Curitiba - Sítio Cercado - ponto de ônibus - carro - motorista

Motorista perde o controle e acerta ponto de ônibus em Curitiba

Uma motorista de 36 anos perdeu o controle do carro e acertou ponto de ônibus no bairro Sítio Cercado, em Curitiba. O acidente ocorreu por volta das 11h30 desta terça-feira (25).

Segundo informações da PMPR (Polícia Militar do Paraná) além da motorista, estavam no veículo dois homens -de 18 e 27 anos, além de uma mulher de 18 anos. O ponto de ônibus estava vazio no horário do acidente.

Os feridos foram encaminhados para o Hospital Cajuru, todos sem ferimentos graves.

Ainda não há informações sobre as causas do acidente e também se a motorista ingeriu bebida alcoólica antes de dirigir o veículo.

cães situação de maus-tratos curitiba

Cães em situação de maus-tratos são resgatados em Curitiba

A PCPR (Polícia Civil do Paraná)  resgatou quatro cães em situações de maus-tratos, na segunda-feira (13).

Durante a ação um homem de 50 anos foi autuado em flagrante pelo crime de maus-tratos.

Os animais foram resgatados em duas situações distintas, em Curitiba.

A primeira ação ocorreu no bairro Sítio Cercado, onde três cachorros sem raça definida foram encontrados em local sujo com fezes e urina. Além disso, não estavam recebendo água e alimentação adequada. Os animais ainda estavam presos em corrente curta, com feridas e sarna por todo o corpo.

Neste caso, a PCPR contou com o apoio do Instituto Fica Comigo para recolher os animais e encaminhar para um lar temporário.

Os cães estavam sob tutela de um homem, de 50 anos, o qual foi autuado em flagrante pelo crime de maus-tratos. Se condenado poderá pegar seis meses há um ano de prisão, além de multa

Já na segunda ação, no bairro Cajuru, um cão da raça São Bernardo foi resgatado. Ele também encontrava-se em ambiente prejudicial à saúde, enfestado por fezes e urina. Além disso, o animal estava sem alimentação e água adequada. O tutor do animal estava viajando e será ouvido na delegacia da PCPR posteriormente.

ca~es em situação de maus-tratos curitiba
Divulgação/PCPR

Neste resgate a PCPR contou com o apoio da Organização Não Governamental “Somos Amigos dos Animais” e da Rede de Proteção Animal da Prefeitura de Curitiba.

*Com informações da PCPR

bruno alisson ventura atropelou e matou marcelo

Motorista que atropelou menino de três anos vira réu por homicídio

O juiz Daniel Surdi Avelar, da 2ª Vara do Tribunal do Júri de Curitiba, aceitou nesta segunda-feira (11) a denúncia contra Bruno Alisson Batista Ventura, de 24 anos, que atropelou e matou o menino Marcelo Henrique Marques Jardim, de apenas três anos, no bairro Sítio Cercado. O acidente aconteceu no último dia 25 de outubro.

O magistrado também manteve a prisão preventiva de Ventura.

O motorista foi denunciado pelo Ministério Público do Paraná por homicídio e por dirigir sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). A denúncia tinha sido oferecida no fim da semana passada.

Imagens de câmeras de segurança registraram o atropelamento. Nelas é possível ver a criança saindo de um mercado e indo em direção a rua, quando é atingido pelo motorista. Batista tentou se evadir do local, mas foi contido por populares até a chegada da Polícia Militar.

Conforme a Polícia Civil, o motorista já havia sido preso, em 2017, por embriaguez ao volante e dirigir sem habilitação.

Por meio de nota, a defesa do réu disse que o recebimento da denúncia faz parte do curso natural do processo.

Motorista embriagado - culpado - juiz - Curitiba

Juiz considera culpado motorista que atropelou criança em Curitiba

O motorista Bruno Alisson Batista Ventura foi apontado como culpado pelo acidente que vitimou uma criança de três anos, em Curitiba. A decisão foi expedida pelo juiz Lourenço Cristovão Chemim, da 2ª Vara de Delitos de Trânsito de Curitiba, e publicada nesta segunda-feira (4).

Na decisão, Chemin apontou que Ventura “assumiu o risco de produzir o resultado, apesar de não tê-lo desejado”. O motorista estava embriagado no momento do acidente, ocorrido no dia 25 de outubro, no bairro Sítio Cercado.

“No caso em questão, efetivamente houve a caracterização do dolo eventual, tendo em vista a união dos elementos ausência de habilitação, excesso de velocidade, tráfego pela contramão de direção em local de grande movimento e concentração de crianças, associados à embriaguez, conforme declarações na fase policial, levando à constatação de que o indiciado assumiu o risco de produzir o resultado, apesar de não tê-lo desejado”, continuou Chemin.

O caso ainda se encontra na fase de inquérito policial e foi encaminhado por Chemin para uma das varas do Tribunal do Júri. Ventura se encontra preso desde a última quinta-feira (31), após decisão de prisão preventiva expedida pelo juiz Thiago Flôres Carvalho.

Ventura foi preso em flagrante após o acidente, porque foi reprovado no teste do bafômetro. O exame apontou que o motorista estava com o,23 mg/L (miligramas de álcool por litros de ar expelido dos pulmões), quantidade muito acima dos 0,04 mg/L permitidos pelo Código de Trânsito Brasileiro.

O menino de três anos Marcelo Henrique Marques Jardim chegou a ser reanimado por 50 minutos pelos paramédicos, mas não resistiu e morreu no local.

Polícia Civil prende suspeitos da morte de PM no final de semana

Dois homens foram presos na manhã desta quarta-feira (30), suspeitos do assassinato do sargento da PM, Antônio Carlos Pires, no último final de semana.

Emerson dos Santos Cunha Fernandes e Mikkael Benedito Moura confessaram o crime. Há outros três suspeitos que permanecem foragidos.

Na tarde de ontem, a Polícia Civil informou que havia sido apreendido o carro usados no crime, na manhã de segunda (28).

O carro tem placas de Belo Horizonte, estava alugado por um motorista de aplicativo e foi roubado dois dias antes do crime. O carro foi encontrado no domingo pela manhã, no bairro Tatuquara, próximo ao local do crime.

Antônio Carlos Pires, o Sargento Pires do  23º Batalhão da PM-PR (Polícia Militar do Paraná), foi morto na noite de sábado (26), quando voltava para a casa, na Cidade Industrial de Curitiba.

O sargento estava de folga e dirigia seu carro particular quando foi abordado por um atirador. O bandido disparou dois tiros e o Sargento Pires morreu na hora.

Segundo informações da Polícia Civil, o sargento carregava a arma da corporação, mas não teve chance de defesa.

O caso está sendo investigado pela DHPP (Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa).

Menino de apenas 3 anos é atropelado por motorista bêbado

Um menino de apenas 3 anos foi morto depois de ser atropelado por um motorista que estava alcoolizado, na noite desta sexta-feira (25), no bairro do Sítio Cercado, em Curitiba.

Segundo a Polícia Militar, o motorista de 24 anos foi preso em flagrante.

Marcelo Henrique Marques Jardim estava saindo do mercado com uma vizinha quando foi atingido pelo veículo. Ele  foi socorrido mas não resistiu aos ferimentos.

A Polícia Civil informou que o motorista Alisson Batista deve ser indiciado por homicídio qualificado. Ele foi encaminhado para a Dedetran (Delegacia de Delitos de Trânsito).

 

Jovem de 19 anos guardava armamento pesado de quadrilha de assalto a banco

Foi presa na manha desta terça (10), na região do Sítio Cercado, em Curitiba, uma jovem de 19 anos que é suspeita de guardar  armamento pesado, munições e dinheiro para quadrilha especializada em assalto a bancos.

No apartamento, os policiais civis encontraram uma pistola, uma metralhadora, um fuzil e mais de 120 munições de calibres variados.

Divulgação PCPR

Além das armas a polícia também apreendeu R$ 8,7 mil em dinheiro e uma farda da Polícia Militar.

Divulgação PCPR

A Polícia Civil chegou até o apartamento da jovem através do trabalho de inteligência.

A jovem, que não possuía antecedente criminais,  foi autuada por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e adulterado.

 

Homem em situação de rua é preso suspeito de matar colega

Um homem em situação de rua foi preso pela polícia suspeito de ter matado um colega. O crime aconteceu no dia 30 de março, no bairro Sítio Cercado, em Curitiba. Desde então a Polícia Civil investiga o caso. Felipe Guedes Barros, de 34 anos, era considerado o principal suspeito do homicídio.

Segundo as investigações, ele matou Cléber Henrique Saldanha, de 30 anos, após uma discussão. “Encontramos vestígios de que a vítima havia sido estrangulada com um cadarço”, disse nesta terça-feira (28) o delegado Victor Menezes, responsável pelas investigações.

Na noite do crime, o suspeito e a vítima foram vistos juntos consumindo bebidas alcoólicas na rua. Os dois eram conhecidos por estarem sempre um na companhia do outro.

Ainda de acordo com as investigações, o suspeito passou a fazer ameaças: “cinco dias depois do crime, Barros começou a ameaçar testemunhas do fato, o que motivou o pedido de prisão preventiva”, justificou Menezes, que compõe a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Preso, o suspeito preferiu não responder aos questionamentos. Durante o interrogatório, Felipe Barros ficou em silêncio. Ele foi indiciado por homicídio qualificado e, se condenado, pode ser punido com até 30 anos de prisão.

Trem bate em carreta que atravessava linha férrea em Curitiba

Um trem bateu em uma carreta, que tentava atravessar a linha férrea, na Rua Radialista Souza Moreno, em Curitiba, na manhã desta segunda-feira (30), de acordo com a Secretaria Municipal de Trânsito (Setran).

Ninguém ficou ferido.

O acidente ocorreu no bairro Sítio Cercado. O trânsito ficou bloqueado por entre às 11 e às 13 horas.

MP proíbe som em bar de Curitiba

O Juízo da 1ª Vara Cível de Curitiba, atendendo pedido da Promotoria de Justiça do Meio Ambiente da capital, determinou liminarmente que um bar no bairro bairro Sítio Cercado “se abstenha de produzir atividades sonoras e ruidosas”.

O Ministério Público havia recebido denúncia anônima de que o bar estaria causando perturbação do sossego da vizinhança com som em alto volume, inclusive em horário noturno. Além disso, o estabelecimento foi notificado e fechado diversas vezes e não tem alvará para atividades ruidosas.

Em caso de descumprimento da medida judicial, o proprietário estará sujeito ao pagamento de multa diária.