Ação conjunta retira 600 pneus de mangues do litoral no PR

Andreza Rossini


Um trabalho conjunto entre fiscais do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), agentes da Prefeitura de Paranaguá e Guarda Municipal, realizada nesta sexta-feira (27), retirou pelo menos 600 pneus velhos que estavam depositados irregularmente em uma área de mangue no município, no litoral do estado.

Na semana passada já houve uma ação semelhante, que somada a esta chega a cerca de 1,5 mil pneus recolhidos. Além do dano ambiental, depositar pneus de maneira incorreta e em céu aberto pode se tornar um criadouro de mosquitos que podem transmitir doenças, entre elas dengue, chikungunya e zica. Agentes do município encontraram larvas do mosquito no local.

O responsável pelo terreno foi notificado a comparecer ao Escritório Regional do IAP no município para apresentar documentos e receber as sanções legais e administrativas cabíveis. Nesse caso a multa por crime ambiental pode variar de R$ 5 a R$ 50 mil, de acordo com o porte da empresa, a quantidade de pneus e possível reincidência. O responsável também pode responder por armazenamento incorreto do material que apresenta risco à saúde da população.

“Os pneus não deveriam ser armazenados assim, a céu aberto. Além disso, a empresa responsável pelo depósito deveria procurar os órgãos competentes para obter as autorizações necessárias, tanto para o armazenamento quanto para a destinação correta do material”, afirma Paulo Nogueira, coordenador do IAP no Verão Paraná. “Vimos aqui, danos além do meio ambiente, a saúde das pessoas também é afetada; uma família inteira contou que já pegou dengue aqui”, relatou.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="411207" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]