Espetáculo OCO ganha livro. Lançamento será online

Redação

Que participar da live receberá versão digital gratuitamente
OCO - espetáculo ganha livro

O TUT – Grupo de Teatro da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná) – lança no dia 30 de março, próxima terça-feira, o livro OCO: memórias e olhares, sobre o espetáculo teatral de mesmo título apresentado em 2019. A obra, organizada pelo professor e diretor do espetáculo Ismael Scheffler (Editora Arte Final, 184 págs.), busca refletir todo o processo de criação, produção até a recepção pelo público de uma narrativa sem palavras, marcada pela interação de múltiplas linguagens – Teatro, Dança, Acrobacia, Circo.

Um evento on-line vai marcar a data no próprio dia 30, a partir das 20h30. Terá a participação do elenco, do diretor, de toda a equipe de montagem e encenação, que também são os autores dos 21 dos 22 capítulos que compõem o livro. O encontro será virtual. O objetivo é possibilitar conversas e um diálogo sobre a peça e o livro. Para participar, inscreva-se até o dia do lançamento, no site do livro.

O evento é gratuito. E quem estiver presente na sala virtual, receberá uma versão PDF, gratuitamente, de OCO: memórias e olhares.

Uma obra rara

O livro não preenche de palavras uma narrativa feita pela composição de diferentes elementos em cena. Ele traz, por meio de artigos e entrevistas, a reconstrução de uma trajetória (ou os diversos caminhos) de criação e produção do espetáculo, desde a reunião do elenco, preparação corporal, elaboração do figurino, produção dos bonecos, projetos de iluminação e cenário, além da composição da trilha sonora original.

E a obra vai além. Por meio de 220 imagens – fotografias, croquis e desenhos – ensaios, relatos e textos memorialísticos, são mostradas as leituras, os “olhares” distintos de espectadores que vivenciaram o espetáculo em diferentes momentos; por exemplo, os fotógrafos e desenhistas que acompanharam os ensaios ou o público que assistiu uma, duas ou três vezes a apresentação.

“Por todas essas características que falamos, esta é uma obra rara dentro da bibliografia teatral, não só brasileira, como mundial”, destaca Scheffler. “Ela reúne em um único exemplar todos os elementos que compõem um espetáculo teatral”.Scheffler é coordenador do TUT, professor do Departamento de Design da UTFPR, Câmpus de Curitiba.

Assim, o livro pode ser lido por diferentes públicos, sejam espectadores de OCO, interessados em Teatro, Dança, Acrobacias, Circo, sejam pesquisadores, estudantes ou profissionais.

Espetáculo teve 12 apresentações

O espetáculo OCO foi exibido em 12 apresentações, entre os meses de outubro e novembro de 2019, reunindo um público de cerca de 1.700 espectadores. Em cena, seis figuras sem rostos ou nomes que vivenciam uma travessia, um caminho marcado por perdas, dor, mas também pelo cuidado com o outro, o afeto.

“Em 2019, a peça nos falava do valor coletivo, do afago, do cuidado, dos afetos entrelaçados. Havia perdas e cada uma delas era sentida como dor, como vazio. E agora, em função da pandemia de COVID-19, as memórias sobre a peça nos pegam em isolamento, o contato entre pessoas tornou-se perigoso. Momento no mínimo instigante para revisitar essa epopeia”, escreveu a professora Simone Landal, da UTFPR, para a orelha do livro. Simone atuou como assistente de produção.

OCO, o espetáculo, o livro e o futuro documentário integram um projeto de Extensão Universitária, e receberam apoio financeiro do Câmpus de Curitiba, da UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná.

 

Leia também: Cine Passeio completa dois anos com programação especial

Previous ArticleNext Article