Vereadores aprovam moção de apoio para compra de vacinas em Curitiba

William Bittar - CBN Curitiba


Câmara Municipal de Curitiba (CMC) aprovou um requerimento de moção de apoio à Prefeitura de Curitiba pela disponibilização dos R$ 500 milhões do Fundo Anticrise para a compra das vacinas contra a Covid-19, aprovadas pela Anvisa.

O Fundo de Gestão de Crises foi aprovado e criado no ano passado, no início do combate ao novo coronavírus.

Segundo o texto, a disponibilização desse valor servirá para que a imunização de todos os brasileiros se dê de forma mais rápida e eficaz, ao passo que o Governo Federal fique livre para o atendimento dos municípios menos afortunados ou em condições fiscais não tão bem organizadas.

Na primeira sessão plenária de 2021 da Câmara Municipal, o prefeito Rafael Greca (DEM), havia afirmado que tinha a intenção de comprar a vacina contra a Covid-19 para imunizar a população curitibana o mais rápido possível.

“Eu não quero comprar vacinas para furar fila, para privilegiar sócios do [Graciosa] Country Clube ou do Curitibano. Quero comprar vacinas para aplicar o Plano Nacional de Imunização com eficiência e rapidez”, disse Greca.

A capital paranaense iniciou, nesta segunda-feira (8), a vacinação dos idosos acamados, o primeiro público a ser imunizado após os grupos prioritários como: profissionais da saúde, indígenas e idosos e trabalhadores de instituições de longa permanência.

Até sábado (6), Curitiba já havia registrado 2.676 mortes e 130.911 casos confirmados do novo coronavírus em moradores da cidade.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="744237" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]