Liminar barra demolição do autódromo em Pinhais. Empresa vai recorrer

Uma liminar da Justiça determinou que seja paralisada a atividade de demolição do Autódromo Internacional de Curitiba, p..

Redação - 17 de dezembro de 2021, 11:49

Reprodução Twitter
Reprodução Twitter

Uma liminar da Justiça determinou que seja paralisada a atividade de demolição do Autódromo Internacional de Curitiba, para dar lugar a um bairro planejado, até que um processo que pede o tombamento da área seja concluído. Uma mobilização popular na manhã desta sexta-feira tentou impedir o trabalho de homens com máquinas que iriam começar os trabalhos no local. Nas redes sociais, vídeos mostraram a ação de um grupo que se mobilizou contra o começo das obras. Empresa vai recorrer.

A decisão que impede a demolição, da Vara de Fazenda Pública de Pinhais, atende a um pedido que alega que as obras programadas para o futuro vão descaracterizar o patrimônio histórico, cultural e paisagístico da região, que estaria garantida por uma lei municipal.

Em nota, a Bairru, empresa responsável pela construção do Bairru Parc, o empreendimento que deve ser construído no local, disse que "ainda não foi notificada pela Justiça a respeito da decisão judicial que suspende as obras de desativação do Autódromo de Pinhais."

"Apesar de não ter recebido a notificação, a empresa decidiu suspender as obras que estavam sendo realizadas e determinou a paralisação das máquinas. A Bairru Ubanismo irá recorrer da decisão, tão logo receba a notificação e se inteire dos fatos contidos na ação que concedeu a liminar. A Bairru esclarece que o Autódromo é uma propriedade particular e não é uma Unidade de Interesse de Patrimônio Histórico."

"Em 25/11 a Prefeitura de Pinhais aprovou a Operação Urbana Consorciada – OUC para a construção de um bairro planejado no imóvel, do qual a BAIRRU é uma das proprietárias e cujo projeto foi elaborado pelo Escritório Jaime Lerner.  O novo projeto deve gerar cerca de 20 mil empregos diretos e indiretos e uma arrecadação tributária pelo município de Pinhais avaliada em R$ 150 milhões", disse a empresa.

A Bairru reiterou ainda que estava autorizada a iniciar as obras de desativação no local, de acordo com autorização expedida no dia 15/12/2021 pela Prefeitura de Pinhais.

A prefeitura de Pinhais disse em nota que o projeto concilia o interesse urbanístico e a preservação histórico-cultural.

https://twitter.com/gaslym1lgral/status/1471821762400821249?s=20

A área do Autódromo Internacional de Curitiba, localizado em Pinhais, na região metropolitana, deve dar lugar ao Bairru Parc, um grande complexo habitacional e comercial que deve levar cerca de 80 mil pessoas a morar no local quando estiver pronto. O projeto foi apresentado no começo deste mês, quando ocorreu a última corrida na pista, a final da Copa Truck 2021. Uma espécie de cidade dentro da cidade de Pinhais, o empreendimento, com projeto feito pelo escritório de Jaime Lerner, será lançado ao mercado no final do ano que vem.

O que está previsto para a área do autódromo

O Bairru Parc ocupará 560 mil metro quadrados. Dessa área, 300 mil metros quadrados serão ruas, áreas verdes e equipamentos públicos. Os outros 260 mil metros quadrados serão ocupados por áreas comerciais, residenciais, de uso misto, se serviços e de lazer. Mas o maior espaço será mesmo residencial, em torno de 133 mil metros quadrados. E há uma previsão de 220 lojas no novo bairro e a circulação de cerca de 80 mil pessoas, entre moradores e trabalhadores, quando tudo estiver concluído.

O projeto prevê a preservação de parte do traçado do autódromo. No pacote devem vir várias soluções de sustentabilidade, como sistema de aproveitamento de água da chuva, pontos recarga para carros elétricos, iluminação pública com luminárias de LED de baixo consumo de energia, rede pública de w-fi e muita arborização.