Brasileirão: Vasco e Grêmio vencem fora de casa

Dois jogos fecharam o domingo (10) de Brasileirão. Em Chapecó, o Grêmio derrotou a Chapecoense por 1 a 0, com gol de Luciano. Já em Maceió, o Vasco derrotou o CSA por 3 a 0. Raul, Oswaldo Henríquez e Carlinhos, contra, anotaram os gols dos cariocas.

Com os resultados, CSA e Chapecoense ficam em situação delicada. Os alagoanos amargaram a terceira derrota seguida e ficam na 18ª posição com 29 pontos.

Já a Chape vive um drama ainda maior. Com 22 pontos e na vice-lanterna, o time catarinense está virtualmente rebaixado, assim como o Avaí, último colocado. Contudo, o Leão da Ressacada encara o Botafogo nesta segunda-feira (11), às 20h, encerrando a 32ª rodada do Brasileirão.

vasco csa gremio chapecoense brasileirão
Vasco venceu e convenceu contra o CSA. (Carlos Gregório Jr / Vasco da Gama)

PRÓXIMOS JOGOS

As quatro equipes voltam a campo na semana que vem. No domingo (17), às 16h, o Grêmio encara o líder Flamengo em Porto Alegre e reedita o duelo da semifinal da Libertadores.

No mesmo dia, só que às 18h, a Chapecoense recebe o Ceará na Arena Condá. Às 19h, o CSA visita o Fortaleza no Castelão.

Fechando a 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Vasco enfrenta o Goiás. O duelo está marcado para a segunda-feira (18), às 20h, em São Januário, no Rio de Janeiro.

Palmeiras - Vasco - Campeonato Brasileiro

Palmeiras vence Vasco e segue na cola do Flamengo na briga pelo título

Mesmo com sete desfalques, o Palmeiras venceu o Vasco por 2 a 1, na noite desta quarta-feira (6), e segue vivo na luta pelo título do Campeonato Brasileiro com o Flamengo.

O duelo válido pela 31ª rodada do Brasileirão foi realizado em São Januário, no Rio de Janeiro.

O Palmeiras atuou sem Weverton, Marcos Rocha, Vitor Hugo, Diogo Barbosa, Felipe Melo, Bruno Henrique e Gustavo Scarpa

Os gols da partida foram marcados por Lucas Lima e Luiz Adriano para o Palmeiras, enquanto Mayke marcou gol contra a favor do Vasco.

Com a vitória, o Palmeiras chega a 66 pontos, cinco abaixo do Flamengo, e aguarda o clássico carioca entre o rubro-negro e o Botafogo para verificar como a distância irá ficar ao final da rodada.

Já o Vasco fica na 12ª posição com 39 pontos, ainda precisando de mais três vitórias para se garantir matematicamente na Série do próximo ano,

PRÓXIMOS JOGOS

As equipes voltam a campo neste final de semana pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Palmeiras tem o Dérbi contra o Corinthians no Pacaembu, neste sábado (9) às 19h.

Enquanto o Vasco viaja para Maceió para encarar o CSA no Rei Pelé, neste domingo (10), às 19h.

O JOGO

O Palmeiras conseguiu abrir o placar aos 11 minutos. Matheus Fernandes lançou Lucas Lima. O meia saiu na frente de Fernando Miguel e bateu em cima do goleiro. Mas o rebote ficou com o meia, que apenas rolou para o gol vazio.

Mas o Vasco buscou o empate aos 18 minutos. Yago Pikachu lançou Rossi na área e o atacante tenta o cruzamento no segundo poste. Mayke ganhou do atacante, mas na hora de fazer o corte, pega mal na bola e manda para o fundo das redes.

O Vasco quase virou o jogo aos 34 minutos. Guarín roubou a bola de Luan no campo de ataque e saiu cara a cara com Fernando Prass. Mas na hora de finalizar, bateu rasteiro e o goleiro fez bela defesa.

O Palmeiras respondeu aos 36 minutos. Deyverson tentou o lançamento para Willian, Yago Pikachu tentou o recuo e quase encobriu Fernando Miguel, mas o goleiro teve reação rápida para dar um tapa e afastar a bola.

O segundo tempo começou truncado e a primeira chance apenas aos 21 minutos. Dudu fez jogada na linha de fundo e cruzou para Luiz Adriano. O atacante acabou cabeceando muito para baixo e a bola não ganhou distância.

O Palmeiras seguiu na pressão e quase ampliou aos 23 minutos. Zé Rafael recebeu na esquerda, cortou para o meio e finalizou rasteiro no poste esquerdo. No rebote, Luiz Adriano tentou a finalização de carrinho e mandou para fora.

Mas aos 31 minutos, o Palmeiras não desperdiçou a chance de fazer seu segundo gol. Danilo Barcelos chuta Luiz Adriano e a bola sobra para o centroavante, que fez o giro e finalizou firme para balançar as redes.

O Vasco ainda ficou com dez jogadores aos 40 minutos. Leandro Castán xingou o árbitro Rafael Traci e foi expulso de forma direta.

 

fluminense

Fluminense e Vasco não saem do 0 a 0, e resultado fica ruim para ambos

Em um jogo marcado por muita correria e chances perdidas, Fluminense e Vasco não saíram do 0 x 0, neste sábado(2), no Maracanã, pelo Brasileiro. O resultado não foi bom para ninguém, já que o Flu segue na zona do rebaixamento, enquanto o Vasco segue estacionado no meio da tabela de classificação e vê o sonho de alcançar o grupo da Libertadores ficar um pouco mais longe.

Sem muitos valores técnicos, os times até criaram, mas pecaram na hora da finalização. O Flu, que teve mais possibilidades durante o clássico, chegou a carimbar o travessão com Daniel. Os vascaínos adotaram postura mais retraída, mas assustaram Muriel, especialmente em conclusões de Guarín e Marrony.

Na próxima rodada, o Cruz-maltino recebe a visita do Palmeiras, quarta-feira (6), 21h30, em São Januário. O Tricolor joga na quinta-feira (7) contra o São Paulo, 19h30, no Morumbi.

O Fluminense teve boa atuação no Maracanã e foi melhor que o Vasco no clássico. Mas não é justo dizer que merecia a vitória, pois o futebol depende de gols. E a dificuldade do Tricolor em transformar a posse e a produção ofensiva em gols é gritante. O Flu teve ao menos cinco chances claras – duas de Daniel, duas de Yony Gonzalez e uma de Marcos Paulo -, mas não conseguiu balançar as redes mais uma vez. Faltou o pé do centroavante oportunista, que se o clube produziu em João Pedro (que está em má fase), não utilizou no clássico. Mesmo pressionado, Marcão também repetiu erros. O técnico teve uma substituição a escolher, mas preferiu o lugar comum de trocar Ganso por Nenê.

O destaque ofensivo do Fluminense na partida ficou pela atuação do atacante Marcos Paulo. No primeiro tempo, aberto pela esquerda, levou Yago Pikachu à loucura. Na segunda etapa, mais centralizado, formou boa dupla com Daniel, e criou boas chances que Yony González não aproveitou. Além disso, abriu espaços para Ganso, que flutuou como falso 9.

No rival, o atacante Ribamar pouco foi visto no clássico contra o Flu. Sem ser municiado pelos jogadores de lado e com a partida tímida dos laterais, o centroavante foi peça nula, já que não tem características para buscar o jogo mais atrás. Na única chance real que teve, não alcançou bom cruzamento de Raul.

Com o Flu em situação difícil na tabela e apenas 1.500 ingressos destinados ao vascaínos, o Maracanã não recebeu um público à altura de um dos maiores clássicos do futebol carioca. Apenas 14.206 pagaram ingressos. O público presente foi de 16.056 torcedores.

Grêmio - Vasco - Campeonato Brasileiro

Grêmio vence Vasco e entra no G-6 do Campeonato Brasileiro

Na luta pela vaga na Copa Libertadores da América, o Grêmio buscou a virada e venceu o Vasco por 3 a 1, na noite desta quarta-feira (30), e entrou no G-6 do Campeonato Brasileiro.

Guarín abriu o placar para o Vasco, enquanto Pepê, Everton e Luciano (de pênalti) marcaram para o Grêmio.

O duelo válido pela 29ª rodada do Brasileirão foi realizado em São Januário, no Rio de Janeiro.

A vitória coloca o Grêmio na quinta posição com 47 pontos, dois acima do Corinthians, primeiro time fora da zona de classificação para a Copa Libertadores da América.

Já o Vasco fica com 38 pontos na 11ª posição, precisando ainda vencer mais três jogos para se livrar de vez do perigo do rebaixamento.

PRÓXIMOS JOGOS

As equipes voltam a campo no próximo final de semana, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Vasco tem clássico contra o Fluminense no Maracanã, neste sábado (2), às 19h.

Enquanto o Grêmio encara o Internacional em mais um Grenal na Arena Grêmio, neste domingo (3), às 18h.

O JOGO

A primeira chance da partida foi do Vasco aos três minutos. Bruno Gomes fez boa jogada na linha de fundo e tentou o cruzamento. Michel afastou parcialmente e a bola ficou com Marrony, que bateu perto do travessão.

Aos oito minutos, o Vasco conseguiu marcar o seu primeiro gol. Em cobrança de falta perto da área, Guarín surpreendeu batendo a bola por baixo da barreira para abrir o placar.

O Vasco seguiu melhor e quase ampliou aos 14 minutos. Raul foi a linha de fundo e cruzou rasteiro. A bola passou por toda a área e Léo Moura mandou para escanteio antes da chegada de Marrony no segundo poste.

O Grêmio teve sua primeira chance aos 16 minutos. Thaciano ajeitou de cabeça na área e Everton tentou cabecear por cima de Fernando Miguel, mas pegou muito forte e a bola passou acima do gol.

Mas aos 32 minutos o Grêmio não desperdiçou sua chance de empatar o jogo. Léo Moura cruzou na área, a zaga afastou parcialmente e a bola sobrou para Pepê. O atacante fez o corte na marcação e bateu no canto direito de Fernando Miguel.

O Vasco quase ficou novamente na frente do placar aos 45 minutos. Guarín bateu escanteio na marca do pênalti e Raul bateu de primeira perto do poste direito.

O Grêmio conseguiu a virada aos oito minutos do segundo tempo. Richard bobeou e Darlan roubou a bola no campo de ataque para servir Everton. O atacante invadiu a área e finalizou colocado para marcar o segundo do Grêmio.

O Vasco quase empatou o jogo aos 17 minutos. Guarín roubou a bola de Darland no comando de ataque e finalizou a bola perto do poste esquerdo de Paulo Victor.

Mas aos 20 minutos, Luciano Castán acertou o braço no rosto de Luciano e a arbitragem anotou a penalidade. Na cobrança, o atacante deslocou Fernando Miguel para marcar o terceiro do Grêmio.

Guarín quase marcou novamente aos 25 minutos. Após cobrança de escanteio, o rebote caiu nos pés do meia que finalizou perto do travessão.

Nova chance de perigo para o Vasco aos 28 minutos. Bruno César cruzou para Marrony que cabeceou o travessão e a bola sobrou para Paulo Victor.

Ceará x Vasco 28ª rodada do Brasileirão

Com VAR em ação, Vasco cede empate ao Ceará no Castelão

Vasco e Ceará empataram em 1 a 1, neste sábado (26), pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. No Castelão, em Fortaleza, o cruz-maltino dominou a partida até abrir o placar, mas depois abriu espaço para os donos da casa.

Rossi fez para o Vasco. O gol do Vozão foi anotado por Bergson. O assistente marcou impedimento na jogada, mas o VAR entrou em ação e validou o arremate.

Com o resultado, o Vasco soma 38 pontos, no meio da tabela longe do G6 da competição. Enquanto o Ceará tem 30 pontos, na 15ª colocação.

O  JOGO

O Vasco iniciou a partida controlando as ações e assustando os donos da casa. O cruz-maltino pressionou e não deu espaços. Como consequência, o Ceará se viu obrigado a reforçar a marcação e fechar bem a defesa.

Com Rossi, os visitantes usaram e abusaram dos passes ofensivos, principalmente em lances de contra-ataque.

Na metade do primeiro tempo, o Ceará começou a equilibrar o jogo, mas, quando o Vozão começou a gostar da partida, o time carioca abriu o placar. Aos 17, Richard avançou pela esquerda e cruzou para Rossi. O atacante mandou para o fundo das redes.

Depois do gol, o Vasco adotou uma postura mais comedida. Do outro lado, pressionado pela torcida, o Ceará tentou chegar ao ataque com Fabinho e Samuel Xavier, mas sem sucesso.

Na volta do intervalo, os donos da casa buscaram mais o campo de ataque, mas tiveram dificuldade para furar a defesa visitante. O duelo ficou bem ruim, sem muita criatividade e abuso nos erros de passe.

Até que, aos 35 minutos, o Vasco se atrapalhou na saída de bola, que acabou ficando com Fabinho do Ceará. O volante chutou no canto e Fernando Miguel defendeu, só que no rebote Bergson deixou tudo igual. No entanto, o auxiliar marcou o impedimento. Só que o VAR entrou em ação e validou o gol cearense.

O Ceará esboçou uma pressão, mas não conseguiu virar o placar.

internacional vasco

Mirando ‘coisa boa’, Vasco encara o Inter no Beira-Rio

Internacional x Vasco se enfrentam neste domingo (20), às 16h, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Confira tudo sobre o jogo: onde assistir, as prováveis escalações e o que vale!

O jogo será exibido pelo Premiere (pay-per-view) e pela Rede Globo. A emissora vai exibir a partida para o Rio de Janeiro.

VASCO E O SONHO DA ‘COISA BOA’

Com 34 pontos, o Vasco vem embalado dos triunfos sobre Fortaleza e Botafogo dentro de São Januário. Agora, o time vascaíno tenta vencer fora de seus domínios.

Nessa semana, um vídeo divulgado pelo Vasco revelou uma conversa do técnico Vanderlei Luxemburgo com os jogadores. Uma possível classificação para a Libertadores é um sonho do comandante. Ou seja, uma vaga no G6 é sonhada pela equipe.

“Estamos a oito pontos da zona da confusão. E estamos a sete de alguma coisa boa. Quando falo para vocês que não nasci para perder, é porque eu nasci para ganhar”, diz Luxemburgo.

“Quando chegamos aqui, éramos os últimos colocados. Hoje somos o 11º. Eu quero coisa boa. Podemos ser precursores da volta do Vasco para a elite do futebol brasileiro. Para a grandeza que o Vasco sempre teve”, completou.

Assista o vídeo do Luxemburgo:

RETORNOS NO INTER

internacional vasco
Cuesta volta ao time do Inter após cumprir suspensão. (Divulgação / Internacional Twitter

Já o Internacional é o sexto colocado, com 42 pontos. Já que o Corinthians perdeu para o Cruzeiro, o Colorado pode entrar no G4 caso vença seu duelo e o São Paulo tropece contra o Avaí.

Para isso, o zagueiro Víctor Cuesta e o meia D’Alessandro devem voltar ao time titular do Internacional. O primeiro retorna de suspensão, enquanto D’Ale ficou no banco de reservas na última rodada.

Com isso, Roberto e Guilherme Parede devem perder espaço entre os 11 iniciais.

Por fim, o volante Rodrigo Lindoso deve continuar sendo ausência após ter desconforto na coxa esquerda. Caso não esteja apto, Bruno Silva segue no time titular.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL x VASCO

27ª rodada do Campeonato Brasileiro 

Data, hora e local: domingo (20/10/2019), às 16h, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Onde assistir: Premiere e Rede Globo (para SP, CE, MT, MS e SC)

Internacional:  Marcelo Lomba; Heitor, Bruno Fuchs (Roberto), Victor Cuesta e Zeca; Bruno Silva (Lindoso), Edenílson e Patrick; D’Alessandro e Nico López; Paolo Guerrero. Técnico: Ricardo Colbachini .

Vasco: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Oswaldo Henriquez, Leandro Castan e Henrique; Richard, Bruno Gomes e Felipe Ferreira; Rossi, Ribamar e Marrony. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Arbitragem: Vinicius Gonçalves Dias Araujo apita o jogo e será auxiliado por Bruno Salgado Rizo e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (todos são de São Paulo). Já o responsável pelo VAR (árbitro de vídeo) será Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral.

Vasco - Botafogo - Campeonato Brasileiro

Vasco vence Botafogo e se afasta da zona de rebaixamento

No primeiro clássico carioca do segundo turno do Campeonato Brasileiro, o Vasco venceu o Botafogo por 2 a 1, na noite desta quarta-feira (16), e se afastou da zona de rebaixamento da competição.

Bruno Gomes e Ribamar marcaram para o Vasco, enquanto Marcelo Benevenuto descontou para o Botafogo.

O duelo válido pela 26ª rodada do Brasileirão foi realizado em São Januário, no Rio de Janeiro.

A vitória coloca o Vasco com 34 pontos, na 11ª posição, oito pontos acima do CSA, primeira equipe dentro da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Já o Botafogo continua estacionado com 30 pontos e vê cada vez mais a zona de rebaixamento se aproximar.

PRÓXIMOS JOGOS

As equipes voltam a campo neste final de semana, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Vasco viaja até Porto Alegre para encarar o Internacional no Beira-Rio, neste domingo (20), às 16h.

Já o Botafogo recebe o CSA no Engenhão, na próxima segunda-feira (21), às 20h.

O JOGO

O primeiro gol do Vasco saiu aos sete minutos. Yago Pikachu tabela com Rossi, o atacante rola para trás e Bruno Gomes chega batendo de primeira. A bola ainda desvia em João Paulo e engana Diego Cavalieri antes de morrer no fundo das redes.

Aos 17 minutos, segundo gol do Vasco no jogo. Ribamar avança pelo centro e vê Diego Cavalieri adiantado. O centroavante finaliza de cobertura e marca um belo gol em São Januário.

O Botafogo respondeu aos 20 minutos. Luiz Fernando roubou a bola no campo de ataque e cruzou para a área. A bola chegou em Yuri que finalizou para boa defesa de Fernando Miguel.

No escanteio, Marcinho cobrou fechado no primeiro poste e Marcelo Benevenuto aproveitou a saída ruim de Fernando Miguel e cabeceou para o gol vazio.

Fernando Miguel se redimiu aos 28 minutos. Luiz Fernando fez boa jogada na direita e cruzou na área. Cícero ganhou da marcação e cabeceou para grande defesa do goleiro.

Aos 16 do segundo tempo, o Vasco quase ampliou o placar. Marcos Júnior fez boa jogada pela esquerda e achou Marrony na área. O atacante cabeceou no canto direito e Diego Cavalieri fez bela defesa.

Diego Cavalieri apareceu novamente aos 26 minutos. Novamente Marcos Júnior na jogada. Dessa vez o meia achou Rossi, que invadiu a área e bateu firme para noa intervenção do goleiro.

O Botafogo quase empatou aos 30 minutos. Gustavo Bochecha lançou Diego Souza na área e o atacante rolou para Leo Valencia. O chileno buscou o ângulo e a bola passou perto do travessão.

vasco fortaleza ceará avai brasileirão

Ceará vence o Avaí e sai da zona de rebaixamento; Vasco bate o Fortaleza

Com gol de Bergson no final, o Ceará conquistou uma vitória suada – e importante – sobre o Avaí neste domingo (13), na Arena Castelão. Já em São Januário, o Vasco derrotou o Fortaleza com um gol de pênalti, cobrado por Yago Pikachu. Os dois confrontos, válidos pela 25ª rodada do Brasileirão, foram importantes na parte debaixo da tabela.

Com a vitória, os cearenses saíram da zona de rebaixamento. O time conquista a primeira vitória com o técnico Adilson Batista, chega aos 26 pontos e pula para a 16ª posição – empurrando o CSA para a ZR.

Já o Avaí segue afundado na vice-lanterna. Com 17 pontos, os catarinenses torcem por um empate entre Chapecoense e Cruzeiro, os outros dois times que integram as quatro últimas posições da Série A.

Por fim, o Vasco saltou para a 12ª posição e alcançou os 31 pontos – seis à frente da ZR. Enquanto isso, o Fortaleza, 15º colocado, segue com 28 pontos.

Jogadores do Ceará comemoram o gol de Bergson. (Stephan Eilert/cearasc.com)

PRÓXIMOS JOGOS

A próxima rodada do Brasileirão acontece já neste meio de semana. O Fortaleza é quem tem a missão mais difícil: encara o Flamengo na quarta-feira (16), às 20h, na Arena Castelão.

No mesmo dia, só que às 21h30, o Vasco enfrenta o clássico contra o Botafogo em São Januário.

Na quinta-feira (17), às 19h15, o Avaí recebe o Internacional na Ressacada e o Ceará visita o Santos na Vila Belmiro.

Vasco - Avaí - Campeonato Brasileiro

Vasco empata com o Avaí e segue perto da zona de rebaixamento

Em confronto direto na luta pelo rebaixamento no Campeonato Brasileiro, Avaí e Vasco empataram em 0 a 0, na noite desta quinta-feira (10), e a equipe carioca segue sem conseguir se distanciar do grupo dos quatro últimos da competição.

O duelo válido pela 24ª rodada do Brasileirão foi realizado na Ressacada, em Florianópolis.

O empate deixa o Vasco na 14ª posição com 28 pontos, apenas cinco acima do Ceará, primeira equipe dentro da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Já o Avaí permanece na 19ª posição com apenas 17 pontos e viu sua distância para a saída da zona de rebaixamento aumentar para oito pontos, com a vitória do CSA nesta quarta-feira (9).

PRÓXIMOS JOGOS

As equipes voltam a campo neste domingo (13), pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Vasco tem outro confronto direto pela fuga do rebaixamento contra o Fortaleza em São Januário, às 16h.

O Avaí também tem um duelo pela sobrevivência na Série A, contra o Ceará em Fortaleza, no Castelão, às 16h.

O JOGO

A primeira chance de gol na partida foi do Avaí. Após escanteio cobrado por Douglas, Betão ganhou da marcação e cabeceou para boa defesa de Fernando Miguel.

O Avaí quase marcou seu gol aos 43 minutos. Igor Fernandes fez jogada pela esquerda, cortou para o meio e bateu cruzado perto do poste direito de Fernando Miguel.

Aos 45 minutos, nova chance do Avaí. João Paulo cruzou rasteiro da esquerda e Richard Franco ganhou da marcação, mas tentou a finalização de letra e mandou a bola para fora.

O Vasco criou boa chance logo aos três minutos do segundo tempo. Rossi lançou Richard, que saiu na frente de Vladimir, mas na hora de finalizar se atrapalhou e mandou fraco nas mãos do goleiro.

O Avaí respondeu aos oito minutos. Caio Paulista avançou pelo meio e finalizou perto do travessão.

A resposta do Vasco veio aos 16 minutos. Após cruzamento da direita, Ribamar ganhou da marcação e cabeceou no travessão.

Ribamar teve nova chance aos 27 minutos. O atacante ganhou na velocidade da marcação, mas na hora de fintar Vladimir, o goleiro conseguiu ficar com a bola.

Atlético Mineiro - Vasco - Campeonato Brasileiro - Igor Rabello

Vasco vira contra Atlético Mineiro e respira no Campeonato Brasileiro

Na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o Vasco conseguiu uma vitória de virada importante no Independência, com o triunfo por 2 a 1 contra o Atlético Mineiro, na noite desta quarta-feira (2).

O Atlético Mineiro abriu o placar com Otero, mas o Vasco empatou com Rossi em cobrança de pênalti e virou o duelo com Marcos Júnior.

O duelo válido pela 21ª rodada do Brasileirão foi realizado no Independência, em Belo Horizonte.

A derrota mantém o Atlético Mineiro na nona posição, com cinco pontos de distância para o Bahia, último clube a se classificar para a Copa Libertadores da América de 2020 no momento.

Já o Vasco avança até a 13ª posição, com sete pontos de vantagem para o Cruzeiro, primeira equipe dentro da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

PRÓXIMOS JOGOS

O Atlético Mineiro viaja até São Paulo para encarar o Palmeiras no Allianz Parque, no próximo domingo (6), às 17h

Já o Vasco recebe o Santos em São Januário, no próximo sábado (5), às 17h

O JOGO

Atlético Mineiro - Vasco - Campeonato Brasileiro
Heber Roberto Lopes precisou do auxílio do VAR para assinalar a penalidade para o Vasco. Reprodução/Twitter Atlético

A primeira chance de gol do jogo foi do Atlético Mineiro aos 11 minutos. Otero bateu falta da intermediária, a bola pegou efeito e caiu no travessão de Fernando Miguel, que só pode assistir.

O Vasco respondeu aos 15 minutos. Ribamar fez jogada pela esquerda, mas cruzou em cima da defesa. A bola sobrou para Andrey na entrada da área e o volante finalizou perto do poste direito de Cleiton.

Aos 25 minutos, o Atlético Mineiro levou perigo na bola parada. Em escanteio cobrado da esquerda, a bola chegou em Otero, que estava livre no segundo poste. O meia cabeceou firme, mas Fernando Miguel espalmou para a linha de fundo.

O Vasco teve a última chance de gol do primeiro tempo. Raul bateu falta no segundo poste e Talles Magno ganhou da marcação. O atacante cabeceou firme e a bola bateu no travessão e foi para fora.

O Vasco levou perigo logo no primeiro minuto do segundo tempo. Marrony tabelou com Raul e finalizou para boa defesa de Cleiton.

O Atlético Mineiro conseguiu abrir o placar do jogo aos 14 minutos. Vinicius fez o cruzamento na cabeça de Igor Rabello. O zagueiro ajeitou para Otero que finalizou firme para marcar o gol.

Aos 20 minutos, Marrony foi lançado na área e Patric tentou o corte, mas acertou o atacante vascaíno. Com o auxílio do VAR, Heber Roberto Lopes confirmou a penalidade.

Na cobrança, Rossi deslocou Cleiton e empatou o duelo para o Vasco.

Rossi apareceu novamente para decidir para o Vasco aos 48 minutos. O atacante cruzou de três dedos e achou Marcos Júnior na pequena área. O centroavante dominou no peito e finalizou firme para virar o placar no Independência.