Argentinos pedem reabertura de ponte em Porto Iguaçu, na fronteira com Foz

Redação

Porto Iguaçu quer reabertura de ponte

Empresários e trabalhadores do setor de turismo de Porto Iguaçu, cidade argentina que faz divisa com Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, fizeram na manhã desta terça-feira (22) um bloqueio total na Rota Nacional 12, que liga a região ao resto do país. Eles pedem a reativação do turismo e a reabertura da Ponte Tancredo Neves, fechada desde março para o público em geral. As informações são da Rádio Yguazú.

Atualmente, apenas caminhões de cargas devidamente verificados nas duas aduanas, brasileira e argentina, cruzam a ponte entre os dois países. Mas Porto Iguaçu depende economicamente do turismo, sobretudo da entrada de brasileiros apreciadores da gastronomia argentina, de seus vinhos e do cassino instalado na entrada da cidade. Atualmente, a região está aberta apenas ao turismo interno.

Rodrigo Lugo Membro da Comissão Diretiva do Sindicato dos Trabalhadores em Turismo, Hotelaria e Gastronomia da República Argentina (Uthgra), falou sobre o pedido dos trabalhadores de turismo. Eles querem que o governo da província de Missiones abra um diálogo com o setor empresarial e dos trabalhadores. Isso porque, segundo Lugo,”hoje eles estão realmente passando por um momento muito ruim.”

“A medida consiste basicamente em tentar chamar a atenção suficiente dos políticos, sejam eles municipais ou provinciais, para que se aproximem e estabeleçam uma mesa de diálogo com o objetivo de lhes transmitir ou transferir a situação real do que está acontecendo no setor de turismo em Iguaçu. A partir disso, esperamos algum tipo de solução, resposta ou posicionamento deles ”,disse.

Leia também: Barreiras sanitárias serão feitas nas entradas das cidades do litoral

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="735583" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]