Litoral do Paraná tem cinco pontos impróprios para banho

Andreza Rossini


O boletim de balneabilidade divulgado nesta sexta-feira (10) pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), aponta que as praias do estado tem 5 pontos impróprios para banho. O número caiu em comparação com o boletim divulgado na última semana.

A Praia do Farol, na Ilha do Mel, figurava como imprópria para banho na última avaliação e agora já não apresenta risco para os banhistas. Já no Interior, o único local monitorado que foi considerado impróprio para banho é um ponto no Rio Paranapanema, no município de Primeiro de Maio. A mudança aconteceu devido à floração de algas na região, que afeta as condições de balneabilidade.

Os locais que não são indicados para banho por ter bactérias Escherichia coli acima dos padrões estabelecidos pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), são: Guaratuba, a 100 metros à esquerda do Morro do Cristo; dois pontos em Morretes, no Rio Nhundiaquara (em Porto de Cima e no Largo Lamenha Lins); no Rio Marumbi, também em Morretes e na Ponta da Pita, em Antonina.

No Litoral e no interior, são 60 pontos próprios para banho.

Independente da época do ano, o Paraná tem outros dez pontos permanentemente impróprios para banho, que são: Rio Olho D’água – Foz, em Pontal do Paraná; Rio Matinho – Foz, em Matinhos; Canal Caiobá – Foz, na praia brava de Caiobá, Rio Brejatuba – Foz, Galeria Marechal Deodoro – Foz, Canal Clevelândia – Foz, Canal do Camping – Foz, Rio das Pedras – Foz, Rio do Tenente – Foz e Rio Sai-Fuaçu, todos em em Guaratuba.

Os locais monitorados semanalmente na orla paranaense são: 13 pontos em Guaratuba, 14 em Matinhos, 11 em Pontal do Paraná, seis na Ilha do Mel, três em Morretes e dois em Antonina. Foi também alterado o local de monitoramento de três pontos em Guaratuba – dois na Praia Central e um em Caieiras.

Os veranistas podem se orientar em relação a balneabilidade seguindo a orientação das bandeiras, que aponta a condição da água a 100 metros à direita e à esquerda de cada bandeira.  A cor vermelha indica que a água não é recomendada, enquanto que a azul demonstra que a região está própria para banho.

Confira a íntegra dos boletins:

Litoral

Interior

Previous ArticleNext Article