Centro universitário cria seu ‘Prouni’ para quem ficou sem nota do Enem

Redação

prouni, bolsas de estudo, universidade para todos, enem, enem 2019, mec, prazo, inscrições

Estudantes que completaram o ensino médio em 2020 e não podem participar do Prouni (Programa Universidade Para Todos) (Prouni) no primeiro semestre porque não fizeram o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) podem se beneficiar do sistema próprio de bolsa de ensino criada pelo Centro Universitário UniOpet.

As bolsas do Prouni UniOpet são de 50%, financiadas pela própria instituição, e valem para o primeiro semestre de 2021. Para participar, os interessados devem preencher os mesmos critérios socioeconômicos já exigidos pelo Prouni.

“Como não temos a nota do Enem, vamos ranquear os alunos pela renda. Faremos a avaliação de toda a documentação exigida e, dessa forma, esses alunos estarão aptos a tentar o Prouni do governo no segundo semestre, desde que atinjam o mínimo de 450 pontos no Enem e nota maior do que zero na prova de redação. Assim, eles não perdem um semestre de estudo, pois terão a oportunidade de iniciar com a bolsa de 50% do Uniopet e depois continuar a graduação ocupando as vagas remanescentes do Prouni”, explica o gerente de operações do UniOpet, Fellipe Bonifácio Sena.

O Prouni oficial é um programa federal que seleciona candidatos para bolsas parciais e integrais em universidades particulares, que utiliza o desempenho do Enem como critério de avaliação. Com a pandemia, o Enem 2020 foi adiado e a nota só será divulgada no fim de março. Por isso, a seleção do programa federal deste primeiro semestre adotará as notas do Enem 2019, excluindo os estudantes formados em dezembro último.

Para conhecer os cursos disponíveis, acessar o regulamento e fazer a inscrição, os interessados devem acessar o site https://www.vestibularuniopet.com.br/

 

Leia também: Montadora começa ano contratando 400 funcionários

Previous ArticleNext Article