Foragido da Colônia Penal, suspeito de assaltar joalheria em Curitiba é preso

A Polícia Civil prendeu na terça-feira (19) o homem suspeito de ter assaltado uma joalheria dentro do Shopping Mueller, no Centro Cívico, em Curitiba, na última segunda-feira (18). Os policiais também prenderam um homem suspeito de receptar os objetos.

Segundo o delegado Rodrigo Brown, a polícia também recuperou parte dos objetos levados e apreendeu um veículo e roupas de alto padrão, que teriam sido compradas com o dinheiro da venda das mercadorias roubadas.

Bandidos invadem e assaltam joalheria do Shopping Mueller

“Descobrimos que o suspeito se tratava de um foragido da Colônia Penal, que respondia por roubo e receptação, por tanto já possuía mandado de prisão em aberto”, explica o delegado.

Foto: Divulgação

No celular do suspeito preso, os policiais encontraram fotos dos relógios que foram anunciados para venda, o vídeo do assalto divulgado pela imprensa e um áudio dele preocupado com sua prisão.

Como muitos objetos roubados foram vendidos, o delegado frisa que os compradores podem ser enquadrados pelo crime de receptação e devem procurar a Delegacia de Furtos e Roubos para entregar os objetos.

“Quem, por ventura, adquiriu que nos procure de boa fé para não ser responsabilizado futuramente por uma participação na quadrilha do suspeito preso”.

O assalto

Ao menos três pessoas teriam participado do assalto registrado na joalheria Dalitz, em Curitiba. O estabelecimento fica no piso L3 do Shopping Mueller, no bairro Centro Cívico. Toda a movimentação dos criminosos foi gravada por câmeras de segurança. A ação dos bandidos foi rápida e o grupo fugiu a pé pela rua Mateus Leme em direção ao Largo da Ordem.

Na saída, os bandidos saíram ameaçando os clientes do shopping com simulacros de armas.

Em nota, a assessoria de imprensa do Shopping Mueller afirma que, apesar do roubo, não houve prejuízo direto aos clientes.

Veja:

Polícia prende suspeito de participar de roubo a joalheria em Curitiba

O Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) da Polícia Civil prendeu, na tarde de segunda-feira (23), um homem, de 20 anos, suspeito de participação no assalto a uma joalheria em Curitiba. O crime aconteceu no mês passado. Ele foi preso em sua residência no bairro Parolin após a Justiça expedir um mandado de prisão temporária.

De acordo com a polícia, as investigações tiveram início logo após a notificação do roubo. Na ocasião, três homens armados levaram cerca de R$ 80 mil em joias de uma loja no centro de Curitiba. Segundo o delegado do Cope, Rodrigo Brown, o suspeito preso é quem auxiliou na fuga dos ladrões.

“Conseguimos localizar algumas testemunhas, que relataram que os três indivíduos armados teriam entrado em um veículo Peugeot que deu fuga para aos marginais. Com essas informações, nós começamos a buscar câmeras de segurança e com intenso trabalho identificamos o veículo. O rapaz preso era o motorista que conduzia o veículo no momento roubo”, contou o delegado. O homem não esboçou reação no momento da prisão e nega o envolvimento no assalto.

O suspeito possui histórico de crime de roubo e agora responderá pelo crime de roubo majorado. Ele permanece preso à disposição do Poder Judiciário. As investigações seguem para identificar e prender os demais envolvidos no crime.