Política
Compartilhar

Preso por embriaguez ao volante, prefeito de Quedas do Iguaçu é solto após pagar fiança

Preso em flagrante por embriaguez ao volante, o prefeito de Quedas do Iguaçu, Élcio Jaime (PSD), deixou a carceragem da delegacia de Guaratuba, no litoral do estado, após pagar fiança.

Redação - Leonardo Gomes - BandNews FM Curitiba - 24 de janeiro de 2022, 14:13

Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

Após ser flagrado dirigindo embriagado, o prefeito de Quedas do Iguaçu, Élcio Jaime (PSD), não poderá frequentar bares e boates por um ano. Ele foi preso no sábado (22), em Guaratuba, após se envolver em um acidente de trânsito. Após ficar detido por algumas horas, ele foi solto pela Justiça mediante pagamento de fiança. As informações são da BandNews Curitiba.

Segundo a Polícia Civil, o político dirigia um carro quando bateu contra uma moto. O piloto teve ferimentos leves. Já o prefeito apresentava sinais de embriaguez e não conseguiu realizar o teste do bafômetro, segundo a polícia.

Na carceragem da delegacia de Guaratuba, o prefeito se mostrou revoltado com a prisão. Conforme a polícia, ao ser preso em flagrante, ainda no local do acidente, o prefeito tentou usar o cargo político para coagir os oficiais, afirmando que eles estariam “encrencados”.

Além da proibição de frequentar bares, boates e similares, Élcio Jaime não pode deixar a região de Quedas do Iguaçu por mais de oito dias sem autorização da Justiça. O prefeito é investigado por embriaguez ao volante, ameaça, desacato e lesão corporal culposa no trânsito.

Em depoimento em juízo, a vítima do acidente – que não foi identificada – confirma que o político tentou evitar que o caso fosse parar na delegacia.

Em contato com a reportagem da BandNews FM, a Prefeitura de Quedas do Iguaçu disse que o prefeito está de férias, com licença até 6 de fevereiro, e que o ocorrido foi possivelmente uma fatalidade. A defesa de Élcio Jaime disse que irá se manifestar nos autos.

Em seu perfil em uma rede social, o político enfatizou que está de férias e que o motociclista bateu na traseira de seu veículo. Élcio Jaime também se disse "surpreso" com a repercussão do caso.