Aglomerações em bares e festas resultam em R$ 467 mil em multas

Redação

Aifu fiscaliza aglomerações

As equipes da Aifu (Ação Integrada de Fiscalização Urbana) aplicaram na sexta-feira (5) à noite  R$ 476.750,00 em multas pelo descumprimento da Lei 15.799/2021. Essa lei  estabelece sanções e infrações a pessoas e empresas que não seguirem as medidas restritivas necessárias para o enfrentamento da disseminação da covid-19, como evitar aglomerações e permitir pessoas sem uso de máscara. As informações são da Agência de Notícias da prefeitura de Curitiba.

Na ação, as equipes vistoriaram 13 locais. Desses locais, 12 tiveram a atividade paralisada e 23 autos de infração foram lavrados.

Os estabelecimentos foram multados por várias irregularidades previstas na lei. Entre elas, pela realização de atividade de bar, por não promover o controle de pessoas, por restrição de horário, por aglomerações, pela promoção e participação em eventos e o descumprimento de uso de máscaras pelos frequentadores.

 

Festa no Ganchinho com aglomerações

Num dos casos, o responsável por uma festa/evento, realizado no Bairro Ganchinho, foi autuado em R$ 100.000,00, sendo R$ 50.000,00 por aglomeração e outros R$ 50.000,00 por promover eventos. No local também foram lavrados oito autos de infração (pessoa física), no total de R$ 1.200,00, pelo descumprimento da obrigação do uso de máscaras (R$ 150,00 cada) e R$ 5.000,00 em auto de infração (pessoa física) por participar de evento.

Sete bares e lanchonetes no Bairro São Francisco foram autuados em R$ 50.000,00 cada por atividade de bar. Outros três estabelecimentos no São Francisco foram autuados tendo sido lavrados dois autos de infração de R$ 5.000,00 por restrição de horário e outro auto de infração de R$ 5.000,00 por não promover o controle no número de pessoas, respeitando o limite de uma pessoa por 9m².

O responsável por uma festa no CIC também foi autuado em 5.000,00 por aglomeração. E ainda foi lavrado auto de infração de R$ 550 pelo descumprimento do uso de máscara.

 

Leia também: Idosos acamados já podem se cadastrar pelo Saúde Já para receber a vacina

Previous ArticleNext Article