Flamengo dá show e volta a superar o Corinthians na Neo Química Arena

Yago Rudá - Folhapress

flamengo corinthians

O Flamengo teve uma apresentação de gala na tarde deste domingo (1). Fora de casa, na Neo Química Arena, o Rubro-negro não tomou conhecimento do Corinthians e bateu o rival paulista, por 3 a 1, com gols de Everton Ribeiro, Gustavo Henrique e Bruno Henrique, enquanto Vitinho diminuiu para a equipe do Parque São Jorge. Pelo segundo ano seguido, o clube da Gávea conseguiu impor uma enorme superioridade ao Alvinegro em Itaquera.

Mantendo a alta média de gols dos últimos jogos com Renato Gaúcho no banco de reservas, o Flamengo não sentiu a pressão por jogar em São Paulo e colocou o Corinthians na roda do início ao fim. O Timão, que até então ostentava uma das melhores defesas do Campeonato Brasileiro, não conseguiu neutralizar o adversário e conheceu seu pior resultado sob o comando de Sylvinho.

Com a vitória, o Flamengo chegou aos 24 pontos no Brasileirão e se aproximou do G4. O Rubro-negro, no entanto, tem dois jogos pendentes a serem realizados. O Corinthians volta a ser derrotado em casa, assim como já havia acontecido contra Red Bull Bragantino, Atlético-MG e Atlético-GO, e estaciona nos 17 pontos ganhos após 14 rodadas.

HOMENAGEM AOS PAIS

De olho no clássico das maiores torcidas do país, a Boticário, empresa de cosméticos, aproveitou a ocasião para divulgar uma ação de Dia dos Pais. Jogadores de Flamengo e Corinthians atuaram com o nome de seus pais nas camisas e os clubes badalaram a iniciativa em suas redes sociais.

EVERTON RIBEIRO SE DESTACA

Questionado por parte da torcida, Everton Ribeiro fez grande jogo na Neo Química Arena. Livre para circular, o camisa 7 apareceu em todos os lados e foi preciso nos passes. Após longo jejum, acertou bonito chute para abrir o placar e voltar a marcar com a camisa do Fla.

DUPLA DE VOLANTES LEVA UM BAILE

Os volantes Gabriel e Roni foram colocados na roda pelos homens de frente do Flamengo. A dupla não conseguiu fechar os espaços ocupados por Everton Ribeiro, De Arrascaeta, Diego e Willian Arão e precisou ser substituída no intervalo da partida.

INÍCIO AVASSALADOR

A tática do Corinthians em jogar fechado e apostar nos contra-ataques pelas beiradas do campo durou apenas seis minutos. Em um início avassalador na partida, o Rubro-negro ocupou o campo de defesa do adversário e criou duas boas chances antes de abrir o placar. O time carioca se aproveitou de um erro de passe de Cantillo para Roni, roubou a bola, e contou com uma finalização precisa de Everton Ribeiro, de fora da área, para abrir o placar.

MASSACRE EM ITAQUERA

Mesmo em casa, o Corinthians não viu a cor da bola no primeiro tempo. A marcação alta do Flamengo dificultou a saída de jogo dos corintianos, que ficaram sufocados no campo de defesa e viram o Rubro-negro fazer o que bem entendeu na partida. Nos cinco minutos finais da etapa inicial, Gustavo Henrique, de cabeça em cobrança de escanteio, e Bruno Henrique, também de cabeça, só que aproveitando cruzamento de Gabigol, ampliaram o marcador.

ATORDOADO, CORINTHIANS SE FECHA NO 2º TEMPO

Sem qualquer perspectiva de ir buscar o resultado no segundo tempo, o técnico Sylvinho sacou os volantes Roni e Gabriel e mandou a campo Xavier e Vitinho. Embora não tenha mudado o esquema tático, o comandante corintiano pensou em fechar o meio de campo e acabar com a superioridade do Flamengo.

TÃO FÁCIL QUE ERROU

Bem no começo do segundo tempo, o Flamengo conseguiu uma rápida troca de passes entre Gabigol e Everton Ribeiro. O meia entrou na pequena área, simulou uma finalização e rolou a bola para Bruno Henrique. De frente para o gol, com o goleiro Cássio caído e completamente livre, o atacante do Flamengo conseguiu errar o domínio e a bola bateu em sua mão. Mesmo tendo empurrado a bola para o fundo da rede na sequência, o gol foi anulado.

VITINHO DESCONTA NO FIM

Quase nos acréscimos do segundo tempo, o Corinthians conseguiu diminuir com Vitinho. O lateral Fagner jogou a bola na área, a zaga flamenguista afastou e, no rebote, o meia do Timão pegou em cheio, de primeira, e contou com um desvio para vencer Diego Alves. Foi o primeiro gol como profissional do jogador, promovido ao time de cima nesta temporada.

PRÓXIMOS JOGOS

O Corinthians volta a campo no próximo domingo (8) para enfrentar o Santos, na Vila Belmiro, na sequência do Brasileirão. O clássico pode marcar a estreia dos recém-contratados Giuliano e Renato Augusto no clube do Parque São Jorge.

O Flamengo joga na quinta (5), contra o ABC-RN, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Na partida de ida, no Maracanã, o Rubro-negro venceu por 6 a 0 e praticamente encaminhou a vaga para a sequência da competição nacional.

CORINTHIANS

Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Gabriel (Vitinho), Cantillo (Araos) e Roni (Xavier); Gustavo Silva (Mateus Vital) e Adson (Marquinhos); Jô. Técnico: Sylvinho

FLAMENGO

Diego Alves; Isla (Matheuzinho), Gustavo Henrique (Bruno Viana), Léo Pereira e Filipe Luís; Willian Arão, Diego, Everton Ribeiro (Pedro) e De Arrascaeta (Michael); Bruno Henrique (Vitinho) e Gabigol. Técnico: Renato Gaúcho

Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Jorge Eduardo Calza (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Cartões amarelos: Roni (Corinthians); De Arrascaeta (Flamengo)
Gols: Everton Ribeiro, aos 6′ do 1º tempo (0x1); Gustavo Henrique, aos 39′ do 1º tempo (0x2); Bruno Henrique, aos 43′ do 1º tempo (0x3); Vitinho, aos 43′ do 2º tempo (1-3)

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="780048" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]