Litoral do PR teve cinco desastres naturais e 23 mil queimaduras por águas-vivas

Andreza Rossini


Nos primeiros 30 dias da Operação Verão Paraná, a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil do Paraná registrou 149 alertas e cinco desastres no litoral do estado. Os acontecimentos deixaram 23 pessoas desabrigadas, 12 desalojadas, dois feridos e uma morta.

Nesta temporada, alguns municípios foram atingidos por fortes chuvas que causaram alagamentos e precisou do atendimento da Defesa Civil. Um dos municípios mais afetados foi Paranaguá, que em minutos registrou chuvas de mais de 200 milímetros.

O Simepar realizou 28 boletins meteorológicos, 122 alertas meteorológicos, 112 previsões meteorológicas e 18.816 coletas de dados das estações hidrometeorológicas.

Além disso foram registrados 682 incidentes na água, com 594 resgates e oito óbitos por afogamento. No primeiro mês da temporada anterior foram feitos 608 resgates e houve seis óbitos por afogamento. Já o número de advertências caiu de 20.553 para 17.193 neste verão, e o número de orientações passou de 34.221 para 41.763.

Com relação às crianças perdidas e encontradas o número subiu de 318 na temporada anterior para 440 nesta. Na temporada anterior foram distribuídas 18.573 pulseirinhas. O número passou para 23.717 neste ano. Para início de temporada, os casos de incidentes (envenenamento) com águas-vivas também subiram de 5.943 para 23.175.

Também foram registrados neste primeiro mês de atividades 40 ocorrências de incêndio, 77 acidentes de trânsito e 82 de prevenção e auxílio. No mesmo período do verão anterior foram 57 ocorrências de incêndio, 98 acidentes de trânsito e 131 de prevenção e auxílio.

O Instituto de Criminalística realizou 211 exames, sendo 143 em drogas, 11 em armas de fogo, sete em veículos e 10 atendimentos de locais com morte violenta. Já o Instituto Médico Legal (IML) fez 122 atendimentos, sendo mais de 100 de lesão corporal e mais de 10 de violência sexual, entre outros.

Os dados correspondem ao período de 22 de dezembro de 2016 a 23 de janeiro de 2017 e a comparação é com o mesmo período do verão anterior. As informações foram divulgadas em entrevista coletiva realizada na manhã desta terça-feira (24).

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="410534" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]