Coronavírus
Compartilhar

Anvisa recebe cerca de 30 pedidos de registro de autotestes para Covid

A expectativa das empresas é disponibilizar a mercadoria nas farmácias dentro de algumas semanas, mas o tempo depende do processo de registro na Anvisa.

Joana Cunha - Folhapress - 03 de fevereiro de 2022, 13:21

Foto: Reprodução/Twitter
Foto: Reprodução/Twitter

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) recebeu pelo menos 28 pedidos de registro para autotestes para Covid-19, segundo informações do painel que monitora a entrada de novas solicitações, atualizadas na manhã desta quinta-feira (3).

Os dados são apresentados com 24 horas de atraso, diz a agência reguladora -e, portanto, o número pode ser maior.

Entre os fornecedores, estão a importadora MedLevensohn, a Abbott Diagnósticos e a fabricante de testes Eco Diagnóstica. Algumas empresas entraram com pedido para mais de um modelo de teste.

O primeiro aval foi solicitado na segunda (31) pela empresa brasileira Okay Technology Comércio do Brasil, para um autoteste importado que utiliza coleta nasal para obter o resultado. O produto já foi analisado pela Anvisa e aguarda publicação no Diário Oficial da União.

Outros 4 estão em análise e 23 já foram distribuídos entre as áreas responsáveis.

Quando a agência autorizou o uso de autotestes no Brasil, na última sexta (28), os fornecedores já começaram a se movimentar para levar seus produtos às prateleiras.

A expectativa das empresas é disponibilizar a mercadoria nas farmácias dentro de algumas semanas, mas o tempo depende do processo de registro na Anvisa, etapa necessária para a comercialização.