Athletico perde para o Operário e desperdiça chance de assumir a liderança do Paranaense

Com os aspirantes, o Athletico foi derrotado pelo Operário por 2 a 1, perdeu a invencibilidade no Paranaense e ainda desperdiçou a chance de assumir a liderança

Pedro Melo - 27 de fevereiro de 2022, 18:02

(José Tramontin/Athletico)
(José Tramontin/Athletico)

Com o time de aspirantes, o Athletico foi derrotado pelo Operário por 2 a 1, perdeu a invencibilidade no Campeonato Paranaense e ainda desperdiçou a chance de assumir a liderança. Os dois gols do Fantasma foram do meia Marcelo ainda no primeiro tempo, enquanto Juninho descontou nos acréscimos da etapa final.

A derrota mantém o Rubro-Negro com 17 pontos, agora na sexta colocação, dois a menos que o líder Maringá. O Furacão encerra a fase de classificação do estadual contra o FC Cascavel e precisa da vitória para terminar no G4 e ter vantagem de decidir o confronto das quartas de final na Arena da Baixada.

Antes do estadual, o Athletico volta todas as atenções para a disputa da Recopa Sul-Americana. O time comandado por Alberto Valentim empatou o jogo de ida com o Palmeiras em 2 a 2 e decide na próxima quarta-feira, às 21h30, o título em São Paulo.

OPERÁRIO TEM ÓTIMO PRIMEIRO TEMPO PARA DERROTAR O ATHLETICO NA ARENA DA BAIXADA

O Operário não se intimidou em jogar fora de casa e abriu o placar aos 17 minutos de jogo. Paulo Sérgio puxou rápido contra-ataque e Giovanni Pavani tocou para Marcelo, que completou para as redes. Já aos 33, o mesmo Marcelo aproveitou desvio da defesa rubro-negra no passe de Paulo Sérgio e ampliou o placar.

Antes do intervalo, o Fantasma quase fez o terceiro. Marcelo e Paulo Sérgio trocaram rápidos passes, mas o chute foi pela linha de fundo. A defesa rubro-negra apenas correu atrás da bola no lance.

Em desvantagem, o Athletico voltou com uma mudança no ataque e uma outra postura em campo. Logo aos cinco minutos, Pedrinho chegou pelo lado esquerdo e cruzou para Guilherme Bissoli, que finalizou na trave. Já aos 12, o centroavante teve mais uma chance em cobrança de falta e Simão fez grande defesa.

Ao longo do segundo tempo, o jogo ficou mais equilibrado e o Operário encontrou mais espaços para atacar. O terceiro gol do Fantasma quase saiu aos 30 minutos. Paulo Sérgio recebeu o passe de Arnaldo, chutou e Anderson salvou.

Nos acréscimos, o Athletico conseguiu descontar o placar. Juninho recebeu passe de Guilherme Bissoli e chutou forte para o fundo das redes, sem chances para Simão.

FICHA TÉCNICA - 10ª RODADA DO CAMPEONATO PARANAENSE

Data, horário e local: domingo (27), às 16h, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Athletico: Anderson; João Vialle, Luan Patrick, Lucas Fasson e Pedrinho (Vinicius Kauê); Pablo Siles, Pierre (Juninho) e Jader (Lucas Halter); Carlos Eduardo, Guilherme Bissoli e Davi Araújo (Daniel Cruz). Técnico: Wesley Carvalho.

Operário: Simão; Lucas Mendes (Arnaldo), Thales, Reniê e Romário; Leandro Vilela (André Lima), Marcelo (Rodrigo Pimpão) e Javier Reina (Lucas Vital); Gioavnni Pavani (Gustavo Lopes), Paulo Sérgio e Thomaz Santos. Técnico: Ricardo Catalá.

Gols: Marcelo (OPE), aos 17' e 33' do primeiro tempo, e Juninho (CAP), aos 52' do segundo tempo.

Cartões amarelos: Romário, Lucas Mendes, Marcelo, Reniê, Leandro Vilela, Rodrigo Pimpão, Simão e André Lima (OPE); Pablo Siles, Anderson e Lucas Halter (CAP).

Arbitragem: Elvio Kertelt Legnani (PR), auxiliado por Bruno Fernando Aparecido Rohling (PR) e Geovany José Roncaratte (PR).