Paraná Clube: atacante admite incômodo com problemas de salários

Redação

Paraná Clube Reis Série C Campeonato Brasileiro FDA Sports

O Paraná Clube vive situação complicada em meio à indefinição sobre o futuro da parceria com a FDA Sports. A empresa atrasou o segundo pagamento do acordo, o que resultou em problemas de salários de jogadores e funcionários.

Em entrevista, o atacante Reis admitiu incomodo com os atrasos salariais, mas busca esquecer as questões extracampo para ajudar o Tricolor na Série C. “Quando entra no campo para treinar e jogar, você esquece por um momento e procura dar o máximo para defender as cores do Paraná. Não vou falar que não incomoda, porque incomoda, mas a gente está tentando o máximo. Essa situação acredito que a diretoria e os responsáveis estão tentando resolver o mais rápido possível”, disse.

Para resolver os atrasos salariais, os presidentes dos Conselhos do Paraná Clube convocaram os representantes da FDA Sports e da Kerry Gestão Empresarial Ltda. para reunião que aconteceu na noite de sexta-feira (13). Apenas a FDA Sports participou do encontro.

PARANÁ CLUBE AINDA BRIGA PARA ESCAPAR DO REBAIXAMENTO

Além dos problemas financeiros, o Tricolor ainda briga para não cair à Série D do Campeonato Brasileiro. O time paranista é o penúltimo colocado do Grupo B da Série C, com nove pontos. A próxima partida é contra o Figueirense, na segunda-feira (16), às 20h, no estádio Orlando Scarpelli.

“O rebaixamento já é ruim, ainda mais com uma camisa de tradição como é do Paraná Clube. Enquanto a gente tiver chance, vai lutar para sair da zona de rebaixamento e até se classificar”, comentou o atacante Reis.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="783056" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]