Sem UTI, Cianorte publica decreto restritivo após ameaça de Maringá e ligação de Ratinho

Vinicius Cordeiro

cianorte prefeito decreto maringá ratinho

A prefeitura de Cianorte só publicou hoje (1) decreto restritivo seguindo as normas determinadas, incluindo o lockdown das 20h às 5h, pelo governo do Paraná. A decisão só foi tomada após o prefeito de Maringá, Ulisses Maia, afirmar que não atenderia nenhum paciente com covid-19 dos municípios que não seguem as restrições estaduais.

O prefeito de Cianorte, Marco Franzato (PSD), também revelou que recebeu uma ligação do governador Ratinho Junior (PSD) neste domingo (1). Mesmo assim, ele divulgou vídeo na cidade afirmando que não concorda com o lockdown.

“Eu até não concordo com isso, sabe? Acho que o comércio varejista não é o responsável por tudo isso. Mas eu acho que é momento da política no coletivo, a gente precisa salvar vidas e é isso que precisamos fazer. Vamos seguir rigorosamente o decreto do governador do Paraná”, disse ele.

Conforme o boletim municipal, Cianorte está com todos os leitos de UTI ocupados, sejam da rede pública ou privada. São 4.088 casos confirmados e 50 mortes até o momento. Além disso, o município já teve que emprestar dois cilindros de oxigênio de Campo Mourão para seguir atendendo a demanda na rede hospitalar.

“Vamos agora também intensificar a fiscalização. Precisamos dessa semana um período de calmaria, que as pessoas não saiam, não façam festa e usem máscara para que a gente possa, queira Deus, voltar à normalidade na segunda-feira que vem. Normalidade respeitando a máscara, distanciamento, tudo isso”, completou.

Assista o vídeo divulgado pelo prefeito:

Nesta segunda-feira, o governador Ratinho Junior enviou uma carta, junto com outros 15 governadores, rebatendo e questionando dados da eficácia das medidas restritivas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Leia a íntegra do decreto publicado pela prefeitura de Cianorte.

CIANORTE PASSA A SEGUIR DECRETO APÓS AMEAÇA DO PREFEITO DE MARINGÁ

Neste domingo, o prefeito de Maringá, Ulisses Maia (PSD), publicou nas redes sociais um aviso alertando que o município não atenderia nenhum paciente das cidades que não estão seguindo o decreto estadual.

“Cidades em que os prefeitos não estão respeitando o decreto do governo estadual, deixando tudo funcionar normalmente, não poderão buscar atendimento médico em Maringá para tratar pacientes com o vírus. Que toda região tenha consciência que o momento requer união na prevenção para vencermos juntos o mais rápido possível. Conto com todos”, afirmou ele no Facebook.

Pessoal, cidades em que os prefeitos não estão respeitando o decreto do governo estadual, deixando tudo funcionar…

Publicado por Ulisses Maia em Domingo, 28 de fevereiro de 2021

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="748432" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]