Entidades judaicas repudiam ataque a mesquita em Ponta Grossa

A Federação Israelita do Paraná e a B'nai B'rith Paraná emitiram na tarde deste sábado uma nota conjunta de repúdio ao a..

Redação - 27 de novembro de 2021, 19:56

Reprodução Instagram
Reprodução Instagram

A Federação Israelita do Paraná e a B'nai B'rith Paraná emitiram na tarde deste sábado uma nota conjunta de repúdio ao ataque feito na sexta-feira à mesquita Imam Ali, em Ponta Grossa. Nesse ataque, as paredes da mesquita foram sujas e um exemplar o Alcorão, o livro sagrado da religião islâmica, foi queimado.

Veja a íntegra da nota:

"Chocadas com a violência perpetrada contra a Mesquita Iman Ali, de Ponta Grossa, a Federação Israelita do Paraná, em nome da comunidade israelita paranaense, e a B’nai B’rith Paraná, representante da mais antiga instituição de direitos humanos do mundo, vêm a público lamentar e repudiar, veementemente, as agressões sofridas pelos fiéis muçulmanos daquela cidade. Manifestamos nossa profunda solidariedade ao sheik Mahmoud Shamsi e à sua congregação em razão do vandalismo praticado pelo ódio islamofóbico, pela intolerância religiosa e pelo nefasto racismo.

É inadmissível que um templo religioso seja desrespeitado com invasão, pichações e a destruição, pela queima do livro sagrado do Alcorão. Episódios preocupantes como este, que repetiu outro ocorrido em 2015 na mesma mesquita, não devem ser tolerados. Pedimos às autoridades policiais e judiciais a apuração rigorosa dos fatos e a punição dos responsáveis pelo abominável ataque.

Curitiba, 27 de novembro de 2021

ISAC BARIL e SZYJA LORBER

Presidente da Federação Israelita do Paraná Presidente da B’nai B’rith Paraná"