Copa do Brasil: voo do Athletico atrasa na saída de Curitiba

O voo do Athletico teve um atraso de mais de uma hora para deixar o Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, rumo a cidade de Imperatriz

Redação - 19 de abril de 2022, 15:20

(Divulgação/Athletico)
(Divulgação/Athletico)

O voo do Athletico teve um atraso de mais de uma hora para deixar o Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, rumo a cidade de Imperatriz, no Maranhão. O Rubro-Negro realiza uma viagem fretada para a disputa da terceira fase da Copa do Brasil contra o Tocantinópolis, nesta quarta-feira (20), às 19h, no Ribeirão.

De acordo com a repórter Monique Vilela, que está na cidade maranhense, o aeroporto em Imperatriz fecha às 18h. Com o atraso na saída de Curitiba, uma operação diferente terá que ser feita para receber a delegação rubro-negra.

A logística para chegar até Tocantinópolis é complicada para o grupo do Athletico. O Rubro-Negro terá que ficar em Imperatriz, a pouco mais de 100 km da cidade da partida, e só vai para o Tocantins horas antes da bola rolar. Porém, a viagem será mais longa que o esperado. A balsa para chegar no interior tocantinense não comporta ônibus e o Athletico vai pela região do Estreito, o que aumenta a viagem em cerca de 70 km.

Por conta da maratona de jogos nas próximas semanas, o técnico Fábio Carille poupou oito jogadores que começaram contra o Atlético-MG. Já o lateral Orejuela também ficou de fora por já ter disputado a Copa do Brasil pelo Grêmio. Os únicos titulares que viajaram foram o goleiro Bento e o volante Hugo Moura.

Athletico e Tocantinópolis se enfrentam nesta quarta-feira (20), às 19h, no estádio Ribeirão, no interior de Tocantins.

CONFIRA OS RELACIONADOS DO ATHLETICO

  • Goleiros: Anderson, Bento e Léo Linck
  • Laterais: Khellven, Pedrinho e Vinicius Kauê;
  • Zagueiros: Dourado, João Vialle, Lucas Fasson e Lucas Halter;
  • Volantes: Christian, Hugo Moura, Matheus Fernandes e Pablo Siles;
  • Meias: Jader, Léo Cittadini, Marlos e Vitor Bueno;
  • Atacantes: John Mercado, Pablo, Pedro Rocha, Rômulo e Tomás Cuello.