Justiça marca data de júri de caminhoneiro acusado de provocar acidente com seis mortos

Leonardo Gomes - BandNews FM Curitiba

Júri caminhoneiro acidente 277

Está marcado para junho do ano que vem o júri popular do caminhoneiro Jeferson Borsato, acusado de provocar um acidente que matou seis pessoas na BR-277, em Balsa Nova, na região metropolitana de Curitiba. A notícia foi veiculada pela BandNews FM Curitiba.

O acidente aconteceu em 25 de maio de 2017, na Serra de São Luiz do Purunã, quando o caminhão dirigido por Borsato – carregado de milho – não conseguiu frear. Ao todo, foram três caminhões e cinco carros envolvidos no acidente.

O caminhoneiro é réu por homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar. Em outubro do ano passado, a 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) já havia determinado a realização do júri popular, porém, ainda não havia uma data determinada. Os desembargadores que participaram da sessão decidiram, por unanimidade, que o motorista do caminhão assumiu o risco de matar.

Tacógrafo mostrou hábito do caminhoneiro de dirigir acima da velocidade permitida

Segundo os promotores do Ministério Público do Paraná (MP-PR), laudos assinados pelos peritos do caso comprovam que, pelo histórico do tacógrafo, o motorista tinha o hábito de dirigir acima da velocidade permitida. Além disso, Borsato adulterou o caminhão para ter um desgaste menor e com isso economizar com manutenções preventivas. A reportagem tenta localizar a defesa do réu.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="777326" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]