Saúde contabiliza 45 mil atendimentos nos primeiros 30 dias da Operação Verão

Roger Pereira


Da AEN

A Operação Verão no Paraná completou 30 dias com 45.176 atendimentos em saúde nos sete municípios do litoral paranaense, entre 17 de dezembro de 2016 e 15 de janeiro de 2017. O número abrange atendimentos realizados em hospitais, unidades de saúde e pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

“Neste período o número de turistas pelo litoral aumenta muito. Então, nos preparamos para atender às demandas e garantir que todos tenham acesso integral aos serviços de saúde na região”, ressalta o secretário de Estado da Saúde, Michele Caputo Neto.

Para isso, o Governo liberou R$ 4,3 milhões aos municípios da região. A verba garantiu a contratação de 5.445 plantões extras e a aquisição de materiais hospitalares e medicamentos nas cidades de Antonina, Guaraqueçaba, Guaratuba, Matinhos, Morretes, Pontal do Paraná e Paranaguá.

VIGILÂNCIA –Durante a temporada, a Vigilância Sanitária também reforça as fiscalizações nos municípios litorâneos. Entre os dias 3 e 14 de janeiro, as equipes de saúde inspecionaram 53 estabelecimentos comerciais, como mercados de peixes, lanchonetes e restaurantes.

“Os problemas encontrados com mais frequência são a falta de higiene e a temperatura inadequada para o armazenamento dos alimentos. Entretanto, muitas vezes esses problemas podem ser resolvidos com uma breve orientação aos funcionários do local”, explica o técnico da vigilância sanitária da 1ª Regional de Saúde, Diovaldo Freitas.

Além das inspeções, a Vigilância Sanitária também verificou quatro denúncias de irregularidades, realizou nove autuações e 63 orientações em Guaratuba, Matinhos, Paranaguá e Pontal do Paraná. No mesmo período, as equipes foram responsáveis pela distribuição de materiais educativos a mais de 1200 veranistas com dicas sobre manipulação e armazenamento de alimentos, entre outras.

TENDAS – Até o dia 1º de março, a Secretaria também oferece orientações de saúde aos veranistas em tendas montadas nas praias de Guaratuba, Matinhos e Pontal do Paraná. Desde o início das atividades, foram realizados 9.484 procedimentos. O serviço fica disponível de quinta-feira a domingo das 8h30 às 17h30.

“As barracas da Saúde facilitam o acesso da população e dão visibilidade a exames importantes e que, muitas vezes, não recebem a devida atenção”, comenta o chefe da Divisão Estadual de Controle das DST, Aids, Hepatites Virais e Tuberculose, Francisco Carlos dos Santos.

O total de atendimentos nas tendas engloba mais de duas mil aferições de pressão, 1,6 mil testes de glicemia, e, em média, 1,4 mil teste de HIV, sífilis, e hepatites B e C. Os espaços também estão aptos a realizar curativos em pequenos ferimentos, primeiro atendimento em queimaduras de águas-vivas e, se necessário, encaminhar o veranista ao serviço de saúde mais próximo.

OUVIDORIA – As barracas também contam com o serviço de Ouvidoria Itinerante do SUS. Nesta temporada, já foram distribuídos mais de 12 mil materiais com orientações sobre o serviço disponível em todo o Paraná. A equipe também está realizando pesquisas para saber do conhecimento da população sobre o trabalho da Ouvidoria e a satisfação com os serviços oferecidos pelo SUS no Estado.

Saiba onde estão as tendas da Saúde no litoral:

Matinhos –Av. Atlântica (próximo à Rua Jacarezinho)

Guaratuba –Praça central (Praça Coronel Alexandre Mafra)

Pontal do Paraná –Praça central de Ipanema (ao lado da igreja)

O serviço funciona de quinta-feira a domingo, das 8h30 às 17h30 até o dia 1º de março.

Previous ArticleNext Article
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal