. Os passageiros viram a redução de ônibus circulando, o que gerou a aglomeração de pessoas – uma das principais formas de evitar a transmissão do coronavírus.

LINHAS DE ÔNIBUS ALTERADAS NESTA SEGUNDA-FEIRA

AGUDOS DO SUL

  • Linha I21-FAZENDA/AGUDOS tabela de sábado

ALMIRANTE TAMANDARÉ

  • Tabelas de dias úteis com ajustes nos picos da manhã e tarde, e adequação à demanda fora dos picos
  • Ligeirinho 702-CAIUÁ/CACHOEIRA tabela de dias úteis

ARAUCÁRIA

  • Tabelas de dias úteis com ajustes nos picos da manhã e tarde, e adequação à demanda fora dos picos
  • Linha I32-ARAUCÁRIA/CAMPO LARGO não operará

BALSA NOVA

  • Tabela de sábado

BOCAIUVA DO SUL

  • Tabela de sábado

CAMPINA GRANDE DO SUL

  • Tabelas de sábado com reforço nos picos
  • Linha I35-JD.PAULISTA/ROÇA GRANDE tabela de sábado

CAMPO LARGO

  • Tabelas de dias úteis com ajustes nos picos da manhã e tarde, e adequação à demanda fora dos picos
  • Linha I32-ARAUCÁRIA/CAMPO LARGO não operará

CAMPO MAGRO

  • Tabelas de dias úteis com ajustes nos picos da manhã e tarde, e adequação à demanda fora dos picos

COLOMBO

  • Tabelas de sábado com reforço nos picos
  • Ligeirinho 607-COLOMBO/CIC tabela de dias úteis
  • Linha I20-COLOMBO/SÃO JOSÉ com tabela de sábado
  • Linha I35-JD.PAULISTA/ROÇA GRANDE tabela de sábado

CONTENDA

  • Tabelas de dias úteis com ajustes nos picos da manhã e tarde, e adequação à demanda fora dos picos

FAZENDA RIO GRANDE

  • Tabelas de dias úteis com ajustes nos picos da manhã e tarde, e adequação à demanda fora dos picos
  • Linhas F72-FAZENDA/MANDIRITUBA e F73-FAZENDA/AREIA BRANCA não operarão

ITAPERUÇU

  • Tabelas de dias úteis com ajustes nos picos da manhã e tarde, e adequação à demanda fora dos picos
  • Linha I71-ITAPERUÇU/CAIC tabela de sábado

MANDIRITUBA

  • Tabelas de dias úteis com ajustes nos picos da manhã e tarde, e adequação à demanda fora dos picos
  • Linha G12-AREIA BRANCA/FAZENDA RIO GRANDE não operará

PINHAIS

  • Tabelas de sábado com reforço nos picos
  • Ligeirinho 304-PINHAIS/CAMPO COMPRIDO tabela de dias úteis
  • Linha I20-COLOMBO/SÃO JOSÉ com tabela de sábado

PIRAQUARA

  • Tabelas de sábado com reforço nos picos
  • Linha I40-Q.BARRAS/PIRAQUARA tabela de sábado
  • Linha I60-PIRAQUARA/SÃO JOSÉ tabela de dias úteis

QUATRO BARRAS

  • Tabelas de sábados com reforço nos picos
  • Linha I40-Q.BARRAS/PIRAQUARA tabela de sábado

QUITANDINHA

  • Tabelas de dias úteis com ajustes nos picos da manhã e tarde, e adequação à demanda fora dos picos

RIO BRANCO DO SUL

  • Tabelas de dias úteis com ajustes nos picos da manhã e tarde, e adequação à demanda fora dos picos
  • Linha I71-ITAPERUÇU/CAIC tabela de sábado

SÃO JOSÉ DOS PINHAIS

  • Tabelas de dias úteis com ajustes nos picos da manhã e tarde, e adequação à demanda fora dos picos
  • Linha I20-COLOMBO/SÃO JOSÉ com tabela de sábado
  • Linha I60-PIRAQUARA/SÃO JOSÉ tabela de dias úteis
Colombo - linha de ônibus - transporte público - Curitiba - Comec - RMC

Municípios da região metropolitana de Curitiba irão receber novos pontos de ônibus

25 municípios da região metropolitana de Curitiba (RMC) irão receber novos pontos de ônibus. Os investimentos de R$ 3,2 milhões em 660 novas estruturas foram anunciados pelo governador do Paraná, Ratinho Junior, em cerimônia no Palácio Iguaçu, nesta terça-feira (18).

Apenas Curitiba, São José dos Pinhais, Pinhais e Araucária não irão receber os investimentos, porque a Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba) avalia que as cidades já detém de boas estruturas em pontos de ônibus.

Diariamente 500 mil pessoas circulam pelo transporte público na região metropolitana de Curitiba. As instalações começam em março, seguindo cronograma acordado com as prefeituras. Além disso, as estruturas são numeradas e irão contar com georreferenciamento feito pela Secretaria de Segurança Pública.

“Aparentemente é uma medida simples, mas ela é fundamental para quem utiliza o sistema de transporte no dia a dia. A região de Curitiba tem inverno rigoroso, muita chuva. É uma visão social. Vamos amenizar problemas com o tempo de espera e o clima”, explicou o governador.

Dessa forma serão substituídos os pontos de ônibus de madeira ou que continham apenas uma placa de sinalização, permitindo assim maior conforto e segurança aos usuários.

homicídios - Polícia Civil - Curitiba - RMC

Mais da metade dos homicídios na RMC foram solucionados em 2019

A região metropolitana de Curitiba registrou bons índices na resolução de homicídios em 2019. Ao todo foram elucidados 181 ocorrências, 51% do total de assassinatos nesses municípios.

O número mostra que 57 pessoas a menos foram assassinadas na região, sendo que em 2018 foram solucionados 32% dos casos (130 homicídios).

Para o delegado-geral adjunto da Polícia Civil, Riad Farhat, o resultado é muito significativo e impacta também na segurança dos moradores da capital paranaense.

“O índice é bem superior à média nacional de resoluções de homicídios, que é cerca de 8%. Identificar criminosos suspeitos de crimes na RMC reflete na Capital, pois muitos destes atuam em ambas as regiões”, explica Farhat.

Já o delegado e chefe da Divisão de Polícia Metropolitana, Fábio Amaro, explicou que foram diversos fatores que resultaram na melhora dos índices.

“O primeiro deles acreditamos que seja a tecnicidade dos policiais civis, já que as unidades da Região Metropolitana acabaram criando setores especializados nesse tipo de investigação. Todas as unidades possuem o investigador, escrivão e seu assessor, o estagiário, que tratam somente de casos dessa natureza. Tendo em vista a tratativa rotineira”, afirmou Amaro.

Outro ponto apontado pelo delegado foram o trabalho em conjunto da Polícia Científica e da Polícia Civil, garantindo maior eficiência no recolhimento das provas materiais, que garantem maior credibilidade nos inquéritos policiais e alta nas resoluções dos casos.

Por fim, Amaro destacou o auxílio do governo feeral, por meio do programa Em Frente Brasil, que atua em São José dos Pinhais.

“O projeto do Ministério da Justiça trouxe não somente policiais da Força Nacional, mas também 10 policiais civis e peritos criminais para a cidade. Esse quantitativo de servidores promove melhoria significativa para o atendimento desses crimes”, finalizou.

motorista, bêbado, embriaguez ao volante, atropelar, atropela, posto de combustíveis, preso, flagrante, são josé dos pinhais, sjp, rmc, curitiba,

Motorista bêbado é preso depois de atropelar três em posto de combustíveis

Um homem  bêbado foi preso em flagrante após atropelar três pessoas em um posto de combustíveis em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba. O teste do bafômetro indicou que o causador do acidente havia ingeridos três vezes mais álcool do que o limite permitido.

O caso foi registrado na noite deste sábado (1º). As informações são do Bem Paraná.

Conforme testemunhas, o homem avançou com o carro desgovernado pela área onde ficam as bombas de combustíveis. Assim, ele atropelou três pessoas que estavam no pátio do posto de combustíveis.

Ainda de acordo com o relato, duas das vítimas foram socorridas. Elas foram levadas a um hospital de São José dos Pinhais e não correm risco de morrer.

O motorista bêbado foi preso em flagrante após o teste do bafômetro indicar um valor três vezes maior do que o permitido pela legislação. O homem foi encaminhado para a delegacia para a o registro do flagrante.

desvio de recursos, dinheiro público, funcionário público, servidor, denúncia, acusação, prefeitura, rio branco do sul, grande curitiba, rmc, região metropolitana

Servidor público é preso por desviar dinheiro de prefeitura no Paraná

O MP-PR (Ministério Público do Paraná) denunciou um servidor público da prefeitura de Rio Branco do Sul, na região metropolitana de Curitiba, investigado por desvio de recursos. A Justiça aceitou a denúncia e determinou a prisão preventiva do réu. Ele foi acusado de desviar dinheiro da prefeitura em benefício próprio e de terceiros.

Conforme a promotoria, os desvios teriam acontecido entre fevereiro de 2018 e setembro do ano passado. Para roubar o dinheiro público, o servidor, que ocupa um cargo efetivo no Executivo, incluiu indevidamente pessoas na folha de pagamentos do município. Quatro pessoas que não pertenciam aos quadros da prefeitura de Rio Branco do Sul passaram a receber os vencimentos.

Assim, o servidor e os funcionários fantasmas teriam desviado R$ 1.306.063,89.

O homem tornou-se réu pelos crimes de peculato e inserção de dados falsos em sistema de informações. Ele aguarda o julgamento detido preventivamente.

Incêndios - Curitiba - Região Metropolitana - Almirante Tamandaré - Colombo - Piraquara

Incêndios são registrados na madrugada em Curitiba e região metropolitana

A primeira madrugada de 2020 também foi marcada por incêndios em Curitiba e região metropolitana. Segundo o Corpo de Bombeiros foram ao menos oito ocorrências registadas, mas sem nenhum registro de feridos.

Em Curitiba foram quatro ocorrências, sendo que a de maior gravidade foi registrada no bairro Cabral. Um apartamento em um prédio residencial, nas imediações do terminal de ônibus, pegou fogo e os Bombeiros tiveram que usar uma escada para combater as chamas.

Já na região metropolitana, foram registradas uma ocorrência em Colombo, uma em Piraquara e duas em Almirante Tamandaré.

Em Piraquara o acidente ocorreu em uma residência localizada na Rua das Rosas, esquina com a Rua do Jasmin. Já os casos em Almirante Tamandaré foram registrados em um galpão na Rodovia dos Minérios – no Km 400 da estrada, e outro na Rua A, na Colônia Vila Prado, em uma casa de madeira no final da rua.

br-376 congestionamento acidente

Acidente em São José dos Pinhais deixa o trânsito lento na BR-376

Um acidente causou complicações aos motoristas na BR-376 durante a manhã desta quinta-feira (26). De acordo com a PRF (Polícia Rodoviária Federal), um carro colidiu com um caminhão bi-trem em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

A colisão ocorreu no quilômetro 616, por volta das 6h30, e não deixou ninguém ferido. Entretanto, o acidente resultou em uma fila de três quilômetros de congestionamento – entre os km 617 e 620.

De acordo com a Arteris Litoral Sul, concessionária responsável pelo trecho, os veículos foram liberados da pista por volta das 7h30.

Antes disso, apenas duas das três pistas ficaram liberadas. Contudo, o grande fluxo de veículos mantém o trânsito intenso na região.

BR-376 TAMBÉM TEVE CONGESTIONAMENTO ONTEM

Ontem (25), um caminhão tombou na BR-376, em Tijucas do Sul, também na Região Metropolitana de Curitiba, e causou um congestionamento  de seis quilômetros na rodovia.

Colombo - linha de ônibus - transporte público - Curitiba - Comec - RMC

Linhas de ônibus em Colombo terão alteração em seu itinerário

Os usuários do transporte público de Colombo, região metropolitana de Curitiba, terão que se adaptarem a mudanças em algumas linhas que fazem a ligação da cidade com a capital paranaense a partir da próxima segunda-feira (16).

Segundo a Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba), a linha B06-Ctba/Guaraituba (via Maracanã), terá seu nome alterado para B03-Guaraituba/Guadalupe (via Maracanã-Alto da XV). Seu itinerário irá retirar o percurso pela Avenida Erasto Gaertner no Bacacheri e passará a percorrer a Linha Verde, passando pela Avenida Victor Ferreira do Amaral, Rua XV de Novembro e Rua Tibagi até o Terminal do Guadalupe.

Uma das justificativas da Comec para a mudança é a canela exclusiva para ônibus na Rua XV de Novembro, que irá possibilitar maior redução de tempo no trajeto.

Para os usuários que precisam se deslocar para a região do Bacacheri a Comec ampliou o itinerário da linha B61-Ctba/Capela do Atuba. Anteriormente o trajeto se encerrava na Capela do Atuba, mas com a mudança irá até o Terminal do Maracanã, em Colombo.

A linha agora irá se chamar B01-Maracanã/Guadalupe (via Bacacheri) e terá uma ampliação no atendimento aos usuários, passando de 13 para 31 horários diários.

Outra linha que irá receber aumento em seu atendimento é a B20-Guaraituba/Cabral (via Maracanã), que irá passar de 72 para 85 viagens por dia.

Todas essas alterações tiveram aval dos vereadores da Câmara Municipal de Colombo. Após a implementação das novas linhas, representantes da Comec e do legislativo da cidade terão nova reunião marcada para janeiro de 2020 para avaliar o impacto das alterações.

“É importante destacar que nem sempre conseguiremos aceitação de 100% da população. Mas como os próprios vereadores puderam perceber, estamos realizando mudanças que atenderão o maior número de usuários e trarão melhorias significativas para o sistema”, explicou Gilson Santos, presidente da Comec.

Os novos trajetos das linhas estão disponíveis neste link, enquanto os horários de embarque estão postados neste endereço.

operação bitcoins curitiba polícia civil

Polícia faz operação para prender quadrilha que lesava investidores de bitcoins no País

Desde as primeira horas da manhã desta quinta-feira (05), a  PCPR (Polícia Civil do Paraná) está nas ruas para cumprir 62 mandados judiciais na operação que mira uma organização criminosa suspeita de aplicar golpes a investidores de bitcoins, por meio de uma empresa com sede em Curitiba.

O prejuízo estimado ultrapassa R$ 1,5 bilhão, entre o dinheiro investido pelas vítimas e a promessa de rendimento feita pelos criminosos.

Mais de 50 policiais civis estão nas ruas de Curitiba, Pinhais, Piraquara, Pontal do Paraná e no estado de São Paulo. Ao todo são 11 mandados de prisão temporária, 11 de busca e apreensão, 16 de bloqueio de contas bancárias e 24 de sequestro de veículos. Além do Paraná, há vítimas em Minas Gerais, São Paulo, Bahia, Amapá e no estado do Maranhão.

Segundo a investigação, o golpe era operado através de e-mails e mensagens instantâneas por aplicativo. As vítimas geralmente tornavam-se alvos dos suspeitos após serem recomendados por terceiros, geralmente pessoas de confiança, a investir em bitcoins através da referida empresa.

Uma das vítimas afirmou que um dos suspeitos, responsável por angariar investidores, prometia rendimentos de 3% a 4% ao dia. O golpe se efetivava quando as vítimas transferiam o dinheiro para contas bancárias gerenciadas pelos suspeitos.

O delegado Emmanoel David, da Delegacia de Estelionatos, explica que os investidores acreditam que estavam lucrando com as criptomoedas e que vários familiares dos golpistas também foram vítimas da quadrilha. “A promessa era de de um lucro de 3% ao 4% de juros compostos ao dia. É difícil no mercado financeiro nós conseguirmos um lucro de 3% a 4% ao mês, ao dia então é um negócio da China”, afirmou o delegado.

O delegado disse ainda que quadrilha estima mais de 4 mil vítimas em todo o país. “Das pessoas que nós ouvimos, das vítimas, tinha gente que  investia R$ 200 mil pra cima e até pessoas que investiram R$ 5 mil, R$ 2 mil, R$ 500. Há pessoas refinanciaram apartamentos, que venderam veículos, refinanciaram veículos. Há uma vítima que é parente de um dos golpistas que fez empréstimo nos EUA onde os juros é menor que os juros daqui, porque valeria a pena se endividar lá pra lucrar aqui”.

PIRÂMIDE

O delegado explicou ainda que esquema é muito parecido com o esquema de “pirâmide”, golpe bastante utilizado aqui no país nas décadas de 70 e 80. “Para ter algum ganho o angariador tinha que trazer investidores, algumas pessoas acabavam ganhando no início do negócio, mas não havia lucro para quem estava no fim da pirâmide, sem pessoas entrando, o golpe não se sustentou”, disse o delegado.

A PCPR infirmou ainda que os estelionatários receberam nas contas cerca de R$ 70 milhões. Parte desse dinheiro foi encaminhado para uma pessoa jurídica em São Paulo que está sendo investigada. Outra parte foi usada para compra de imóveis e carros, que são alvos da operação de hoje. “Se eles fossem pagar hoje os investidores, teriam que pagar aproximadamente R$ 1,5 bi, totalmente inviável, o que mostra o crime de estelionato. Estamos tentando buscar valores para o ressarcimento das vítimas”, disse o delegado.

O indício de que a operação era um golpe foi constatado quando as vítimas receberam uma mensagem da empresa, informando que em um prazo de seis meses os investidores não poderiam fazer saque. A justificativa era de que a empresa teria sido vítima de uma fraude de cerca de R$ 20 milhões na Argentina. Porém, ao final do período, os criminosos voltaram a prorrogar o prazo.

A investigação já chegou a identificar 500 vítimas dos criminosos, mas a estimativa é que o número possa chegar a cinco mil. O grupo criminoso é investigado por estelionato, associação criminosa, lavagem de dinheiro e falsificação de documento particular.

Carros apreendidos na operação da PCPR. (Divulgação)